Dilma declara guerra | Fábio Campana

Dilma declara guerra

images

A jornalista Mônica Bergamo, na sua coluna desta terça-feira, 30, na Folha de S. Paulo, registra que a presidente Dilma Rousseff declarou guerra ao empreiteiro Ricardo Pessoa, da UTC. Em reuniões internas com integrantes do governo, Dilma se diz disposta a “anular os benefícios da delação premiada” do empresário, “provando” que ele mente em relação às doações feitas à sua campanha em 2014.

“Eu não tenho rabo preso com ninguém”, disse Dilma em um dos encontros internos. Antes de fazer acordo de delação premiada, por sua vez, Ricardo Pessoa disparou vários recados. Ainda preso, ele fez chegar ao governo e a outros empresários a informação de que estava contrariado com uma suposta paralisia de Dilma Rousseff em relação às investigações.

Empreiteiros investigados na Lava Jato reclamavam que Dilma não se interessava pela Lava Jato por acreditar que a operação ficaria restrita às empresas, sem atingir o governo. Alguns deles acreditavam que o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, poderia ter papel mais ativo para “coibir abusos” de policiais e até da Justiça, nas palavras de um empresário.

Marcelo Odebrecht, por exemplo, foi preso contrariado com a presidente. Ministros que acompanham de perto o caso dizem que interlocutores da família Odebrecht sinalizam que a contrariedade só faz aumentar. O ex-tesoureiro do PT João Vaccari também tem emitido sinais de que está se sentindo “abandonado” na prisão de Curitiba. O partido recentemente saiu em sua defesa.


24 comentários

  1. Falido e mau pago
    terça-feira, 30 de junho de 2015 – 16:38 hs

    Mandioca brava no rabo preso dos outros é refresco. Mas quando é no rabo preso da muié sapiens, a presidanta da república socialista da mandioca come umas mamonas e declara guerra!

  2. Do Interior....
    terça-feira, 30 de junho de 2015 – 16:42 hs

    Boa Falido e mau pago..,kkkkk

  3. MDBVELHODEGUERRA
    terça-feira, 30 de junho de 2015 – 16:55 hs

    Leiam o texto da lei LEI Nº 12.850, DE 2 DE AGOSTO DE 2013. que ao final diz o seguinte:

    Art. 27. Esta Lei entra em vigor após decorridos 45 (quarenta e cinco) dias de sua publicação oficial.

    Brasília, 2 de agosto de 2013; 192o da Independência e 125o da República.

    DILMA ROUSSEFF
    José Eduardo Cardozo

    Realmente não esta bem da cabeça porque ela sancionou uma lei que é mais clara que nunca. Melhor ler e deduzir que ela declara uma guerra insana, pois a sua lei diz o seguinte:

    SECÇÃO I

    Da Colaboração Premiada

    Art. 4o O juiz poderá, a requerimento das partes, conceder o perdão judicial, reduzir em até 2/3 (dois terços) a pena privativa de liberdade ou substituí-la por restritiva de direitos daquele que tenha colaborado efetiva e voluntariamente com a investigação e com o processo criminal, desde que dessa colaboração advenha um ou mais dos seguintes resultados:

    I – a identificação dos demais coautores e partícipes da organização criminosa e das infrações penais por eles praticadas;

    II – a revelação da estrutura hierárquica e da divisão de tarefas da organização criminosa;

    III – a prevenção de infrações penais decorrentes das atividades da organização criminosa;

    IV – a recuperação total ou parcial do produto ou do proveito das infrações penais praticadas pela organização criminosa;

    V – a localização de eventual vítima com a sua integridade física preservada.

    § 1o Em qualquer caso, a concessão do benefício levará em conta a personalidade do colaborador, a natureza, as circunstâncias, a gravidade e a repercussão social do fato criminoso e a eficácia da colaboração.

    § 2o Considerando a relevância da colaboração prestada, o Ministério Público, a qualquer tempo, e o delegado de polícia, nos autos do inquérito policial, com a manifestação do Ministério Público, poderão requerer ou representar ao juiz pela concessão de perdão judicial ao colaborador, ainda que esse benefício não tenha sido previsto na proposta inicial, aplicando-se, no que couber, o art. 28 do Decreto-Lei nº 3.689, de 3 de outubro de 1941 (Código de Processo Penal).

    § 3o O prazo para oferecimento de denúncia ou o processo, relativos ao colaborador, poderá ser suspenso por até 6 (seis) meses, prorrogáveis por igual período, até que sejam cumpridas as medidas de colaboração, suspendendo-se o respectivo prazo prescricional.

    § 4o Nas mesmas hipóteses do caput, o Ministério Público poderá deixar de oferecer denúncia se o colaborador:

    I – não for o líder da organização criminosa;

    II – for o primeiro a prestar efetiva colaboração nos termos deste artigo.

    § 5o Se a colaboração for posterior à sentença, a pena poderá ser reduzida até a metade ou será admitida a progressão de regime ainda que ausentes os requisitos objetivos.

    § 6o O juiz não participará das negociações realizadas entre as partes para a formalização do acordo de colaboração, que ocorrerá entre o delegado de polícia, o investigado e o defensor, com a manifestação do Ministério Público, ou, conforme o caso, entre o Ministério Público e o investigado ou acusado e seu defensor.

    § 7o Realizado o acordo na forma do § 6o, o respectivo termo, acompanhado das declarações do colaborador e de cópia da investigação, será remetido ao juiz para homologação, o qual deverá verificar sua regularidade, legalidade e voluntariedade, podendo para este fim, sigilosamente, ouvir o colaborador, na presença de seu defensor.

    § 8o O juiz poderá recusar homologação à proposta que não atender aos requisitos legais, ou adequá-la ao caso concreto.

    § 9o Depois de homologado o acordo, o colaborador poderá, sempre acompanhado pelo seu defensor, ser ouvido pelo membro do Ministério Público ou pelo delegado de polícia responsável pelas investigações”

    Não é o BRAVO MORO

  4. taderu rocha
    terça-feira, 30 de junho de 2015 – 17:17 hs

    DILMA GUERRA… A GUERRA JÁ ESTA DECLARADA A MUITO TEMPO.QUANDO COMEÇOU O MENSALÃO E AGORA PETROBRAS;

  5. Luigi
    terça-feira, 30 de junho de 2015 – 17:25 hs

    Pois é, senhores, o nível da fervura nas contrariedades aumenta na proporção inversa do desinteresse da alta politicalha, que acreditava que isto não daria em nada. Pena que no mensalão alguns bobocas, como o Marcos Valério, resolveu abrir o bico quando já estava condenado e de nada lhe valeria denunciar a camarilha.
    Agora é diferente, pois o juiz Moro tem agido de maneira processual bem mais eficiente, fatiando os inquéritos e as denúncias para evitar um saco sem fundos cheio de cobras e lagartos.

  6. AMO
    terça-feira, 30 de junho de 2015 – 18:01 hs

    Ta chegando aa hora Dilmão, o Lulalau vai te dar de bandeja, pra tentar livrar o dele.

  7. Ex-Funcionário
    terça-feira, 30 de junho de 2015 – 18:23 hs

    Cuidado presideanta,,, estão chegando até você… Porque agora esta preocupada com o Lava Jato???? Medo do que? De mandioca?? Vai ser um refresco no ** dos petistas… rs… rs…

  8. Roberta Nakamura
    terça-feira, 30 de junho de 2015 – 18:26 hs

    o Ricardo Pessoa e o Marcelo Odebrecht foram presos e humilhados. Mostrados em rede nacional com algemas, mas pelo menos o Lula esta salvo.

    Que pena, o Ricardo e o Marcelo ficarão manchados pelos restos de suas vidas. Da uma dó.

    Até os seus netos serão apontados como herdeiros de empresários bandidos e corruptos. Da uma dó.

  9. antonio carlos
    terça-feira, 30 de junho de 2015 – 19:35 hs

    Ká ká ká agora que o perigo começa a rondar a camarada presidanta ela aumenta a piração, Falar mal de delator é a coisa mais fácil de se fazer hoje em dia. Como a barba dos mega empreiteiros começou a pegar fogo, eles resolveram abrir o bico. Acreditar no que eles dizem é uma questão de escolha, se eles estão ou não dizendo a verdade não cabe a camarada presidanta dizer, para isto é que o juiz Sérgio Moro está sendo pago.

  10. RR
    terça-feira, 30 de junho de 2015 – 20:37 hs

    ANTA,CONTRA FATOS,NÃO EXISTE ARGUMENTOS.

  11. FUI !!!
    quarta-feira, 1 de julho de 2015 – 5:30 hs

    Até agora por uma questão de burrice todos que achavam que
    o governo Lula faria alguma intervenção para evitar a prisão dos
    aliados do Mensalão não viram nada de defesa a favor. Estão na
    cadeia. O principal deles que é o Marcos Valério e o José Dirceu
    viram que o buraco é mais embaixo. No Petrolão acontece exata-
    mente a mesma repetição. Todos levam no … menos o Lula e a
    Dilma. Só que agora as provas chegaram na cabeceira da cama
    dos dois. Podem esbravejar porque a hora deles chegou !!!

  12. Jair Pedro
    quarta-feira, 1 de julho de 2015 – 7:06 hs

    Talvez a Rainha da Mandioca ainda ache que todos são burros à la Marcos Valério.

  13. MANOEL BOCUDO.
    quarta-feira, 1 de julho de 2015 – 7:44 hs

    EM 2014 COLABORADOR DA CAMPANHA, EM 2015 UM DELATOR INIMIGO.
    E A CARAVANA SEGUE. CÚPULA DO PT NAS GRADES E ELES AINDA
    GRITAM AOS VENTOS QUE SÃO HONESTOS. A MANDIOCA DELA VIROU FARINHA.

  14. TARZAN
    quarta-feira, 1 de julho de 2015 – 8:58 hs

    Juiz Sergio Moro, ela tem poderes para isso?

  15. Luiz Carlos Pacheco
    quarta-feira, 1 de julho de 2015 – 9:20 hs

    Mas é claro que ela tem rabo preso. Por isso está tão braba. Registrar “legalmente” dinheiro desviado do governo através de empreiteiras também é crime. Não sei como a imprensa e ninguém do Ministério Público fala isto. Estão todos cegos?

  16. NA CORDA BAMBA
    quarta-feira, 1 de julho de 2015 – 9:46 hs

    Esta besta quadrada da Dilma esquece que a delação premiada
    não pode ser anulada e mais uma vez a madame “navega na
    maionese”…

  17. clarice franze
    quarta-feira, 1 de julho de 2015 – 9:58 hs

    CRUZES………….TEMOS UMA SANTA DILMA .

    SÓ FALTA CANONIZR.

    QUANDO A COLEIRA APERTAAAAAAAAA………………………..

  18. Marcelo Santos
    quarta-feira, 1 de julho de 2015 – 11:12 hs

    Essa história vai longe!

  19. Caiçara do Litoral
    quarta-feira, 1 de julho de 2015 – 12:03 hs

    Ué ! estou sentindo falta do comentário do Sérgio Silvestre, porque quando é contra o PSDB, ele se manifesta imediatamente. Mas quando é contra o PT e contra a PresidANTA e curriola, ele esconde a cabeça enfiada na terra, igual a avestruz. Eu até entendo, tem coisas que é impossível defender, então é melhor ficar calado !

  20. Johan
    quarta-feira, 1 de julho de 2015 – 12:14 hs

    Caro FÁBIO, mais uma vez a presidente DILMA A LOUCA manifesta-se como todos os membros, filiados, cabos eleitorais e bate-paus da ORGANIZAÇÃO CRIMINOSA PETISTA, descaracterizando, denegrindo a imagem do oponente debatedor, afirmando que o outro não fala a verdade, não sabe o que está falando e que a verdade está com eles. Pura falácia, mentira, deboche, eles estão apenas tentando ganhar mais algum tempo para continuar a receber o que está programado a ser pago pelos empreiteiros – veja o caso de Zé Dirceu, preso na PAPUDA e recebendo dos empreiteiros, é apenas uma questão de verde do DÓLAR, pois ela teve a CORAGEM de humilhar o BRASIL perante os americanos pedindo RECURSOS para ROUBÁ-LOS aqui, e agora deseja peitar o DELATOR. Ele o fez com consciência. Está próximo o seu FIM e de todos os membros da ORGANIZAÇÃO. Defendo a liberdade de opinião, liberdade de imprensa e liberdade de investigação. Apoio a mobilização dos CAMINHONEIROS e a redução de R$ 0,50 por litro de diesel. Apoio a RENÚNCIA JÁ da DILMA A LOUCA, agora no poder, para evitar que cometa maiores VEXAMES e VERGONHAS, praticados contra a sociedade brasileira. Atenciosamente.

  21. Strong
    quarta-feira, 1 de julho de 2015 – 13:08 hs

    a ÁGUA TÁ BATENDO NA BUNDA DA COMPANHEIRA GUERRILHEIRA….VÁ TE CATAR DILMA…..CORRUPTA NOJENTA

  22. quarta-feira, 1 de julho de 2015 – 13:29 hs

    É triste ver como um Chefe de Estado, como Dilma, esbravejar e dizer que vai ANULAR OS BENEFÍCIOS DA DELAÇÃO PREMIADA. Será que ela vai mandar ao Congresso uma PEC para anular a Lei que ela mesma sancionou? Essa verbosidade não cola mais, sempre quem tem culpa em cartório, esperneia, pula, saracoteia, dá saltos mortais e etc.etc.. Quando o Ricardo Pessoa era o chegado dos petistas, dela, do Lula e etc. ele era o COLABORADOR e agora um delator, como se criminoso o fosse. Ela comparar o Ricardo Pessoa com o Joaquim Silvério dos Reis é de uma infantilidade que dá pena. Só pessoas sem raciocínio lógico faz tal comparação, isso é próprio de pessoas culpadas querendo DESESTABILIZAR o Delator. Quando a pessoa está encurralada por atos praticados, como foi a assinatura do Contrato com a Usina de Pasedina, quando a mesma era Presidente do Conselho de Administração da Petrobrás e outros ainda não revelados, mas que causaram prejuízos de BILHÕES DE REAIS ao erário público.

  23. Juca
    quarta-feira, 1 de julho de 2015 – 13:53 hs

    SS Calça Frouxa, diga alguma coisa!

  24. TARZAN
    quarta-feira, 1 de julho de 2015 – 15:37 hs

    Concordo com você dilMÁ por declarar guerra desde que você seja a primeira da fila, assim ficamos livre de você rapidinho.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*