Sindicalistas abaixam as calças, mostram traseiro e são expulsos da Câmara | Fábio Campana

Sindicalistas abaixam as calças, mostram traseiro e são expulsos da Câmara

unnamed

São os tempos, são os costumes. Virou moda achincalhar o Legislativo. Em protesto pela aprovação na Câmara dos Deputados do texto principal da medida provisória 664, que restringe o acesso à pensão por morte, sindicalistas que acompanhavam a votação das galerias do plenário abaixaram as calças para mostrar as nádegas e acabaram retirados do local pela Polícia Legislativa por ordem do presidente da Casa, Eduardo Cunha (PMDB-RJ). As informações são do G1.

Apesar de somente dois sindicalistas terem sido vistos mostrando as nádegas, todos foram retirados do local. A MP foi aprovada em uma sessão bastante tumultuada, marcada por vaias e cantoria por parte dos manifestantes. O texto principal da MP recebeu 277 votos a favor, 178 contra e uma abstenção.

Durante a sessão, os sindicalistas que estavam nas galerias entoaram diversas vezes o coro que parodia o samba “Vou festejar”, de Beth Carvalho: “O PT pagou com traição a quem sempre lhe deu a mão”. Eles foram acompanhados por parlamentares oposicionistas. No plenário, os deputados também levaram faixas contra o governo Dilma. Houve empurra-empurra quando as faixas foram estendidas após a aprovação da MP.

Depois do esvaziamento das galerias, Cunha disse que havia tolerado as manifestações até então, mas que elas haviam passado dos limites. “Infelizmente, acabou no ambiente perdendo-se o controle”, disse, acrescentando que “o Parlamento tem que deliberar através dos seus discursos e dos seus votos”.

Pelo texto aprovado no plenário, os cônjuges só poderão requerer pensão por morte do companheiro se o tempo de união estável ou casamento for de mais de dois anos e o segurado tiver contribuído para o INSS por, no mínimo, um ano e meio. Antes, não era exigido tempo mínimo de contribuição para que os dependentes tivessem direito ao benefício, mas era necessário que, na data da morte, o segurado estivesse contribuindo para a Previdência Social.

Na semana passada, durante a votação da MP 665, que torna mais rígido o acesso ao seguro-desemprego, ao abono salarial e ao seguro-defeso, o grupo de sindicalistas, liderados pela Força Sindical, jogou sobre o plenário notas falsas de dólar, em alusão ao escândalo de corrupção na Petrobras.


14 comentários

  1. taderu rocha
    quinta-feira, 14 de maio de 2015 – 16:49 hs

    tem que ir para cadeia…..

  2. quinta-feira, 14 de maio de 2015 – 16:50 hs

    Mostraram o lado forte e uma reação normal quando esta sendo contestado!!

  3. TARZAN
    quinta-feira, 14 de maio de 2015 – 16:57 hs

    Depois esses

    Depois esses vândalos imorais de sindicatos mais pessoal da CUT/MST/PT e outras facções ficam chiando quando a polícia desse o porrete.

  4. quinta-feira, 14 de maio de 2015 – 17:00 hs

    PQP MAS QUE BUNDA FEIA HEMMMMMMMMMMM…KKKKKKK

  5. Sergio Silvestre
    quinta-feira, 14 de maio de 2015 – 17:30 hs

    Por enquanto,ainda não estão sentando o porrete nesses parlamentares,mas a moda logo pega e aja batalhão de policia para proteger os escroque.

  6. BigPeter
    quinta-feira, 14 de maio de 2015 – 17:45 hs

    Sei não! –
    Esse pato bota ovo. Além de desocupado; sem criatividade alguma, pois mostrar o trazeiro coisa de americano, não de brasileiro, o cara tem uma bunda feia pra burro.
    Da próxima vez, oh sindicalista de araque, deixe que uma gata gostosa mostre o que quiser aí. E vc vá mostrar esse troço nojento, pras suas primas, se elas o permitirem; coisa que duvido, e muito.

  7. Juca
    quinta-feira, 14 de maio de 2015 – 18:56 hs

    Mas que traseiro feio! Acho que o dono dele é de Londrina.

  8. BigPeter
    sexta-feira, 15 de maio de 2015 – 8:04 hs

    Ou, se preferir, pros seus primos…

  9. clarice franze
    sexta-feira, 15 de maio de 2015 – 8:21 hs

    NOSSA, ESTA É A EDUCAÇÃO DEMONSTRADA POR PESSOAS DESPREPARADAS PARA EXERCER O QUE SE CHAMA EDUCAÇÃO.

    MERECIA UM BELO CHUTE BEM NO MEIO DESTAS HORRIVEIS NÁDEGAS.

    OS PAIS DEVEM ESTAR SURPREEDIDOS PELOS REPRESENTANTES QUE EXISTEM NESTES SINDICATOS DE MAUS-EDUCADOS, ARRIVISTAS E BADERNEIROS, E AINDA MAIS NO PARANÁ, QUE SEMPRE FOI UM ESTADO ORDEIRO, .
    SINTO MUITO, PERDEU O POUCO QUE TINHA DA MINHA SIMPATIA, TENHO 70 ANOS, E SOU FUNCIONÁRIA PÚBLICA À QUASE 31 ANOS.
    NÃO FAÇO PARTE DESTE SHOW

  10. clarice franze
    sexta-feira, 15 de maio de 2015 – 9:42 hs

    TODOS OS ESTADOS ESTÃO PASSANDO POR SITUAÇÕES INUSITADAS EM CONFRONTO COM PROFESSORES E ALGUMAS CATEGORIAS.
    EXISTEM SITUAÇÕES QUE EXIGEM PONDERAÇÕES DE AMBAS AS PARTES, NO PARANÁ, PROBLEMAS COM POLICIAIS QUE EXCEDERAM NOS DEVERES, EM BRASILIA , EXCEDEM DESFILANDO PARTES INTÍMAS, OUTROS ESTADOS.BEM…..UM POUCO DE MODERAÇÃO SERIA ÓTIMO. PQ SE A MODA PEGA.
    NÃO E ISTO QUE QUEREMOWS PARA NOSSOS FILHOS, NETOS E BISNETOS..

  11. sexta-feira, 15 de maio de 2015 – 11:32 hs

    Interverção militar e convocação para eleições em seis meses, mas com políticos mais jovens e sem carreira !

  12. Zabra Q Tise
    sexta-feira, 15 de maio de 2015 – 11:40 hs

    Bundalelê de homem devida ser proibido. Só para mulheres.

  13. Juca
    sexta-feira, 15 de maio de 2015 – 12:33 hs

    Nada disso, agora entendi. O sujeito estava se preparando para falar!

  14. Anderson
    sexta-feira, 15 de maio de 2015 – 13:20 hs

    Força Sindical é da turma do Paulinho, Aécio, PSDB… galera a favor das terceirizações

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*