Qual é o futuro do PT? | Fábio Campana

Qual é o futuro do PT?

pt

Mariana Schreiber da BBC Brasil em Brasília

Nascido no bojo do movimento sindicalista na virada entre as décadas de 1970 e 1980, o PT, Partido dos Trabalhadores, e seu governo sentem hoje a perda de apoio entre sua própria base.

A Central Única dos Trabalhadores (CUT), junto com mais 25 movimentos sociais, realiza nesta sexta-feira, Dia do Trabalho, um ato em São Paulo “em defesa dos direitos da classe trabalhadora, da democracia, da Petrobras e da reforma política”.

A carta de convocação não defende ou menciona diretamente o PT ─ partido que sempre foi muito próximo à CUT ─ e tampouco o governo da presidente Dilma Rousseff.

O documento critica o ajuste fiscal proposto pela administração petista ─ como as medidas que buscam restringir o acesso ao seguro-desemprego ─ e refere-se brevemente aos pedidos de impeachment contra a presidente, ao afirmar que “nossa luta é pela manutenção do estado democrático de direito, contra a onda golpista em curso”.

Em meio ao momento político delicado, a BBC Brasil ouviu pessoas historicamente ligadas ao PT sobre o futuro do partido. Entre os entrevistados, predomina a certeza de que a legenda precisa recompor ligações mais estreitas com os movimentos sociais para se fortalecer até as disputas presidenciais de 2018, quando, especula-se, sua estrela maior ─ o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva ─ poderá ser novamente candidato.

Se o ajuste fiscal de Dilma penalizar apenas os mais pobres, o PT dificilmente deixará de sofrer significativa derrota nas eleições municipais de 2016
Frei Betto

“Se o ajuste fiscal de Dilma penalizar apenas os mais pobres, o PT dificilmente deixará de sofrer significativa derrota nas eleições municipais de 2016”, afirma Frei Betto, que nunca foi filiado ao PT, mas participou da construção do partido e coordenou o programa ‘Fome Zero’ no início do primeiro governo Lula, seu amigo pessoal.

“O caminho para superar a crise é o PT assegurar a governabilidade por seus vínculos com os movimentos sociais, ainda que isso desagrade o mercado e divida sua base aliada no Congresso. Fora dos movimentos sociais o PT não tem futuro”, diz.

Lideranças do partido como Lula, Tarso Genro e Marco Aurélio Garcia discutem hoje a possibilidade de lançar a candidatura à Presidência em 2018 não em nome do partido, mas de uma frente ampla inspirada no modelo uruguaio, que reunisse sindicatos, associações, outras siglas, ONGs e movimentos sociais. Não está claro ainda como isso poderia ser viabilizado, já que pelas regras atuais o candidato tem que ser registrado por uma legenda.

Para o autor do livro A história do PT, o professor da USP Lincoln Secco, essa estratégia “seria uma passo atrás, uma resposta desesperada à crise”.

“O PT se afirmou historicamente como um partido hegemônico no campo da esquerda. Se ele propuser essa frente ampla, vai assumir que não é mais esse partido e precisa se esconder. Ele entraria numa linha meio defensiva”, analisa.


9 comentários

  1. A CULPA É DO FHC
    sábado, 2 de maio de 2015 – 15:26 hs

    NUCA NA HISTÓRIA DESTE PAÍS HOUVE UM PAÍS QUE PERDESSE SEU CAPITAL POLÍTICO TÃO RAPIDAMENTE.

    DE VESTAIS, PALADINOS DA VERDADE, DEFENSORES DAS MAIS NOBRES CAUSAS SOCIAIS E MORAIS, POSSUIDORES DE CONDUTA ILIBADA E CARÁTER INABALÁVEL, TORNARAM-SE, AO CHEGAR AO PODER O TIME MAIS CORRUPTO DO MUNDO.

    CONSEGUIRAM QUEBRAR A PETROBRAS, ISSO MESMO, QUEBRAR A PETROBRAS. AQUELA EMPRESA QUE O LULA A DILMA E SEUS ASSECLAS AFIRMAVAM QUE SERIA PRIVATIZADA PELO PSDB. É VERDADE AO INVÉS DE VENDEREM A PETROBRAS OS PETISTAS FIZERAM MUITO PIOR QUEBRARAM A EMPRESA E LEVARAM JUNTO OS ACIONISTAS.

    A CAIXA ECONÔMICA FEDERAL – CEF – É, ESTA MESMA, SERÁ A PRÓXIMA VÍTIMA DO PETISMO, A EXEMPLO DA PETROBRAS QUE SERVIU PARA ENRIQUECER OS INTEGRANTES DO PARTIDÃO, A CAIXA TEVE QUE SOCORRER O GOVERNO FEDERAL, AGORA O GOVERNO NÃO TEM COMO DEVOLVER O DINHEIRO QUE A CAIXA LHE EMPRESTOU. QUAL SERÁ A SOLUÇÃO: VENDER A CAIXA ECONÔMICA FEDERAL. OS ESTUDOS JÁ ESTÃO PRONTOS E A VENDA AINDA NÃO FOI FEITA PORQUE A PRESIDENTE ESTÁ COM ÍNDICES DE APROVAÇÃO BAIXÍSSIMOS.

    AH!. O DESTINO DO PT: O POVO QUEM DECIDE!

    A EXEMPLO DOS MASSA DE MANOBRA DO CENTRO CÍVICO, DOS MEIOS DE COMUNICAÇAÕ DO PARANÁ, ACHO QUE A PTZADA VAI FICAR POR MUITO TEMPO NO COMANDO DO PAÍS.

  2. Juca
    sábado, 2 de maio de 2015 – 16:25 hs

    O futuro do PT que não representa nem os trabalhadores e muito menos os interesses do Brasil só pode ser o esgoto.

  3. sábado, 2 de maio de 2015 – 16:34 hs

    todosna CADEIA….

  4. Rock
    sábado, 2 de maio de 2015 – 23:25 hs

    Acho melhor vocês se preocuparem com o futuro do PSDB esse sim já era.

  5. JÁ ERA...
    domingo, 3 de maio de 2015 – 6:58 hs

    Que PT !?

  6. henry
    domingo, 3 de maio de 2015 – 11:41 hs

    TEM QUE ACABAR, ERRADICAR DA FACE DA TERRA ESTES corruPTos E CÂNCER DO BRASIL. CLARO QUE, PRENDENDO E COBRANDO A DEVOLUÇÃO DE TODO DINHEIRO ROUBADO.

  7. taderu rocha
    segunda-feira, 4 de maio de 2015 – 9:18 hs

    FUTURO DO PT., SE OS BRASILEIROS TER VERGONHA NA CARA, É FORA NAS PRÓXIMAS ELEIÇÕES…. O PT….

  8. Strapasson
    segunda-feira, 4 de maio de 2015 – 12:19 hs

    Estou preocupada é com o futuro do Brasil, isso sim!

    Para se ter futuro é preciso existir e o PT não existe mais. É um espectro a pairar sobre a sociedade brasileira. Logo, logo ele encontra seu verdadeiro lugar: o inferno!

  9. QUESTIONADOR
    segunda-feira, 4 de maio de 2015 – 12:47 hs

    Qual é o futuro do PT? Boa essa pergunta!
    -Eis minha humilde resposta: extinção completa e irreversível. Todos os seus principais membros banidos da vida pública e política definitivamente. O dinheiro desviado seja devolvido e os culpados sejam presos!!!!

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*