Professores e servidores das universidades federais entram em greve a partir de sexta, 29 | Fábio Campana

Professores e servidores das universidades federais entram em greve a partir de sexta, 29

federal

Os professores e servidores das universidades federais no Paraná entram em greve a partir da próxima sexta-feira, 29, na UFPR (Universidade Federal do Paraná), UTFPR (Universidade Tecnológica Federal do Paraná), IFPR (Instituto Federal do Paraná) e Unila (Universidade de Integração Latinoamericana). Segundo o Sinditest e APUFPR, sindicatos que representam as duas categorias (servidores e professores), a greve é por tempo indeterminado e vai atingir todos campi da UFPR, UTFPR, IFPR e Unila espalhados no estado.

Os dois sindicatos também convocam para a greve geral na próxima sexta-feira referente ao Dia Nacional de Paralisação e Manifestações.

A data foi escolhida para reforçar a luta contra a terceirização no país, as medidas provisórias (MPs) 664 e 665 e o ajuste fiscal. “Diversas cidades realizarão atos visando ampliar as manifestações que ocorreram em 15 de abril e, com base na união e na força de todas as categorias, barrar os ataques do governo e do Congresso Nacional aos direitos trabalhistas”, diz nota da APUFPR..

A greve geral está sendo convocada pela CUT, CSP-Conlutas, NCST, CTB, Intersindical-CCT e UGT. “É um absurdo o que estes governantes de plantão estão tentando fazer com os trabalhadores. O caminho apontado para a crise é a supressão de direitos conquistados com muito suor há anos, não deixaremos que isso aconteça”, disse a sindicalista Maria Suely Soares, da APUFPR.


Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*