Micou a 'marcha dos 100 mil' da APP | Fábio Campana

Micou a ‘marcha
dos 100 mil’ da APP

unnamed3333333

Uma grande manifestação de professores deveria se concentrar em frente da Assembleia e do Palácio Iguaçu nesta sexta-feira, 29, para lembrar o confronto de um mês atrás. Confiante na mobilização, a APP-Sindicato anunciou a “marcha dos 100 mil”. Foi um fiasco total. No auge do movimento, por volta das 11h30, teve a presença de quase mil pessoas. Um número 100 vezes menor do que o esperado pelos organizadores.

O número de carros de som contrastava com o do mirrado público e os discursos de um atrapalhavam os do outro. Os grevistas pediam silêncio para os megafones do outro. Comerciantes que acreditaram nos números superfaturados anunciados pela imprensa engajada, montaram barracas de comida na Praça Nossa Senhora da Salete, acreditando que teriam um alto faturamento, e ficaram no prejuízo. Não venderam quase nada. A greve parece marchar para um final melancólico.


11 comentários

  1. LUIZ
    sexta-feira, 29 de maio de 2015 – 19:17 hs

    NA REAL,QUE FOI NESSA BADERNA É SÓ OS PTRAIAS.

  2. Luis Carlos porterolla Tria
    sexta-feira, 29 de maio de 2015 – 19:24 hs

    Sr. Fabio Campana, gosto muito do seu blog e acompanho ele diariamente, mas ultimamente V. Sa. rasgou a bandeira e saiu do armário, virou chefe da torcida organizada do beto richa. Na Minha terra (RS) jornalista vive de credibilidade junto a opinião publica e seus leitores o que há algum tempo V. Sa. ignora, esqueceu o que significa “imparcialidade”, acredito que jornalista que atua em diversas mídias deveriam ser imparciais, justos, e alinhados com a verdade. Quanto ao nosso governador esta jogando a população contra os professores e os servidores públicos, disponibilizou acesso ao Portal da Transparencia, com salários dos professores e funcionários das escolas, com m

  3. Marcela
    sexta-feira, 29 de maio de 2015 – 20:05 hs

    Nada como um dia após o outro!
    Estes comedores do $ público vão se ferrar!
    Vagabundos do PT.

  4. antonio carlos
    sexta-feira, 29 de maio de 2015 – 20:19 hs

    Data vênia caro Fábio, como é que os comerciantes com os preços superfaturados iriam vender alguma coisa? Eles não sabem que a professorada está sem salário? Imaginem o desespero dos credores deste povo todo, muita gente não vai ver a cor do dinheiro do aluguel e todo o resto. Vai sobrar muito gente com o mico na mão.

  5. JONAS DA BALEIA
    sexta-feira, 29 de maio de 2015 – 20:55 hs

    Adianta repetir ?
    Voltem ao trabalho seus politiqueiros ! Quanta mentira ao vento !

  6. Luiz
    sexta-feira, 29 de maio de 2015 – 20:55 hs

    Deus não mata mas achata, se for uma greve justa, tudo se alinha e continuará, porem, como tudo indica ser politiqueira, a tendência é acabar.

  7. Zangado
    sexta-feira, 29 de maio de 2015 – 21:02 hs

    Os servidores não dispõem de dinheiro público para custear sua manifestaçao como faz o governo – é simples assim. Mas são mais autênticos e justos ainda que fosse um só a se manifestar.

  8. jacques brody
    sexta-feira, 29 de maio de 2015 – 23:34 hs

    acreditavam mesmo que iriam reunir 100 mil? a matemática, que tem expoentes como o professor lemos só podia dar nisso… tsk! tsk! tsk!

  9. Ruan Benites
    sábado, 30 de maio de 2015 – 8:23 hs

    Ninguém suporta mais esse povo ganhando doze, dezoito, dezenove mil sem trabalhar! Vergonha! Vamos ver se o Ministério Público vai abrir inquérito para investigar isso!

  10. Da Vinci
    sábado, 30 de maio de 2015 – 10:58 hs

    Ninguem lê esse blog, é um lixo. por isso não tem comentários
    kkkkkk

  11. SÉRGIO
    domingo, 31 de maio de 2015 – 0:25 hs

    Os professores e professoras foram para a praia… Ninguém mais aguenta esta greve!!! Conversando com alunos, eles não querem voltar mais este ano… Dizem que não aprendem nada mesmo!

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*