Longe de um acordo, diz Marlei, da APP | Fábio Campana

Longe de um acordo,
diz Marlei, da APP

marlei
Na saída do encontro, na Assembleia Legislativa, a presidente do Fórum, Marlei Fernandes, que os deputados tratam como a general da APP (não seria generala na linuagem petista?), elogiou a retomada do diálogo, mas disse que ainda está longe de um acordo de reajuste. “O Governo ofereceu 5%, mas os servidores só aceitam encerrar a greve com a reposição de 8,17%, que é a inflação do período”, disse.

Marlei também descartou a possibilidade da categoria receber o reajuste em parcelas, como vem sendo cogitado por alguns deputados. “Deixamos claro que uma alternativa seja buscada o mais rápido possível”, completou.


34 comentários

  1. renato glotter
    quinta-feira, 21 de maio de 2015 – 18:44 hs

    Isso aí é uma desgraça!

  2. maria aparecida souza
    quinta-feira, 21 de maio de 2015 – 18:54 hs

    SRS PAIS – entrem no PORTAL DA TRANSPARÊNCIA DO GOVERNO DO ESTADO e vejam quanto ganham os ‘coitadinhos’ dos ‘professores’ do estado – procurem também ver o desempenho da Educação Pública do Estado nos último indicadores do MEC!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  3. claricefranze
    quinta-feira, 21 de maio de 2015 – 19:18 hs

    ELA ESTA NO AGUARD ODAS ORDENS DO PT.CUT.MST.
    NAO ESTA NEM AI PARA OS MILARES DE ESTUDANTES QUE ESTAO SEM AULAS.
    MELHOR AINDA,A MARLEY DEVE TER OS FILHOS JA FORMADOS, OU BEM SERVIDOS EM ESCOLAS, OU COLEGIOS PARTICULARES.
    NA REALIDADE ESTA SE RALANDO PARA OS PAIS QUE ESSTAC COM OS FILHOS SEM AULAS.

  4. claricefranze
    quinta-feira, 21 de maio de 2015 – 19:18 hs

    ELA ESTA NO AGUARD ODAS ORDENS DO PT.CUT.MST.
    NAO ESTA NEM AI PARA OS MILARES DE ESTUDANTES QUE ESTAO SEM AULAS.
    MELHOR AINDA,A MARLEY DEVE TER OS FILHOS JA FORMADOS, OU BEM SERVIDOS EM ESCOLAS, OU COLEGIOS PARTICULARES.
    NA REALIDADE ESTA SE RALANDO PARA OS PAIS QUE ESSTAC COM OS FILHOS SEM AULAS.

  5. Interiorano
    quinta-feira, 21 de maio de 2015 – 19:24 hs

    Fábio, só sei de uma coisa, to fazendo das tripas coração, para pagar em dia meu IPVA, que ajuda a pagar o salário dos professores. Até agora, como contribuinte, não vi nenhum discussão sobre a qualidade da educação da rede estadual.
    Aumento todo mundo tá querendo, mas a qualidade do trabalho, como fica???

  6. LUIZ
    quinta-feira, 21 de maio de 2015 – 19:42 hs

    QUE TAL IR TRABALHAR,FAZER O QUE É BEM PAGA PRA FAZER,O MP TEM QUE PROCESSAR ESSE SINDICATOZINHO DE BEIRA DE ESTRADA,POIS O PREJUÍZO VAI FICAR COM NÓS PAIS DE ALUNOS QUE PAGAMOS OS SALÁRIOS DESSES SALAFRARIOS.

  7. Andre
    quinta-feira, 21 de maio de 2015 – 20:06 hs

    Essa ai que não conseguiu se eleger??????

  8. contra
    quinta-feira, 21 de maio de 2015 – 20:33 hs

    fora pt

  9. Vigilante do Portão
    quinta-feira, 21 de maio de 2015 – 20:40 hs

    Pasmem:

    É INCONTUCIONAL;

    O Ministério da Previdência é CONTRA;
    .
    Com cobertura ampla, total e irrestrita da RPC e da Gazeta.

    Falo da transferência dos 33 mil aposentados para o Fundo de Previdência.

    A economia, para os Cofres, seria de R$1,5 Bilhão.,

    Pois é,

    Semana passada, num texto da Gazeta, o Sindicato diz:

    Existe o dinheiro para dar 8,17% de reajuste.

    O Governo vai receber R$1,5 Bilhão com a TRANSFERÊNCIA dos 33 mil aposentados..

    Não é INCONSTUCIONAL?

    Moral de Botequim:

    É Inconstitucional, agora, se for para DAR AUMENTO PARA OS FUNCIONÁRIOS… bem…

  10. Carla amorim
    quinta-feira, 21 de maio de 2015 – 22:01 hs

    Ninguém merece esses desqualificados! Trabalhar que é bom, nem pensar!

  11. Larry de Camargo Vianna Nascim
    quinta-feira, 21 de maio de 2015 – 22:49 hs

    Sou bisneto, neto, filho, irmão, primo e tio de professores.
    Sou cidadão e funcionário público como os que estão a fazer greve, entendo àqueles que sentem-se prejudicados, não concordo com a paralisacão dos professores em prejuízo dos alunos da rede pública. Ao esticarem demais a paralisacão esquecem que há todo um sistema sendo prejudicado. O jogo político faz parte, a irracionalidade não! Espero que os grevistas tenham a sensatez para recuarem e reabrirem o dialogo com o governo para que se chegue a um resultado satisfatório para toda a sociedade paranaense. Há espaco para o diálogo.

  12. SÉRGIO
    sexta-feira, 22 de maio de 2015 – 0:51 hs

    Mar-lei: E os alunos que estão indo embora da Rede Estadual… O que você vai fazer para segurá-los? Outra realidade constatada: parece-me que os alunos, em sua maioria absoluta, não estão “nem aí” para a greve dos professores. Eles sabem que pouco aprendem nos 200 dias letivos. Se eles fizerem a EJA, poderão ganhar tempo. Eles poderão esperar mais, pois, de verdade, não estão perdendo quase nada. Ainda mais, se voltar o Supletivo que existia, onde em meio ano conclui-se uma série… Em um ano e meio está concluído o Ensino Médio e em dois anos, o Ensino Fundamental e aprende-se mais que no Ensino Regular… A greve pode continuar, pois, não estará comprometendo em nada o aprendizado dos alunos. Eles recuperam, lá na frente, com o processo de aceleração (“Correção de Fluxo”…). Há, ainda, as provas “online” , organizadas pelo Departamento da EJA… Aí, os alunos podem recuperar, também, o tempo, entre aspas, “perdido”. Assim sendo, na minha visão, o Governo vai economizar muito com esta greve: 1º. Diminuirá os alunos, podendo fechar turmas. O gasto com a merenda será menor. 2º. A demanda das escolas irá diminuir. O numero de professores e funcionários, também vai diminuir. Resultado Final da Greve: o Governo sai ganhado e a Comunidade, também. Assim, para resgatar OS ALUNOS, a qualidade das aulas terá que melhorar… Se isto não acontecer, os alunos farão greve!!! Professores e Mar-lei, não esqueçam que boa parte do aprendizado acontece pela IMITAÇÃO!!!

  13. SÉRGIO
    sexta-feira, 22 de maio de 2015 – 0:57 hs

    ERRATA: no texto acima, onde está escrito: … “o Governo sai ganhado e a Comunidade…”, Leia-se: “O GOVERNO SAI GANHANDO E A COMUNIDADE…”

  14. FUI !!!
    sexta-feira, 22 de maio de 2015 – 4:16 hs

    As greves vistas antigamente como reinvidicações justas de uma
    classe hoje passou a uma outra categoria com infiltrações maciças
    do PT. Hoje é sinônimo de baderna. Perdeu totalmente o sentido…

  15. araujo
    sexta-feira, 22 de maio de 2015 – 7:41 hs

    Tá na hora dos pelegos da APP fazer um estudo profundo sobre a queda vertiginosa do IDEB para o nosso estado.

  16. COMANDO
    sexta-feira, 22 de maio de 2015 – 8:07 hs

    Não dá para entender, gastam dinheiro em porcarias e não tem a dignidade de dar 8,17 aos servidores…

  17. ELEITOR ARREPENDIDO
    sexta-feira, 22 de maio de 2015 – 9:12 hs

    PERGUNTAR NÃO OFENDE .
    A APP SINDICATO VAI BATER PANELAS NA FRENTE DA UNIVERSIDADE FEDERAL. AFINAL LÁ TAMBÉM SÃO PROFESSORES

  18. srimparcial@yaho.com.br
    sexta-feira, 22 de maio de 2015 – 9:24 hs

    Essa professora Marlei não é aquela que foi candidata a Dep. Estadual pelo PT com o apoio do ex Dep Dr Rosinha também do PT, essa prof Marlei perdei feio a eleição, e agora taí fazendo baderna, prejudicando nossos filhos estudarem, e provavelmente perdendo o ano letivo, parabéns para está prof Marlei do “PT”.

  19. Zé da Bota
    sexta-feira, 22 de maio de 2015 – 9:39 hs

    Perguntar não ofende: A sra. Marlei Fernandes de Carvalho tem um salário de R$ 3.382,21 (fonte:Portal da Transparência) e fez na eleição de 2014 para deputado federal pelo PT a quantia de 29.855 votos (fonte:Justiça Eleitoral), então pergunto: Como que alguém que ganha tão pouco consegue tantos votos assim, quando sabemos que a campanha de deputado federal é uma das mais caras, alguma sugestão?

  20. Alto Comando
    sexta-feira, 22 de maio de 2015 – 10:06 hs

    Nem General RECEBE O SALÁRIO DELA!!!

    BOTA SALÁRIO NISSO!! PRA COMANDAR4 GREVE???

  21. Adriano Mello
    sexta-feira, 22 de maio de 2015 – 10:17 hs

    Essa Marlei é uma louca, alucinada, que grita histericamente. Se ela tivesse um mínimo de educação, com certeza, ajudaria na evolução das negociações.
    Enquanto isso, os verdadeiros professores (que merecem bons salários) continuam, ingenuamente, como massa de manobra política.
    É o ensino público do PR indo cada vez pior. Os indicadores são ruins porque o assunto está politizado.

  22. Antonio Alvaro Rosar
    sexta-feira, 22 de maio de 2015 – 11:18 hs

    Quem é está mulher para dizer o que deve ser feito, pois os professores são livres para voltar quando quiserem.

  23. COELHO RICOCHETE
    sexta-feira, 22 de maio de 2015 – 11:33 hs

    – O dia que essa generala pelega for acordada às seis da manhã com batucada na porta da sua casa (igual fizeram com o Romaneli) e os manifestantes gritando “menos greve e mais aula”;
    – O dia que a professorada companherada dela derem de cara com seus próprios retratos colados nas portas das escolas com os dizeres “INIMIGO DA EDUCAÇÃO”;
    – O dia em que a sede da APP for sitiada com pais e alunos impedindo-os de entrarem para trabalhar,
    Talvez nesse dia essa catrefa fedorenta petralha de língua prrresa entenda que já encheram o saco de todo mundo.

  24. jaime rodrigues
    sexta-feira, 22 de maio de 2015 – 11:59 hs

    privatização já, acaba logo com estes pelegos de sindicato e do PT

    RECEBEM SEM TRABALHAR, VIVE AS CUSTAS DE DINHEIRO PUBLICO

    O POVO PAGA PARA ESSES PTISTAS FAZEREM BABUNÇA.

  25. sexta-feira, 22 de maio de 2015 – 13:08 hs

    A greve é simplesmente política, pois os Professores com (P) maiúsculo não tem do que reclamar do Governo, pois foi no Governo Richa que tiveram os seu maiores índices de aumento salarial. Petista é intransigente e essa tal de Marlei, pelega do Sindicato, que mais poderia ser. Só serve ao Sindicato, pois para sala de aula, quiçá, está ultrapassada. A maioria dos petistas são recalcados, e essa aí, não deve fugir a regra. Toma vergonha na casa Marlei e vá trabalhar e deixe aqueles que o querem fazê-lo. O Governo Federal vai dar um aumento de 5% (cinco por cento) ao funcionalismo público federal e ninguém reclama. Por quê não reclamar do mesmo? Se não fosse a quebradeira dos Governos Lula e Dilma, hoje em dia, quiçá, estaríamos numa situação privilegiada, e não ver a PRESIDÊNCIA da República de Pires na mão atrás de seus aliados para votarem o ajuste fiscal, para sanar as burradas e a incompetência no erário.

  26. Juraci
    sexta-feira, 22 de maio de 2015 – 14:23 hs

    Manda dar um trato nessa safada que garanto que ela vai trabalhar nos pagamos ele pra fazer baderna não age por iniciativa própria mais sim a mando do PT MST CUT vai ver se ela vai gostar que invada a casa dela quebrem tudo ela vai berrar maria vai com as outras

  27. Juca
    sexta-feira, 22 de maio de 2015 – 15:19 hs

    Zé da Bota, parabéns por ter lembrado isso, nem me toquei e o povo em geral não sabia. A distinta é do PT, portanto está explicada a razão da insistência na greve para esculhambar o governador em retaliação por ter o PT (PCC) levado uma ducha nas eleições no Paraná. Isso comprova que a greve é política.

    Nome: Marlei Fernandes de Carvalho
    Idade: 47 anos (04/09/1967)
    Naturalidade: PR – Paranavaí
    Estado Civil: Divorciado(a)
    Ocupação: Professor de Ensino Médio
    Escolaridade: Superior completo

    Candidata a Deputada Federal Professora Marlei 1313

    Número: 1313
    Nome para urna: Professora Marlei
    Cargo a que concorre: Deputada Federal
    Estado: Paraná
    Partido: Partido dos Trabalhadores
    Coligação: Paraná Sempre em Frente (PT / PDT / PRB / PTN / PC do B)

  28. Jair Pedro
    sexta-feira, 22 de maio de 2015 – 16:28 hs

    Essa moça Marlei tem muita parecensa com a Rose, aquela amigona intima do Lula. Deve ser boa gente.

  29. Sergio Silvestre
    sexta-feira, 22 de maio de 2015 – 18:06 hs

    Na campanha para governador o Richa gastou no olho uns 20 milhões só na região de Londrina,com salario de poucos mais de 20 mil como pode fazer a campanha seus trouxas

  30. SÉRGIO
    sexta-feira, 22 de maio de 2015 – 19:02 hs

    Ela parece com a Glória Pires!!! É bem bonita!!!

  31. joel rezende
    sexta-feira, 22 de maio de 2015 – 20:01 hs

    Com o PT apoiando essa baderna fica dificil ter o minimo de equilibrio.
    Com o bloqueio da secretaria da fazenda o salario nao estara no banco no dia 30/05, e quem vai pagar o prejuizo?

  32. Moisés Fróes
    sexta-feira, 22 de maio de 2015 – 20:19 hs

    pilantra a serviço do PT.

  33. Moisés Fróes
    sexta-feira, 22 de maio de 2015 – 20:20 hs

    Pilantrona a serviço do PT, os paranaenses de verdade querem que Ella suma para Cuba.

  34. pedro
    sexta-feira, 22 de maio de 2015 – 20:44 hs

    AULA JÁ VAMOS TRABALHAR, OS PROFESSORES JÁ GANHAM MUITO PELO QUE TRABALHAM. SÓ QUEREM , QUEREM E QUEREM E TRABALHAR NADA. E O IDEB BAIXO.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*