Governo recebe servidores para explicar medidas de ajuste | Fábio Campana

Governo recebe servidores para explicar medidas de ajuste

sciarra222

Uma comissão de servidores será recebida nesta terça-feira, 19, pelo governo do Estado. O encontro vai servir para que o governo explique aos servidores as razões das medidas que vêm adotando para o equilíbrio das contas públicas e para reforçar que o índice possível de reajuste para o momento ficará em 5%. “Não estamos reabrindo negociações sobre a data-base. As conversas podem ser retomadas no momento em que as categorias em greve retornarem ao trabalho. O encontro é um gesto para demonstrar a boa vontade do governo para o diálogo”, disse o chefe da Casa Civil, Eduardo Sciarra.


16 comentários

  1. Mariana
    terça-feira, 19 de maio de 2015 – 10:57 hs

    Acha que tá falando com criança este sciarra. Vista as sandálias da humildade…. Menos arrogância e mais diálogo. Ninguém vai ceder a chantagem do governo e nem parar a greve para depois negociar….isto não existe. Reunir para explicar os ajustes???? Nós já entendemos a manobra, mas não concordamos. Existe uma insistência do governo em subestimar o servidor. Além de achar que todo mundo é alienado e acreditar, por exemplo, que o governador congelou seu salário e dos secretários, quando, na verdade tiveram um aumento de quase 15% em janeiro de 2015… Se o governador me der reajuste de 15% pode congelar o meu também!!!! O governo precisa parar de medir forcas e dialogar…pois os professores não cederao a pressão. Descontos no salario… Se fizer hj vai ter que devolver amanhã… Alias a justiça já proibiu corte do salário dos grevistas em SP, decisão que pode ser estendida para o PR. Governador, não estamos com medo, sua política de ameaça está nos deixando com mais raiva e indignação.

  2. zangado
    terça-feira, 19 de maio de 2015 – 11:04 hs

    Diálogo furado, querem ganhar tempo para algo escuso, enrolação.
    Acirrarar-se-ão os ânimos ainda mais.
    Dê-se lugar a gente que atenda o interesse da sociedade e não a preservação das benesses e comissionamentos, ou seja, o “mudar” para ficar como está.
    Peça para sair, fica mais fácil.

  3. BJORN BASCHEN
    terça-feira, 19 de maio de 2015 – 11:05 hs

    Quero ver eles entenderem… Mente fechada.

  4. Fabiano
    terça-feira, 19 de maio de 2015 – 11:16 hs

    E no salário do Beto Hitler, o reajuste foi de 5%???
    Volta a trabalhar vc primeiro Beto depois do aumento os servidores voltam também, SIMPLES ASSIM…

  5. Mariana
    terça-feira, 19 de maio de 2015 – 11:23 hs

    Complementando…. os salários do governador e secretários atendem legislação específica e estão vinculados aos salários dos ministros. A lei é seguida a risca…publicada e cumprida instantaneamente…. em janeiro. A lei do piso dos professores também prevê reajuste em janeiro, mas esta é ignorada pelo governador. Dois pesos e duas medidas … Austeridade no bolso dos outros é refresco! Estou disposta a sofrer corte de salário, perder direitos como promoção, progressão, licença …. mas manter firme na greve, até ter o mínimo de respeito que mereço. E, assim como eu, a maioria dos professores está disposta a perder agora par ser respeitado. Aqueles que defendem o governo é porque ou tem CArGAO ou porque merecem uma educação de péssima qualidade. Sou filha da escola pública, mestre em educação pela UFPR, podia estar fazendo outra coisa menos estressante ou voltar a trabalhar em escola privada ganhando bem mais, mas fiz opção pela escola pública, por aqueles que só tem a escola como única opção de um futuro um pouco mais digno. Dou o meu melhor no meu trabalho, dedico a ele as melhores horas do meu dia, delego a outros o cuidado da minha filha…. Por tudo isso exijo respeito. Se voltarmos agora nunca mais seremos respeitados!

  6. Jose Rosa
    terça-feira, 19 de maio de 2015 – 11:27 hs

    CHEGA DE CONVERSA FIADA, DESCONTA OS DIAS PARADOS.

    MAIORIA DESSES PROFESSORES NAO ESTÃO NEM AÍ PARA OS ALUNOS DE ESCOLAS PUBLICAS… O FILHO DELES ESTAO NAS PARTICULARES QUENAO TEM GREVE.

  7. professor
    terça-feira, 19 de maio de 2015 – 11:39 hs

    Há vaga para governador do estado do Paraná.
    Requisitos: que vá ao trabalho regularmente e não delegue decisões a terceiros.

  8. Fortezza
    terça-feira, 19 de maio de 2015 – 11:54 hs

    Esse governo é uma píada de mau gosto, na eleição o sr Beto richa disse em campanha que as contas do estado estavam sanadas, estavam equilibradas, depois q passou a eleição o aconteceu com as contas do governo, o peixe morre pela boca.

  9. luis
    terça-feira, 19 de maio de 2015 – 12:23 hs

    “PARABÉNS MARIANA”

    Lei de Responsabilidade Fiscal.

    Art. 22. A verificação do cumprimento dos limites estabelecidos nos arts 19 e 20 será realizada ao final de cada quadrimestre.

    Parágrafo Único. Se a despesa total com pessoal exceder a 95% (noventa e cinco por cento) do limite, são vedados ao Poder ou órgão referido no art. 20 que houver incorrido no excesso:

    I – concessão de vantagem, aumento, reajuste ou adequação de remuneração a qualquer título, salvo os derivados de sentença judicial ou de determinação legal ou contratual, RESSALVADA REVISÃO prevista no inciso X do art. 37 da Constituição;

  10. COMANDO
    terça-feira, 19 de maio de 2015 – 12:47 hs

    Afinal quem é o governador????

  11. Mauricio
    terça-feira, 19 de maio de 2015 – 14:33 hs

    Caros professores: vocês se meteram em uma enrascada. Há décadas, as lideranças de vocês vêm construindo um discurso de vitimização. A imagem que vocês vendem não é a de profissionais competentes e comprometidos, MAS DE COITADINHOS, ESTROPIADOS E MALTRATADOS. E vocês venceram: a população está do seu lado, comprou essa imagem (nada seduz mais a alma brasileira do que um coitado, afinal). Quando vocês fazem greve – mesmo a mais disparatada e interminável -, os pais de alunos não ficam bravos por pagar impostos a profissionais que deixam seus filhos na mão; pelo contrário, apoiam a causa de vocês. É uma vitória quase inacreditável. Mas prestem atenção: essa é uma vitória de Pirro, obtida a alto preço e acarretadora de prejuízos. O tempo das vacas gordas já era, e a educação passou a ser prioridade inadiável na era do conhecimento. Nesse cenário, a chance de que se continue atirando dinheiro no sistema educacional sem haver nenhuma melhora, a longo prazo, é zero. VOLTEM ÀS SALAS DE AULA; provem sua tese de educadores. Depois disso, exijam a retomada das negociações.

  12. terça-feira, 19 de maio de 2015 – 15:23 hs

    O RESPEITO É BOM E TODO MUNDO GOSTA, AGORA DIZER QUE NÃO VOLTA A SALA DE AULA PARA SER RESPEITADA, CARA PROFESSORA, ESTÁ DIZENDO BOBAGENS QUE NÃO FICA BEM PARA A SU CLASSE. PERGUNTAR NÃO OFENDE? QUAL O RESPEITO QUE VOCÊ MARIANA E O RESTANTE DOS PROFESSORES ESTÃO TENDO COM OS ALUNOS E OM OS PAIS DESTES? RESPONDA-ME SE PUDER, MAS COM ARGUMENTOS SÓLIDOS E VERDADEIROS, E NÃO COM MERAS CONJECTURAS ARTIFICIALMENTE USADAS PELOS PETISTAS, APP, CUT E ALIADOS DO QUANTO PIOR MELHOR.

  13. Hiram
    terça-feira, 19 de maio de 2015 – 17:04 hs

    Não respeitam decisão da justiça que declarou a greve ilegal. Não respeitam o poder legislativo, quebraram todo o plenário da Assembleia, e vão quebrar novamente. Então como esperar que respeitam os alunos ou seus pais. Afinal eles são apenas professores!

  14. ayrton
    terça-feira, 19 de maio de 2015 – 18:02 hs

    Sciarra não serve para ser chefe da casa civil. Ele não tem jogo de cintura e nem capacidade para a função. Acho que um bom nome , seria do Romanelli que esta se mostrando um bom articulador e negociador.

  15. Luiz Eduardo
    terça-feira, 19 de maio de 2015 – 19:48 hs

    Os senhores e senhoras que se posicionam contra os professores em sua luta para serem contemplados com aquilo que é de direito, dou uma sugestão: PONHAM SEUS FILHOTES EM ESCOLA PARTICULAR!.

  16. Mauricio
    quarta-feira, 20 de maio de 2015 – 13:52 hs

    É nessa hora que prevalece a ignorância (conveniente a alguns poucos e partidários) e se acha que alguém está CONTRA os professores ou CONTRA os funcionários públicos do Paraná. NINGUÉM ESTÁ CONTRA OS FUNCIONÁRIOS (sejam professores ou não). Acontece que nessa hora só se pensa nos Direitos e todos esquecem os DEVERES !!!!!!!!!

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*