Governo libera R$ 234 milhões para pagamento de fornecedores | Fábio Campana

Governo libera R$ 234 milhões para pagamento de fornecedores

unnamed

O Governo do Paraná começa a liberar nesta sexta-feira (15) R$ 234 milhões para o pagamento de fornecedores. Os recursos serão distribuídos para 17 mil credores e vão quitar dívidas de até R$ 100 mil. A decisão de fazer o pagamento de fornecedores foi tomada na manhã desta quarta-feira (13), durante reunião entre o governador Beto Richa e o secretário da Fazenda, Mauro Ricardo Costa.

“Gradualmente estamos recuperando o pleno equilíbrio financeiro. Fixamos uma agenda de pagamentos que será cumprida rigorosamente nos próximos meses”, declarou o governador. “Quero agradecer aos nossos fornecedores e prestadores de serviços, especialmente aos de menor porte, por esta boa parceria com o governo. Eles tiveram confiança e nós vamos retribui-la integralmente”, acrescentou Richa.

A quitação de dívidas será possível graças aos primeiros resultados de um ajuste fiscal que começou no fim de 2014 e continua em andamento pelo governo. As medidas preveem o aumento de receitas e a redução de despesas e permitem ao governo, aos poucos, regularizar o pagamento de contas e retomar investimentos no Estado.

“O ajuste fiscal está propiciando que o Estado honre seus compromissos e retome obras importantes de infraestrutura”, disse o secretário Mauro Ricardo Costa. Ele explica que as ações são articuladas e refletem a continuidade de medidas de regularização das finanças do Paraná.

De acordo com a Secretaria da Fazenda, o governo conseguiu, no começo do mês, colocar em dia o pagamento de benefícios aos servidores. Depois, no início da semana, voltou a investir em importantes obras rodoviárias no interior e na Região Metropolitana de Curitiba. Agora, vai pagar os pequenos fornecedores.

RODOVIAS – Para a retomada de obras rodoviárias, estão previstos investimentos no valor de R$ 102 milhões em oito projetos, que incluem duplicações de rodovias no interior e na RMC, a construção de vias de acesso e a implantação de um viaduto.

A conclusão da duplicação de 17 quilômetros da rodovia PR-445, entre Londrina e Cambé, no Norte do Estado, está no pacote. As obras foram divididas em três lotes e estão sendo finalizadas.

Também terão continuidade os serviços de duplicação de 6,5 quilômetros da PR-417, conhecida como Rodovia da Uva, entre a Capital paranaense e o município de Colombo, na Região Metropolitana.

A conclusão da duplicação de um trecho de 3,8 quilômetros da rodovia PR-323, entre Maringá e Paiçandu, no Noroeste, também integra o pacote de obras. Ela está na fase final de pavimentação e construção de calçadas.

Serão finalizadas, ainda, a pavimentação em um contorno de 1,8 quilômetro no entroncamento entre a PR-281 e a PR-419, em Agudos do Sul, a construção de acesso ao campus da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR), em Francisco Beltrão, e a implantação de um viaduto na Avenida Paraná, em Foz do Iguaçu.
2 anexos


3 comentários

  1. gabi
    quarta-feira, 13 de maio de 2015 – 20:14 hs

    Lendo a matéria do Blog Caixa Zero / Gazeta do Povo, se tem noção de como o governo Beto Richa é mentiroso, cínico e incompetente: O Tribunal de Contas do Estado afirmou por meio de nota enviada ao blog que o governo do estado ainda não enviou nem mesmo todos os dados referentes às contas do ano passado para que se possa calcular se o Executivo está ou não dentro do limite prudencial da Lei de Responsabilidade Fiscal. Os dados são importantes porque o governo diz depender de um “aval” do TC para saber se tem como oferecer reajuste aos servidores.

  2. CasaGrande
    quinta-feira, 14 de maio de 2015 – 8:50 hs

    Opa agora vai pagar, pq os outros Secretários quebraram os pequenos e era só Enrolation …

  3. QUESTIONADOR
    quinta-feira, 14 de maio de 2015 – 11:28 hs

    -O secretário da Fazenda, Mauro Ricardo Costa, resolveu abrir a mão!!!
    -Depois que o governo recebeu quase todo o IPVA e outros impostos, agora fica fácil realizar o pagamento, às custas do suor dos trabalhadores paranaenses!!!!
    -Ainda bem que vão pagar, pois tem muito empresário quase fechando as portas por fazer contrato com o estado e o mesmo não honrar o pagamento dos serviços prestados.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*