Dilma corta R$ 60 mi da saúde em Curitiba | Fábio Campana

Dilma corta R$ 60 mi
da saúde em Curitiba

dilma fruet

O prefeito de Curitiba, Gustavo Fruet (PDT), está chorando pelos cantos o corte de R$ 60,4 milhões do governo federal na saúde e que vai afetar obras em Curitiba. Os cortes devem atingir o Hospital da Zona Norte e o Instituto da Mulher, anunciados por Fruet em janeiro do ano passado e com previsão inicial de entrega para o ano que vem já descartada. O Hospital da Zona Norte – R$ 86,4 milhões em recursos federais, estaduais e municipais – até mudou e endereço: do Tarumã para o Atuba. Já o Instituto da Mulher será construído no Sítio Cercado. Com relação à UPA do Tatuquara, prevista para 2016, e outras 5 unidades básicas de saúde, a preocupação é menor, já que a maior parte dos recursos não é da União. As informações são do Metro Curitiba.


14 comentários

  1. juvenil correia
    quinta-feira, 28 de maio de 2015 – 14:09 hs

    E AGORA PT, APT

    GREVE NA SAUDE RSSSS

  2. Beatrix Kiddo
    quinta-feira, 28 de maio de 2015 – 15:17 hs

    Com ou sem corte a Saúde na nossa cidade vai ficar na mesma, mesma m… de sempre.

  3. Freddy Kruger
    quinta-feira, 28 de maio de 2015 – 15:32 hs

    Aonde estão os militantes do PT, MST, Professores e outros baderneiros de plantão nesta hora, gritando por seus direitos ! Estão com o rabinho entre as pernas, que nem cachorrinhos assustados. Só quero ver se vão iniciar alguma manifestação ? Bando de interesseiros. De novo, óooh…. no do Povo.

  4. Vigilante do Portão
    quinta-feira, 28 de maio de 2015 – 16:12 hs

    Não falam NADA sobre o Posto de Saúde do Rebouças?

    Ano passado, pouco depois da Copa, Um valioso terreno, nas imediações das Arena, ficou desocupado.

    A Prefeitura prometeu construir um Posto de Saúde.

    Seriam iniciadas as obras no começo de 2015.
    Disse o secretário0, em matéria da RPC.

    Passei, ainda outro dia, na Rua do citado terreno. Continua vazio, sem nada que indique alguma obra.

  5. FRANCO
    quinta-feira, 28 de maio de 2015 – 16:22 hs

    E olha que secretário da saúde é da cota do PT, e indicação pessoal do ex-ministro da Dilma.

  6. taderu rocha
    quinta-feira, 28 de maio de 2015 – 16:33 hs

    BEATRIX, COM TODO RESPEITO,,, NÃO FALE BESTEIRA, É PENSAMENTO TEU É DE PT,, A DILMA TIRA DA SAÚDE DO PARANÁ 60 MILHOES E VOCE DIZ QUE FICA COMO ANTES, PT TEM ESSE PENSAMENTO , PARE DE FALAR BESTEIRA. PT, CHEGA OLHE MENSALÃO E PETROBRAS..

  7. Falido e mau pago
    quinta-feira, 28 de maio de 2015 – 17:44 hs

    Quando os proprietários da rpc necessitarem de atendimento médico, recomendo que procurem o sistema público de saúde de Curitiba.

  8. Observador Atento
    quinta-feira, 28 de maio de 2015 – 22:15 hs

    Fruet anda muito “bem” acompanhado. Da Dilma, a que não sabe de nada e que mentiu descaradamente para o povo brasileiro e da senadora do petrrolão!

  9. walter neiva
    sexta-feira, 29 de maio de 2015 – 11:53 hs

    É A DILMA A GLEISI E O PT QUERENDO DETONAR O ESTADO DO PARANA O POVO NÃO TEM NADA COM ISSO NÃO GOSTÃO DO BETO FAÇA ALGO CONTRA ELE E NÃO CONTRA O POVO PARANAENSE.

  10. Marcelo
    sexta-feira, 29 de maio de 2015 – 13:45 hs

    O governo apresentou uma proposta de 12% de aumento, e Gleisi e seus capachos não querem aceitar, até porque essa greve que eles estão causando está fazendo sua turma articular.

  11. Kekinha
    sexta-feira, 29 de maio de 2015 – 13:46 hs

    Gleisi nunca trabalhou pelo bem e interesse da população, só pelo interesse dela e sua turma do contra. Um exemplo é a greve articulada pela turma do PT infiltrados na direção da APP.

  12. Creusa
    sexta-feira, 29 de maio de 2015 – 13:48 hs

    A turma de capachos de Gleisi só trabalham pelo interesse deles, inclusive ela também. Eles que estão por trás dessa greve totalmente politiqueira. Até rejeitaram o 12% de aumento, sendo que nenhuma categoria do setor privado conquistou isso até o momento no estado.

  13. Wesley Vicentino
    sexta-feira, 29 de maio de 2015 – 15:24 hs

    Gleisi vem trabalhando dia após dia contra o interesse da população, na verdade o fato é que ela nunca trabalhou para o interesse da população, e junto com sua turma articulou essa greve, e que estão rejeitando até 12% de aumento, até agora algum se quer setor conquistou isso até esse momento no nosso estado

  14. Rebeca Valentina
    sexta-feira, 29 de maio de 2015 – 17:33 hs

    Gleisi Hoffmann nunca trabalhou pelo interesse da população, somente pelo interesse dela e de seus capachos. E um exemplo é a greve que sua turma esta articulando, até rejeitaram 12% de aumento. sendo que ser quer alguma categoria do setor privado conquistou isso até o momento no nosso estado.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*