Romanelli quer negociar, mas governo endurece | Fábio Campana

Romanelli quer negociar, mas governo endurece

romanelli22

da Banda B:

Como todos os prazos para cumprir o calendário escolar para 2015 já foram estourados e o desgaste do Governo também já ultrapassou todos os limites, surge a possibilidade de que os dois lados cedam e cheguem a um acordo nesta semana, acredita o deputado Luiz Cláudio Romanelli, líder do governo. A paralisação completa nesta segunda-feira 29 dias, mesmo tempo que durou a primeira greve no início do ano. Mas agora o governo não quer negociar, ao menos enquanto os professores não voltarem ao trabalho.

A proposta de Romanelli (PMDB), junto à APP-Sindicato, que representa os professores, é da reposição integral da inflação, de 8,17%, mas de forma escalonada, de acordo com as possibilidades de Caixa do Estado, desde que isso ocorra ainda em 2015. Dessa forma, os dois lados cederiam. Os professores conseguiriam a reposição integral, mas não só de uma vez como querem, e o Governo subiria a proposta de reajuste de 5% para 8,17%, mas de forma escalonada, de acordo com a capacidade de caixa.

A proposta que vem sendo negociada é essa, porém, até o momento, nenhum dos lados até o momento admite que poderá ceder. O fato é que o desgaste já imenso tanto para professores quanto para o Governo, sem falar nos alunos, os maiores prejudicados. Na Assembleia, os deputados da base do governo Richa já sinalizam que o Governo será derrotado, caso insista na reposição de 5% em duas vezes. Por outro lado, na queda de braço, os professores em greve já começaram a ter os salários descontados e o movimento já não tem a adesão praticamente total, como tinha antes.

“Desejamos um reajuste que possa repor os salários na sua plenitude, ou seja, o índice do IPCA de 8.17%. Mas, por outro lado, reconhecemos as dificuldades que o Governo tem hoje para efetuar todo este reajuste.A proposta que estamos discutindo é o pagamento em duas parcelas, uma no segundo semestre de 2015 e a outra no primeiro de 2016 com a garantia do zeramento de qualquer de perda financeira para os servidores, afirmou Romanelli, que negocia a proposta deste a semana passada.

O envio do projeto de reajuste depende da conclusão das negociações para ser enviado para apreciação dos deputados. “Vamos trabalhar, não há outro caminho. Democracia é diálogo e construção de soluções”, completou Romanelli.


9 comentários

  1. Vigilante do Portão
    segunda-feira, 25 de maio de 2015 – 10:17 hs

    Humm,

    Tá chegando o final do mês…

    Os jornais escondem:

    A FOLHA está sendo rodada, COM desconto dos dias parados.

    culpa?

    Da APP, dos Sindicatos…

    Para criar factoide, ontem a Gazetona apresentou matéria FURADA, propositadamente furada.

    Compara, por exemplo, Paraná X Espirito Santo.

    Um estado com o DOBRO do número de comarcas do outro.

    Mais Comarcas?

    – Mais Juízes;
    – Mais funcionários;
    – Mais aluguel de imóveis;
    – Mais telefone, luz, água…

    Quantos Processos o TJ do Espírito Santo Julga?
    Quantos são os Desembargadores?

    Em outro erro proposital, compara Estados com Fundo próprio para pagar aposentadorias e Pensões, com o Paraná, no qual a despesa é inclusa no gasto do respectivo Poder.

    É

  2. jaime rodrigues
    segunda-feira, 25 de maio de 2015 – 10:22 hs

    FORA PTZADA, MARAJÁS, SANGUE SUGUAS, ARRUACEIROS,

    NAO RESPEITAM DECISÃO JUDICIAL.

  3. marcos
    segunda-feira, 25 de maio de 2015 – 10:29 hs

    e apelegada de beto richa delira aqui no blog

  4. MANOEL BOCUDO.
    segunda-feira, 25 de maio de 2015 – 10:43 hs

    VAMOS TRABALHAR MEU POVO, ESTÁ NA HORA DOS NOSSOS FILHOS COMEÇAREM O ANO LETIVO, EM MAIO, MEIO TARDE CLARO É MOLE. A APP LUTA POR SALÁRIOS NA ENTIDADE. VAMOS DAR UMA OLHADA NO PORTAL DO ESTADO PARA VER OS SALÁRIOS DOS MESTRES, E COMPARE COM OUTRAS CATEGORIAS, E DÁ UMA ANALISADA RÁPIDA. COMPAREM!!!!!
    MAS ALGUNS QUEREM TRABALHAR E NOSSOS FILHOS QUEREM ESTUDAR. ALGUEM JÁ PENSOU NELES??? A APP E SEUS NOMEADOS PARA A ENTIDADE QUEREM GUERRA PARA COBRIR OS ESCANDALOS DA DONA DIRMA CLARO, ACEITEM PROFESSORES E NÃO VAO NA ONDA DESSA MARLEI RANCOROSA, DEVIDO A DERROTA DA GLEISI NO ESTADO, ELA TEM ODIO DE VER OUTRAS PESSOAS NO CARGO QUE ELA SONHAVA, SECRETÁRIA DE EDUCAÇÃO DA BARBY.

  5. segunda-feira, 25 de maio de 2015 – 11:34 hs

    Tem que endurecer, pois até agora obtiveram tudo que reivindicaram, e querem cada vez mais. Nada de diálogo, é DEMISSÃO POR JUSTA CAUSA, e ainda o desconto dos dias de “FOLGA”. Belo exemplo a APP e os professores estão dando ao Estado e ao País descumprindo ORDEM JUDICIAL. Esses petistas não respeitam ninguém, desde que seu chefe mor o Lula, dedo duro da ditadura, de codinome BARBA, não figurou como réu no Mensalão e agora na Lava Jato. Aguardem que é uma questão de tempo, que teremos surpresas por aí. Com a palavra RICARDO PESSOA.

  6. Augusto
    segunda-feira, 25 de maio de 2015 – 11:58 hs

    De acordo com as possibilidades de Caixa do Estado, é muito vago!
    Deveria pelo menos existir um calendário fixo deste parcelamento.

  7. valdir bassai
    segunda-feira, 25 de maio de 2015 – 13:40 hs

    30 dias sem aparecer no trabalho é só mandar embora. Isso eu conheço como abandono de emprego ja que a greve foi declarada ilegal.
    Cortar o salários dos dias não trabalhados é o primeiro passo.

    Greve por direitos dos professores desde que seja Legal eu até concordo, mais greve com objetivo político como está acontecendo, pode mandar embora essa turma.

  8. Aline
    segunda-feira, 25 de maio de 2015 – 14:31 hs

    E nós os otários pagamos a conta . Servidor público hoje é a ELITE BRASILEIRA, eles nunca ficam sem aumento mesmo que o país esteja passando por crise.

  9. Mírian Waleska
    segunda-feira, 25 de maio de 2015 – 16:30 hs

    Não tem que ceder coisa nenhuma, o governo já cedeu demais para essa ptzada do diabo, é por isso que ficaram sem vergonha, chega disso, já configurou JUSTA CAUSA mandem embora, contratem os PSS que estão loucos prá trabalhar, mandem estes comunistas para o olho da rua. Em respeito aos trabalhadores paranaenses o governo deve sim descontar os dias parados e dar justa causa.
    Esses batatas podre que estragam os outros tem que mandar tudo para o olho da rua, vermelhos desgraçados.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*