Citadas na Lava Jato, agências de publicidade receberam instruções sobre Lei Anticorrupção | Fábio Campana

Citadas na Lava Jato, agências de publicidade receberam instruções sobre Lei Anticorrupção

ricardo hoff1

Marcelo Sperandio, Época:

Engolfado nas investigações da Operação Lava Jato, o mercado publicitário não pode alegar desconhecimento. Há um ano, a Associação Brasileira de Agências de Publicidade (Abap) fez uma “reunião nacional” em que os advogados do escritório Peixoto e Cury apresentaram a palestra “Lei Anticorrupção – aspectos práticos, legais e controversos”. Um dos slides dizia que um dos atos lesivos contra a administração é a “obtenção de vantagem indevida mediante suborno de funcionário público”. E alertava: “Não subornar ou tentar subornar ninguém!”. Associadas à Abap, a Borghi Lowe e a FCB receberam todo o material da palestra. As duas são investigadas pela Operação Lava Jato por suspeitas de pagaram propinas para conseguirem contratos com o governo federal. O publicitário Ricardo Hoffmann, ex-vice-presidente da Borghi Lowe que foi preso pela Polícia Federal, já aceitou fazer delação premiada.


2 comentários

  1. BigPeter
    terça-feira, 5 de maio de 2015 – 10:41 hs

    Pelo menos isso, não é mesmo, gaudério? – Mas vê se não esquece de ninguém. Especialmente da petezada graúda…
    De Delúbios, Vaccaris, aloprados, e outros delinquentes petistas do mesmo nível, as ruas e as cadeias estão cheias.
    Pecisamos de coisas com nove dedos, e coisas que vestem terninho vemelho até pra dormir, pra lembrar do tempo em que assaltavam, explodiam quartéis, sequestravam, matavam e o diabo a quatro.
    Vamos fechar esse cerco, encerrando assim essa fase triste, fúnebre, que graças às quadrilhas petistas que nos assaltaram, estamos atravessando.

  2. terça-feira, 5 de maio de 2015 – 12:50 hs

    Esperamos que Ricardo Hoffmann faça uma sincera DELAÇÃO , não esquecendo da prima e nem dos padrinhos

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*