Beto Richa fala para a Folha e Jornal Nacional | Fábio Campana

Beto Richa fala para a Folha e Jornal Nacional

unnamed1

Com a saída do secretário Fernando Francischini houve certa distensão no ambiente politico que estava pesado e sujeito a chuvas e trovoadas desde o confronto entre a Polícia Militar contra professores e outros manifestante que queriam tomar a Assembleia Legislativa para impedi-la de votar a reforma previdenciária.

O governador Beto Richa deu entrevista à imprensa, especialmente para a Folha de São Paulo e para o Jornal Nacional da Globo.Garantiu que as sindicâncias sobre possíveis excessos cometidos pela PM durante o confronto vão continuar. E que nos próximos 30 dias deverá pensar em novo comando geral da Segurança Pública.


3 comentários

  1. Beatrix Kiddo
    sexta-feira, 8 de maio de 2015 – 18:40 hs

    O piá de prédio tirou o dele da reta e pôs o dos dois secretários demitidos, à primeira vista tem-se a impressão de que foi a dupla a culpada pela pancadaria toda. Mas não foi, como é o piá que nomeia e desnomeia, para ele é fácil. Difícil vai ser para a dupla desempregada. O delegado volta ao seu emprego de deputado, e o outro desempregado já tem um novo emprego em mente? Com certeza tem um sim, esta gente nunca fica na pior.

  2. PRIORADO DE SIÃO
    sexta-feira, 8 de maio de 2015 – 20:51 hs

    É senhores professores não pensem que estão cheios de razão. Quando o povo paranaense, mesmo as suas escolas precisarem de um cara sério, para acabar com a corrupção e o tráfico de drogas, chamem o presidente da app-sindicato para resolver. Arrumaram para a cabeça do Francischini, mas ainda vão lembrar que ele salvou muitas vidas e muitas famílias.
    Pergunta: Por que será que ele prendeu dois dos maiores traficantes do mundo e outros policiais não ? Vocês imaginam por quê ?
    Ele não aceita dinheiro sujo, que é o que mantém esse país na merda.

  3. valney Gonçalves
    sábado, 9 de maio de 2015 – 10:04 hs

    A greve só vai acabar quando esse Beto e esse romalli renunciar falo como professor

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*