'Se fosse um só ferido já seria lamentável', diz Beto Richa | Fábio Campana

‘Se fosse um só ferido já seria lamentável’, diz Beto Richa

Governador Beto Richa.Foto/ ANPr

O governador Beto Richa disse na manhã desta quinta-feira (30), em entrevista para rádios, que lamenta profundamente o grave incidente ocorrido no Centro Cívico que deixou pessoas feridas durante a manifestação de ontem. “Se fosse apenas um só ferido já seria lamentável. Tenho um grande respeito pelos professores e sou norteado por princípios democratas e de respeito à lei”, disse Richa.

Beto Richa defendeu a operação policial e disse que um inquérito será aberto para investigar se houve abusos. A confusão começou com militantes black blocs, infiltrados no movimento, atacaram os soldados da Polícia Militar para invadir a Assembleia Legislativa. Sete integrantes do movimento foram presos atirando pedras e coquetéis molotov contra os policiais. “Eu pedi a polícia e aos professores o máximo de comedimento para evitar ao máximo o confronto. O grande problema é que havia integrantes de outros movimentos radicais infiltrados em meio aos manifestantes”.

Richa explicou que houve diálogo na elaboração do projeto de ajuste da previdência, que foi acompanhado por especialistas e membros dos sindicatos. O governador criticou o sindicato dos professores, que, de acordo com ele, agiu de má-fé para gerar desgaste ao governo estadual. “Eles fizeram parte da discussão do projeto, mas não repassaram as informações aos seus filiados. Pelo contrário, mentiram dizendo que iriamos acabar com a previdência dos servidores”.

A motivação da greve também foi questionada pelo governador. “Um movimento sem justificativa e sem razão, até porque, atendemos todas as revindicações dos professores”, disse. Em quatro anos, o governo aumentou em 60% o salário e em 75% a hora atividade dos professores. “Fui o governador que deu o maior aumento salarial da história do Paraná, e com certeza um dos maiores do Brasil”, afirmou Richa.

O governador reafirmou que o parlamento precisa ter liberdade para votar os projetos e que não é possível aceitar ameaças contra os deputados. “Cumprimos uma determinação da Justiça para garantir a votação. É preciso pôr fim às ameaças de invasão à Assembleia Legislativa. Se houvesse mais uma invasão tínhamos que fechar o parlamento e dar a chave ao sindicato para decidir o que eles querem votar. Isso não pode acontecer, lá há 54 deputados que têm legitimidade para representar todos os paranaenses”, afirmou.

Richa elogiou os policiais que têm realizado um bom trabalho reduzindo os índices de criminalidade em todo o Paraná. “A polícia tem feito excelente trabalho, reduzindo o crime e com grande volume de drogas apreendida”.

Previdência – O governador defendeu o projeto da previdência aprovado pelos deputados estaduais e disse que a proposta é a melhor possível para o funcionalismo. “A popularidade pode oscilar o que não pode é coerência. Não estou pensando só no presente e sim no futuro, com medidas essenciais e inadiáveis para os paranaenses. Estou pagando o preço pessoal e agindo de forma responsável, aprovando medidas impostantes e necessárias”, afirmou Richa. Ele explicou que assumiu o governo estadual em 2010 com o fundo de previdência com R$ 3,9 bilhões. Hoje, esse mesmo fundo tem R$8 bilhões. “É o mais capitalizado do Brasil com solvência de 35 anos”.

O novo plano transfere 30 mil beneficiários com mais 73 anos do Fundo Financeiro para o Fundo de Previdência, desonerando o Poder Executivo do pagamento de R$ 125 milhões por mês. Além disso, prevê novos aportes a partir de 2021, quando haverá o reinício do repasse de royalties de Itaipu, em mais de 1 bilhão. “Não tem nenhum prejuízo aos servidores e aposentados, pelo contrário”.


17 comentários

  1. SERVIDOR PUBLICO
    quinta-feira, 30 de abril de 2015 – 18:15 hs

    governador não é o que pensa seu secretario

  2. ELEITOR CURITIBANO
    quinta-feira, 30 de abril de 2015 – 18:49 hs

    Governador que o povo do Paraná votou,mas não merece.

  3. Palpiteiro
    quinta-feira, 30 de abril de 2015 – 19:08 hs

    Ele vai cavando a sua sepultura com as próprias mãos ensanguentadas.

  4. giobbe
    quinta-feira, 30 de abril de 2015 – 19:12 hs

    É bem oportuno lembrarmos a atual situação que enfrenta o Executivo Paranaense com a ajuda da ALEP, daquela ocorrida em Roma há pelos menos 2000 mil anos….O imperador incendeia a cidade e tenta eximir-se da culpa acusando naqueles idos os Cristãos….e em nossos dias são os inexistentes Black blocks (no Paraná) os causadores de toda a confusão….agora como de costume irão abrir uma investigação para verificar quem são os culpados….sempre haverá um ou dez…isto realmente não importa… o improtante é lembrar que se este PL fosse bom não precisaria de policiais para garantirem sua votação, certo ???

  5. Luiz Henrique Alves de Souza
    quinta-feira, 30 de abril de 2015 – 19:14 hs

    É o segundo governador pertencente aos quadros do PSDB paranaense que manda bater em professores. Mais um, dá para pedir música no Fantástico! Com que cara o Aécio Neves (que aliás, tem o mesmo perfil do Richa) vai pedir votos aqui no Estado?

  6. PARANA NETO.
    quinta-feira, 30 de abril de 2015 – 20:11 hs

    QUEBRARAM O ESTADO DE TANTO ROUBAR….MAS ROUBAR MUITO …. E AGORA VAI SE AGARRAR NO DINHEIRO DA PREVIDENCIA….HURRA QUE GELADA SEU BETO RICHA…QUE GELADA….

    PN.

  7. quinta-feira, 30 de abril de 2015 – 20:12 hs

    Imagina o que esse cara é capaz de fazer com o Povo…Beto pede pra sair que Vergonha…..meu Deus tá muito feio pra vc rapaz ….

  8. SERVIDOR PUBLICO
    quinta-feira, 30 de abril de 2015 – 21:23 hs

    o senhor fala isto porem não tomou nenhuma providencia na segurança publica, para as pessoas isto soa como conivência com os atos insanos ocorridos em frente a assembleia. será que estou tão errado depois de mais de 40 anos como funcionario publico nunca vi nada igual a necessidade financeira não justifica e ainda todos sabiamos que poderia surgir o confronto porem a secretaria de segurança agiu de forma impensada e mostrou não ter nenhum preparo para administrar conflitos .

  9. Juvenil cordeiro
    quinta-feira, 30 de abril de 2015 – 21:31 hs

    Fora baderneiros do Pt

  10. Sergio Silvestre
    quinta-feira, 30 de abril de 2015 – 22:19 hs

    Conversa cara,de novo tenta passar a responsabilidade dos seus atos para terceiros,acabou seu governo,professores não esquecem,está frito.

  11. Pereira Vieira Corretor de Imó
    quinta-feira, 30 de abril de 2015 – 22:51 hs

    Finalmente estou vendo o “CHOQUE DE GESTÃO” prometido pelo Governador no 1º mandato!
    ou ele vai até o final e prova que a decisão foi sensata ou será o fim da carreira politica.

  12. Magrão
    sexta-feira, 1 de maio de 2015 – 8:03 hs

    Ferido pelo Atiradores de Elite que estavam encima no terraço do Palácio Iguaçu ?
    QUE VERGONHA GOVERNADOR BETO RICHA !!!

  13. Amauri
    sexta-feira, 1 de maio de 2015 – 11:11 hs

    Só mentiras e hipocrisia como sempre. Lamentável.

  14. Beatrix Kiddo
    sexta-feira, 1 de maio de 2015 – 11:25 hs

    Que papo mais furado é este piá de prédio, tanto você quanto a PM sabiam das “más intenções” da APT/Sindicato e da participação dos barra brava, os famigerados Black blocs. Agora ficar chorando leite, ou melhor, sangue derramado não justifica nada. Querer tapar o sol com a peneira não dá mais. Se tivessem agido mais coma cabeça, prendido os barra bravas antes, talvez o pior não tivesse acontecido. E que coisa foi esta de alimentar PM com mortadela azeda? Mais respeito com aqueles que pagamos para nos proteger de bandidos como estes Black blocs.

  15. augusto palhares
    sexta-feira, 1 de maio de 2015 – 11:36 hs

    é melhor esse senhor ficar queito, quanto mais ele abre a boca pior fica, agora é tarde demais, vai ter que convicer até o final da sua vida com isso, o pai dele deve estar chorando no céu, era uma pessoa muito correta e jamais teria feito aquilo

  16. luiz saragiotto
    sexta-feira, 1 de maio de 2015 – 12:10 hs

    É ISSO AI BETO

    Nós “a maioria” te elegemos para GOVERNAR.
    Governar com austeridade nem sempre agrada a todos, especialmente aqueles que não quem abrir mão de suas benesses em nome de um futuro melhor para todos.
    Apareceu por ai um senador que quando foi governador não depositou a parte do estado nesta conta, criou mais de oitenta cavalos de raça as custas do povo, mandou durante a campanha algumas pessoas que protestavam enfiar a faixa no rabo, e agora aparece como paladino da moralide, e ainda foi aplaudido.

    apareceu tambem uma senadora que esta sendo investigada no petrolão, acusada de ter recebido pra mais de milhão das empreiteiras corruptas que afundaram a nossa Petrobras.

    E voce Beto não esta sendo acusado de nada, seu publicitário de campanha não esta preso negociando delação premiada com o nosso magnifico juiz Dr Sergio Moro.

    Voce esta sendo acusado de GOVERNAR este nosso estado para todos e não apenas para alguns, parabéns e conte comigo.

  17. Sociedade Responde
    sexta-feira, 1 de maio de 2015 – 12:42 hs

    DIZ O GOVERNADOR: “A confusão começou com militantes black blocs, infiltrados no movimento, atacaram os soldados da Polícia Militar para invadir a Assembleia Legislativa. Sete integrantes do movimento foram presos atirando pedras e coquetéis molotov contra os policiais”.
    Portanto, que estes vagabundos, por que quem faz isso, não é gente descente, que continuem presos, que se faça o Boletim de Ocorrência e os coloque à disposição da justiça e, de preferência, peguem um bom tempo de xadrez que é para aprender a viver na democracia respeitando os poderes, o cidadão e à Constituição.

    Bando de safado, os que assim agem em nome de uma causa colocando a vida de terceiros em risco. Mais feio ainda, fica para os Professores Decentes – os verdadeiros Mestres!), quando se misturam com essa laia do quebra-quebra.

    Isso não é fazer política. Isso é estar a serviço da pilantragem política e a soldo!

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*