PMN reúne em Curitiba pré-candidatos para discutir as eleições 2016 | Fábio Campana

PMN reúne em Curitiba pré-candidatos para discutir as eleições 2016

unnamed

Na terça-feira (07), o Partido da Mobilização Nacional – PMN em Curitiba promoveu um encontro com pré-candidatos para as eleições de 2016, para discutir as diretrizes do partido para a disputa eleitoral. O evento abordou temas como a reforma política e a pretensão do PMN em lançar candidatura própria para prefeito em Curitiba.

O vereador Chico do Uberaba, presidente municipal do PMN em Curitiba, reforçou que o partido está se mobilizando na cidade para chegar nas eleições nos próximos anos com chapa forte, e pura. “Nós vamos lançar um candidato nosso à Prefeitura de Curitiba e lutar para conseguir mais espaço na Câmara Municipal”, destaca Chico.

O presidente estadual do partido, o deputado estadual Dr. Batista, veio para Curitiba exclusivamente para o evento e falou da convenção estadual, que deve acontecer ainda este mês em Maringá. “A política precisa ser feita para atender quem mais precisa, os necessitados, os humildes. É para eles que devemos lutar por mudança”, afirmou Dr. Batista. Também esteve presente no encontro do PMN o ex-prefeito de Curitiba Rafael Greca, que fez uma pequena palestra para os pré-candidatos, falando do atual cenário político em que o país se encontra. “A partir do momento em que se cobra para colocar uma placa de político na casa, se cobra para adesivar um carro, colocaram um preço no voto. Com isso, não se tem mais valor na palavra e no compromisso”, declarou Greca.

Crédito da foto: Louise Possobon.


6 comentários

  1. Cajucy Cajuman
    quarta-feira, 8 de abril de 2015 – 19:18 hs

    O ilustre ex-prefeito Rafael Greca tem toda razão quando afirma que tudo está nivelado por baixo. ** Porém, é preciso destacar que se a política atingiu patamar tão baixo, tenhamos todos, a certeza que a culpa não é do eleitor. ** E sim, dos políticos visionários que na ânsia de ganhar uma cadeira no parlamento, corrompem e pagam um preço vulgar por uma obrigação cívica, sem custo e de cunho moralizador e democrático. ** Portanto, o cidadão hoje cobra para por uma placa na fachada de sua casa ou comércio, porque tem a certeza que o político fará pouco ou nada mesmo, em prol da melhoria da qualidade de vida do cidadão, como tem acontecido no Brasil presente de espertezas mil. ** O mesmo para adesivar carro e outros atos que popularmente – e de acordo com o nível político da atualidade – o bom cidadão entende que está sendo usado, explorado pela politicagem que campeia. ** Ressalto que eu gostava da política praticada por Rafael Greca, ainda na velha cepa, da época do IPPUC, do grupo de Jaime Lerner e também enquanto prefeito de Curitiba. ** Culto, coerente, bonachão, falava a língua do povo e com ele fazia uma boa parceria. ** Mas, lamentavelmente, algumas dessas qualidades se perderam depois que Greca deu novo rumo à sua vida política, deixando a velha cepa para se associar aos populistas da hora e da vez, em que a retórica não precisa de tanta cultura, nem tão pouco a expertise do reconhecido homem público de então. ** No novo berço político em que se aninhou bastava falar – quando não, apenas repetir – o mesmo mantra da esquerda populista e, a partir dali dissociou-se do grande público, até mesmo dos que por ele tinha uma grande admiração. ** A sua fina linhagem não era compatível com suas novas escolhas e deu no que deu. ** Curitiba perdeu um grande nome em defesa da cidade, porém, com o tempo, Rafael Greca perdeu muito mais: a sua identidade com a cidade e sua gente. ** O Greca querido, folclórico, de talento reconhecido e alegria estampada no rosto e sempre atencioso com todos, se tornou apenas mais um político de carreira, abraçando causas que mais o desgastou do que somou à sua enorme bagagem cultural e de homem zeloso com a coisa pública. ** Portanto, tudo que Rafael Greca falou em sua frase no artigo acima, é uma grande verdade, porém, criada pelos maus políticos. ** Aqueles a quem não basta roubar o erário, mas rouba também o civismo do coração do incauto, fazendo da política séria, a politicagem quem campeia nos dias que correm. Lamentavelmente./Cajucy Cajuman

  2. Beatrix Kiddo
    quarta-feira, 8 de abril de 2015 – 20:51 hs

    O ex-prefeito é o melhor dos pré-candidatos, pena é que ele não manda nada, se assumir a Prefeitura vai comer pela mão do atual patrão. E não vou querer votar num cara e obedecer outro.

  3. Mario
    quinta-feira, 9 de abril de 2015 – 8:47 hs

    PMN faz um só Chico ,aonde ele esta iludindo um monte de de burros!!!!!

  4. Marco
    quinta-feira, 9 de abril de 2015 – 8:52 hs

    Admiro canditados cai nesse conto ,em ficar de escadinha para vereadores já eleitos!!!!

  5. tadeu rocha
    quinta-feira, 9 de abril de 2015 – 9:42 hs

    SR. RAFAEL GRECA, AS ELEIÇÕES É DAQUI 1 ANO 6MESES, É MUITO TEMPO, E SENHOR VEREADOR., HOJE BLOG DO ESMAEL DIZ ASSIM,,,,GUSTAVO FRUET ESTA VIRANDO CALOTEIRO….RESPOSTA.NÓS PARANAENSE TEMOS QUE TER ORGULHO DO GUSTAVO, É UM POLÍTICO SEM MANCHA, ISSO QUE É IMPORTANTE SR. ESMAEL, , PT QUER CANDIDATURA PROPRIA PARA PREFEITO DE CTBA, É LOUCO, JÁ ESTÃO QUEBRANDO O BRASIL,, OS CURITIBANOS NÃO ENTRA NESSA.É ISSO QUE TEM ALGUMAS COISAS QUE ESTA RUIM, QUEM SÃO OS RESPONSAVEL PT

  6. juliozaruch
    quinta-feira, 9 de abril de 2015 – 18:59 hs

    Curitiba está precisando de um prefeito que arrume a casa, que está uma bagunça. Que cuide dela com carinho. E que projete a cidade para as próximas décadas. O Rafael Greca foi um grande prefeito. Foi o último prefeito criativo de Curitiba. Deixou boas marcas. Mas ao se aliar com o Requião, perdeu muito de sua capacidade de conquistar o eleitor, que não é bobo, mas que também faz muita bobagem. Quem sabe são Francisco de Assis não ilumina o ex-burgomestre e o faz trilhar novamente o bom caminho político. Amém.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*