Governo conclui carta para extradição de Pizzolato | Fábio Campana

Governo conclui carta para extradição de Pizzolato

unnamed

O governo brasileiro concluiu, na manhã deste sábado (11), a carta de compromissos que enviará ao Estado italiano para obter a extradição do ex-diretor do Banco do Brasil Henrique Pizzolato, condenado no processo do mensalão. O texto foi finalizado em reunião entre o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, e o embaixador Carlos Alberto Simas Magalhães, subsecretário-geral das comunidades brasileiras no exterior. O Ministério da Justiça não divulgou o teor do documento, o que só deve acontecer nesta segunda (13). As informações são da Folha de S. Paulo.

Pizzolato está preso na cidade italiana de Módena. Em fevereiro deste ano, o Judiciário daquele país decidiu pela extradição do réu. A defesa do ex-diretor do Banco do Brasil, porém, argumenta que a estrutura penitenciária brasileira não oferece condições mínimas de segurança a seu cliente. A tendência é que a correspondência finalizada neste sábado contenha compromissos relativos a esse tema, com o objetivo de convencer os italianos de que Pizzolato pode cumprir pena no Brasil, possivelmente no presídio da Papuda, em Brasília.


Um comentário

  1. RR
    domingo, 12 de abril de 2015 – 12:44 hs

    PELO JEITO,SÓ PIZZA E MACARRONADA,ESTÁ BEM “FORTINHO”,KKKKKKKKKKK

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*