Gleisi Hoffmann nega ter recebido dinheiro de ex-diretor da Petrobras | Fábio Campana

Gleisi Hoffmann nega ter recebido dinheiro de ex-diretor da Petrobras

Foto: André Coelho – O Globo gleisi - andre coelho - o globo

Senadora, no entanto, admitiu ter pedido contribuições a grandes empreiteiras investigadas na Lava-Jato.

de Jailton Carvalho, O Globo:

A senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR) reconheceu em depoimento à Polícia Federal que pediu contribuições a pelo menos cinco das grandes empreiteiras investigadas na Operação Lava-Jato, mas negou ter recebido dinheiro do doleiro Alberto Youssef ou do ex-diretor de Abastecimento da Petrobras Paulo Roberto Costa. O ex-ministro Paulo Bernardo também negou que tenha intermediado pedido de dinheiro a Paulo Roberto ou a Youssef para a campanha da mulher ao Senado em 2010.

A senadora reconheceu ter pedido contribuições a Odebrecht, OAS, Camargo Corrêa, UTC, Queiroz Galvão e Andrade Gutierrez. Ela sustenta que todas as doações foram devidamente registradas e que não houve qualquer promessa de contrapartida.

Em inquérito aberto por ordem do Supremo Tribunal Federal (STF), a senadora é investigada por, supostamente, ter recebido R$ 1 milhão de Paulo Roberto em transação intermediada por Youssef. O dinheiro teria sido repassado pelo doleiro ao empresário Ernesto Klugler Rodrigues, amigo de Gleisi e Paulo Bernardo.

Interrogada pelo delegado Thiago Machado Baladary no último dia 14, na sede da PF em Brasília, Gleisi disse que nem mesmo conhece Youssef. Afirmou ainda que Kluger buscou a adesão de empresários à campanha, mas que não atuou na arrecadação de dinheiro.

“Ernesto Kluger Rodrigues participou de eventos de campanha, mas não ajudou na captação de recursos. Ernesto Kluger, por ser empresário, participou da arregimentação de outros empresários para participarem de jantares e outros eventos”, afirmou a senadora, conforme relato do delegado.

SUPOSTA DOAÇÃO DE PAULO ROBERTO

A senadora também foi confrontada com um trecho de uma agenda de Paulo Roberto em que o ex-diretor anotou “1,0 PB”, registro esse que, em um dos depoimentos da delação premiada, o ex-diretor afirmou ser o de doação à campanha de Gleisi. A senadora respondeu afirmando existir muitas contradições entre os depoimentos de Paulo Roberto e Youssef sobre o assunto.

Num dos depoimentos da delação premiada, em 29 de agosto do ano passado, Paulo Roberto disse que Youssef o procurou com um pedido de R$ 1 milhão para a campanha da senadora. O doleiro teria dito que o clamor teria partido do ex-ministro Paulo Bernardo. Em depoimento à PF, em 11 de fevereiro, Youssef apresentou versão diferente. Segundo ele, Paulo Roberto disse ter sido procurado por Paulo Bernardo com o pedido de doação à campanha da mulher em 2010.


11 comentários

  1. Maria
    segunda-feira, 27 de abril de 2015 – 10:49 hs

    Claro que nega, mas acho que será chamada novamente, o PB com certeza !

  2. clarice franze
    segunda-feira, 27 de abril de 2015 – 10:52 hs

    SANTA GLEISI, SÃO DIRCEU, SANTO ANDRE, SÃO BERNARDO, NUNCA VI TANTOS SANTOS JUNTOS, A ÚNICA COISA QUE TEMOS TEMOS DE SABER QUAL O MILAGRE DO SUMIÇO DE TANTA GRANA.

  3. taderu rocha
    segunda-feira, 27 de abril de 2015 – 11:04 hs

    CLARICE FRANZE, VOCÊ FALOU TUDO, A SENADORA TEM QUE TENTAR, TODOS ELES DIZEM NÃO SABER NÃO PEGARAM NADA, FICA DITO PELO NÃO DITO.

  4. PRESUNÇOSO
    segunda-feira, 27 de abril de 2015 – 11:15 hs

    logo pra quem a mister pediu dinheiro pra campanha. MEU DEUS..
    Charles de Gaule realmente tinha razão em sua emblemática frase: “o Brasil é um país muuuuito sério” kkkk

  5. BigPeter
    segunda-feira, 27 de abril de 2015 – 11:22 hs

    Ah, tá. Com essa cara de boba, ela vai confessando assim, no mole. Isso aí é macaca velha.
    Quem duvidar, que dê uma passadinha até o MS, pra ver o rastro deixado por lá, pelo casal -20 da nossa política suja, corroída pelo roubo e pela falta de vergonha na cara de nossos políticos.

  6. Tisa Kastrup
    segunda-feira, 27 de abril de 2015 – 11:31 hs

    E adianta admitir que recebeu dinheiro de tudo quanto foi lado?

    Este é o país dos bandidos blindados, da falta de punição, da falta de vergonha na cara e dos inocentes também.

  7. Juca
    segunda-feira, 27 de abril de 2015 – 12:30 hs

    Tudo mentira, Gleisi não pegou dinheiro algum.Nem gosta de dinheiro!

  8. DANIEL
    segunda-feira, 27 de abril de 2015 – 13:57 hs

    GLEISI FEZ VOTO DE POBREZA QUANDO ENTROU PARA A POLÍTICA, ASSIM COMO OS DEMAIS POLÍTICOS DESTE PAÍS CHAMADO “BRAZUCA” A TERRA DE NINGUÉM!!!!!!!!!!!

  9. Falido e mau pago
    segunda-feira, 27 de abril de 2015 – 13:58 hs

    Alguém pode me explicar o porque da RPC não noticiar sobre o envolvimento da gleisi e do seu marido paulo bernardo no petrolão? Nem o que eles disseram em depoimento na Justiça Federal eles noticiaram! Fico aguardando alguma notícia em seus jornais televisivos e nada. De corrupção, só falam da alep, do parente do governador e dos fiscais de Londrina, e agora, só falam da greve dos professores!
    Porque será?

  10. Povão
    segunda-feira, 27 de abril de 2015 – 20:00 hs

    Messalina. faz tudo por poder e dinheiro, chefe de bordel, quer dizer… chefe de cartel, ha,ha,ha

  11. Lava a seco
    terça-feira, 28 de abril de 2015 – 10:18 hs

    Todos tem o direito de nao produzir provas contra si

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*