Deputados aprovam novo plano de custeio da Paraná Previdência | Fábio Campana

Deputados aprovam
novo plano de custeio da Paraná Previdência

unnamed

Os deputados estaduais aprovaram nesta quarta-feira (29), em segunda discussão, o novo plano de custeio da previdência estadual. A proposta vai proteger o sistema previdenciário do estado e equilibrar as finanças do Tesouro Estadual. Ainda nesta quarta-feira, o projeto será votado em terceira discussão em sessão extraordinária que deve ocorrer daqui a pouco.

O novo plano propõe a migração do Fundo Financeiro, que é custeado pelo Tesouro do Estado, para o Fundo Previdenciário de 33.556 beneficiários, entre aposentados e pensionistas, que possuírem 73 anos ou mais até 30 de junho de 2015. Com isso, os recursos usados para pagar esses aposentados e pensionistas, que somam R$ 142,5 milhões mensais, poderão ser direcionados para áreas de atendimento à população. A expectativa é economizar R$ 1,5 bilhão anualmente. O novo projeto não altera em nada o pagamento dos proventos para aposentados e pensionistas.

Mesmo com a alteração, o Governo do Estado continuará arcando, mensalmente, com R$ 380 milhões para os benefícios de aposentados e pensionistas civis e militares. “O projeto, sob hipótese alguma, tira recursos dos fundos da ParanáPrevidência, muito pelo contrário, garante os recursos, a sustentabilidade da previdência e a gestão democrática. Peço aos servidores que não se deixem enganar pelos que querem tirar proveito eleitoral do projeto”, ressaltou o líder do Governo, deputado Luiz Claudio Romanelli (PMDB).

O plano prevê que o Fundo Previdenciário terá ainda o aporte de R$ 1 bilhão a partir de 2021, com o reinício de repasse ao Estado dos royalties da usina de Itaipu. Além da votação em primeiro turno, os deputados aprovaram a constitucionalidade do projeto, seguindo as normas jurídicas, legislativas e atuariais, ou seja, que preveem o equilíbrio dos recursos disponíveis nos fundos para pagamento de benefícios.


6 comentários

  1. Sergio Silvestre
    quarta-feira, 29 de abril de 2015 – 19:52 hs

    Meu Deus,se vai economizar 1.5 bilhão alguem tem que pagar essa conta ora a matemática é exata se tirar um litro vai faltar um litro

  2. jose rosas
    quarta-feira, 29 de abril de 2015 – 22:26 hs

    Ninguém lembrou, mas o Estado já está usando 30% dos depósitos judiciais tributários….o buraco das contas do Estado não tem FIM ??????

  3. julio zaruch
    quinta-feira, 30 de abril de 2015 – 6:30 hs

    Os capachildos de sempre aprovam tudo. Aliás, acho que o governo Beto Richa, que nem começou, acabou nesta quarta 29. Está pior do que o do seu antecessor, que já foi ruim – aliás, ele mesmo. Como engenheiro, nunca construiu uma obra; foi um mau prefeito de Cuitiba e está afundando o Paraná. E a maior parte dos “deputados” se apressa em votar projetos contra o povo.

  4. quinta-feira, 30 de abril de 2015 – 11:01 hs

    Esse presidente da APP é um covarde e acima de tudo um DITADOR pois cada vez que anuncia uma próxima medida, a ser votada em Assembléia ele antecipa o resultado, como se os professores fossem seus carneirinhos, dizendo AMÉM, e o que é pior que os mesmos parecem não ter discernimento e aprovam as “pataquadas” do seu líder, que está a mando do PT e da escória que não sabe analisar os projetos enviados à Assembléia Legislativa do Estado do Paraná.

  5. QUESTIONADOR
    quinta-feira, 30 de abril de 2015 – 14:46 hs

    -Está faltando verdadeiros líderes neste estado. O governador que nunca projetou nada, tenta administrar um estado rico que conseguiu quebrar e para o sindicato está faltando alguém com intelecto, pois o mesmo utiliza à favor de partidos políticos e não para defender a classe ou mesmo propor estudos para melhorar a educação no estado.

  6. Juca
    quinta-feira, 30 de abril de 2015 – 14:58 hs

    Quem entende bem de litro é o chefe da quadrilha petista, Sr Lula da Silva.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*