Brasileiro Rodrigo Gularte é executado na Indonésia, diz TV | Fábio Campana

Brasileiro Rodrigo Gularte é executado
na Indonésia, diz TV

foto afp

do G1:

O brasileiro Rodrigo Gularte, de 42 anos, foi executado na Indonésia na madrugada desta quarta-feira (29) – horário local, tarde de terça-feira (28) no horário de Brasília, segundo a emissora local TV ONE e o diário “Jakarta Post”. Ele foi condenado à morte por tráfico de drogas, e a pena foi executada por um pelotão de fuzilamento.

De acordo com a emissora 9news, da Austrália, outros sete condenados foram executados. A única mulher condenada, Mary Jane Veloso, não teria sido executada porque a pessoa que a recrutou para transportar drogas se entregou às autoridades.

O paranaense Gularte foi preso em julho de 2004 depois de tentar ingressar na Indonésia com 6 quilos de cocaína escondidos em pranchas de surfe. Ele foi condenado à morte em 2005.

Ele é o segundo brasileiro executado no país este ano – em janeiro, Marco Archer Cardoso Moreira, de 53 anos, foi fuzilado. Ele também cumpria pena por tráfico de drogas.

Gularte foi diagnosticado com esquizofrenia por dois relatórios médicos no ano passado. Em março, uma equipe médica reavaliou o brasileiro a pedido da Procuradoria Geral indonésia, mas o resultado deste laudo não foi divulgado.

Familiares e conhecidos relataram que Gularte passava seus dias na prisão conversando com paredes e ouvindo vozes. Dizem que ele se recusava a tirar um boné, que usava virado para trás, alegando ser sua proteção.

Angelita Muxfeldt, prima de Gularte, passou os últimos meses na Indonésia tentando reverter a decisão. Ela esteve com ele pela última vez na tarde de terça, no horário local, horas antes da execução.

Angelita contou que não disse ao primo claramente o iria ocorrer, e que ele não sabia o que iria acontecer, apesar de ter sido informado no sábado (25) da execução iminente. Segundo a brasileira, ele sofre de delírios e não entendeu que seria executado, acreditando que ainda seria solto.

Além do brasileiro, sete outros suspeitos foram executados. Todos foram condenados por tráfico de drogas e tiveram seus pedidos de clemência rejeitados. Eles são os australianso Myuran Sukumaran e Andrew Chan, os nigerianos Martin Anderson, Okwudili Oyatanze, Sylvester Obiekwe Nwolise e Jamiu Owolabi Abashin e o indonésio Zainal Abidin. A filipina Mary Jane Veloso foi poupada.

A Austrália e as Filipinas também tentaram diversos recursos para adiar as execuções, além de realizarem pressão diplomática, mas sem sucesso.


17 comentários

  1. Doutor Prolegômeno
    terça-feira, 28 de abril de 2015 – 15:03 hs

    A diplomacia agora vai subir nas tamancas, sapatear, protestar, estrilar, dar longas baforadas nos charutos cubanos e, quem sabe, chamar de volta o embaixador, o secretário, as faxineiras, etc… mais um chute no traseiros dos gordos e anões diplomáticos.

  2. JOÃO C MOURÃO
    terça-feira, 28 de abril de 2015 – 15:07 hs

    UM A MENOS, QUEM QUISER TRAFICAR PARA INDONESIA OS PORTÕES ESTÃO ABERTOS.
    HEHEHHEHEHEHEHEHEHEHE

  3. Maria do Bairro
    terça-feira, 28 de abril de 2015 – 15:12 hs

    – 1 Traficante !

  4. COMANDO
    terça-feira, 28 de abril de 2015 – 15:37 hs

    JUSTIÇA FEITA…

  5. DANIEL
    terça-feira, 28 de abril de 2015 – 15:49 hs

    FOI MAIS UM PÉ NO “TRASEIRO” DO GOVERNINHO BRASILEIRO!
    NÃO ADIANTOU A PRESIDANTA PEDIR ARREGO!
    NA INDONÉSIA A GUERRA AINDA NÃO ESTÁ PERDIDA. AQUI NO BRASIL JÁ ERA.
    FORA DEFENSORES DE TRAFICANTES E TRAFICANTES.
    VÃO MORAR NA INDONÉSIA, SE TIVEREM CORAGEM.

  6. MANOEL BOCUDO.
    terça-feira, 28 de abril de 2015 – 15:49 hs

    TENHO PENA DA MÃE DESSE SUJEITO, MAS ELE NÃO PENSOU NAS CRIANÇAS QUE VICIAVA. UM VAGABUNDO TINHA QUE TER O FINAL
    QUE MERECIA. JÁ VAI TARDE ESSE LIXO.

  7. ANTI- CORRU-PT-OS
    terça-feira, 28 de abril de 2015 – 15:52 hs

    É UMA DAS LEIS QUE FALTA NESSA REPUBLIQUETA.

  8. Dosel Jr.
    terça-feira, 28 de abril de 2015 – 16:04 hs

    Lá o governo faz justiça, aqui a Polícia prende e a Justiça solta.O povo brasileiro quer a menor idade penal aos 16 anos, mas o governo diz não pois precisa do voto dos menores delinquentes. Pena que a família deste traficante tenha gastado tanto dinheiro. Aposto que se alguém bater à sua porta pedindo ajuda ela nega.

  9. Do Interior.....
    terça-feira, 28 de abril de 2015 – 16:38 hs

    Indonésia!.. Tem um tal de PT aqui que trafica de tudo. Venham pegá-los e levem para o seu tribunal… Porque aqui a PTroubas é muito grande!

  10. Sergio Silvestre
    terça-feira, 28 de abril de 2015 – 17:42 hs

    Imaginem aqui um certo candidato a presidente na Indonesia,muitos coxinhas do blog hoje estariam de luto.

  11. chaves
    terça-feira, 28 de abril de 2015 – 19:41 hs

    Mandem o Beto Play com um quilo pra lá,pra ver o que que dá.

  12. gabi
    terça-feira, 28 de abril de 2015 – 21:08 hs

    ja que gastam tanto para manter este fernandinho beira mar na cadeia aqui poderiam pagar uma passagem so de ida para a indonesia com certeza lá so teria o gasto da bala para exterminar o dito cujo!!!!

  13. FUI !!!
    quarta-feira, 29 de abril de 2015 – 4:56 hs

    País sério é assim mesmo. Prometeu e cumpriu independente
    das interferencias, inclusive da ONU.

  14. ILSON
    quarta-feira, 29 de abril de 2015 – 9:05 hs

    Mas afinal porque todo esse mal estar, aqui no brasil já existe pena de morte no meio desses traficantes é só abrir os jornais, se o cara deve para traficantes qual é a setença pena de morte, se ele não morresse lá executado e viesse para o Brasil traficar mais cedo ou mais tarde iria morrer do mesmo jeito.

  15. Estatística
    quarta-feira, 29 de abril de 2015 – 9:19 hs

    Quando o traficante foi preso, o que o governo brasileiro fez para, pelo menos, tentar descobrir quem era o fornecedor da droga? E era a terceira vez que ele cometia o crime.

  16. Luiz Eduardo
    quarta-feira, 29 de abril de 2015 – 9:53 hs

    Não importa que seja brasileiro ou não. Aliás, no meu parecer um brasileiro descartável – traficante de drogas-. Se as leis na Indonésia punem com rigor máximo os traficantes, não havia como alegar justificativa, só porque no Brasil a lei é frouxa, A Indonésia fez o que deveria ser feito no Brasil, só não é porque no tráfico há interesses de políticos e escalões superiores. Descanse em paz, BRASILEIRO!

  17. BigPeter
    quarta-feira, 29 de abril de 2015 – 15:20 hs

    E o cara saiu no lucro. Muitos devem lembrar que há dez anos quando ele foi condenado à morte, a sentença seria aquela tradicional lá por aquele fim de mundo: Ele seria enterrado vivo, de pé, ficando só a cabeça de fora.
    Aí encostariam um elefante, muito bonzinho, e com aquela patinha meiga, esmagaria a cabeça do dito cujo.
    Eu, hein. Tanto lugar pra esse nóia vender droga, foi escolher logo esse buraco do inferno? – O pior que os caras não estão errados, não.
    A desgraça da droga existe, porque existe o traficante.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*