Brasil vai perder o 7° lugar da economia mundial para a Índia | Fábio Campana

Brasil vai perder o 7°
lugar da economia mundial para a Índia

sumario_normal

Do El País

Sete bilhões de dólares separam a China dos Estados Unidos, de forma que a grande ultrapassagem, esperada e temida há anos, ainda terá que esperar. As novas previsões do Fundo Monetário Internacional (FMI) mantêm a economia norte-americana na liderança do mundo por volume do produto interno bruto (PIB) medido em dólares correntes (ou seja, sem o impacto da inflação) até 2020. Em seguida vêm Japão, Alemanha, Reino Unido e França, mas no sétimo lugar haverá uma mudança ainda neste ano se as previsões se confirmarem: a Índia vai superar o Brasil.

A previsão da instituição é que a economia brasileira encolha 1% este ano, à medida que a confiança do setor privado chega a níveis mínimos, inclusive depois que as eleições presidenciais reduziram as incertezas, e em meio ao aumento do temor de racionamento de água e eletricidade. O fator principal é a investigação do escândalo de corrupção na Petrobras. Por outro lado, a Índia vai acelerar o crescimento de 7,2% a 7,5% devido aos baixos preços do petróleo e a uma recuperação do investimento. No entanto, quando se olha a riqueza por habitantes, a foto muda radicalmente: 1.626 dólares (4.971 reais) dos indianos ante os 11.640 dólares (35.590 reais) dos brasileiros.

Atrás do Brasil, na oitava posição do mundo, continuariam Itália, Canadá, Coreia do Sul e Austrália entre as posições 9, 10, 11 e 12. Também houve outra ultrapassagem entre essas colocações, com a Coreia superando a Austrália, muito castigada pela queda do preço das matérias-primas.

A Espanha será superada ainda este ano pelo México, caindo para a posição 14. A crise derrubou a economia espanhola em seis lugares em relação ao nono que já chegou a ocupar. Até a Rússia, muito castigada pelas consequências do conflito com a Ucrânia, vai superar a Espanha em 2016.

Mas se essa mesma disputa é feita se medindo o tamanho das economias em comparação com o poder de compra (eliminando distorções que criam os diferentes níveis de preços em cada país, especialmente para levar em conta o valor de bens e serviços que não participam do comércio internacional), as coisas mudam. A China já superou os EUA e assumiu como primeira potência no ano passado nesses parâmetros, à frente dos Estados Unidos, mas no terceiro lugar não aparece o Japão, e sim a Índia. A economia japonesa estaria em quarto, seguida por Alemanha, Rússia, Brasil e Indonésia.

No outro extremo, entre as menores economias entre os 189 países que fazem parte do Fundo, estão Tuvalu, um grupo de ilhas da Polinésia (chamadas antes de Ilhas Ellice) e a República de Kiribati, um arquipélago localizado a noroeste da Austrália. O PIB do primeiro será de 35 milhões de dólares este ano e o do segundo, de 168 milhões. As Ilhas Marshall, em terceiro lugar no fim da lista, terão um PIB de 195 milhões.


6 comentários

  1. BigPeter
    sexta-feira, 17 de abril de 2015 – 8:54 hs

    Algo está errado aí. A diferença entre a economia americana e a chinesa, é de 7 bilhões de dólares só? – Ou seja: Duas Pasadena’s apenas? – Negativo. Não é por falta de vontade dos petistas, mas não é só isso não.
    Esses números são em trilhões de dólares. Confira por favor.

  2. Beatrix Kiddo
    sexta-feira, 17 de abril de 2015 – 9:15 hs

    E pelo andar da carruagem vamos ser superados também pela Itália. A “reforma fiscal do Levy” será capaz de reverter a nossa tendência de queda? Só o tempo e o Levy tem a resposta.

  3. PRESUNÇOSO
    sexta-feira, 17 de abril de 2015 – 10:39 hs

    É pouca verguenza perder para minúsculos países.
    Todo GOVERNANTE POR MAIS DEMOCRÁTICO QUE SEJA SOLAMENTE AGE EM RAZIONE DEL MOVIMENTOS.

  4. Johan
    sexta-feira, 17 de abril de 2015 – 12:02 hs

    Caro FÁBIO, com essa notícia , esse é o momento de PARABENIZAR todos os membros, filiados, dirigentes e bate-pau da ORGANIZAÇÃO CRIMINOSA PETISTA, em comum com os 54.0 milhões de eleitores que deram seus votos a presidente DILMA VAGALUME. A partir de agora com esse feito HISTÓRICO – nunca antes nesse país, de brilhar os olhos, deveremos nos dedicar a encontrar empregos e oportunidades aos demais iludidos e inebriados brasileiros que acreditaram na ORGANIZAÇÃO e que em breve estarão na rua, com promoção da ORGANIZAÇÃO. Era isso que a sociedade desejava. Em 2016 estaremos em nono lugar, pois crescimento positivo apenas após a saída da ORGANIZAÇÃO da gestão do estado. É viver para ver. Defendo a liberdade de opinião, liberdade de imprensa e liberdade de investigação. Apoio a mobilização dos CAMINHONEIROS e proponho a RENÚNCIA JÁ, da DILMA, agora no poder, para evitar que cometa maiores VEXAMES e VERGONHAS, praticados contra a sociedade brasileira. Atenciosamente.

  5. Eremildo não é mais idiota
    sexta-feira, 17 de abril de 2015 – 12:25 hs

    Resultado previsível da pratica lulopetismo, ir à Africa para alavancar negócios com as ditaduras tribais e criminalizar as economias desenvolvidas acusando-as de imperialistas.

    Caso a dilMAIS continue presidANTA, ate o final deste mandato, poderemos ser rebaixados ainda mais.

    ESTA SERÁ A HERANÇA MALDITA QUE O PETISMO NOS DEIXARÁ.

  6. Sergio R.
    sexta-feira, 17 de abril de 2015 – 15:33 hs

    Quem traduziu a tradução? Os PIB´s estão em trilhões de dólares. BigPeter tem razão. Resumindo: a economia americana é 9 vezes a do Brasil. Somos um anão com mania de grandeza. Mas em compensação a copa do roubo é nossa. Com o brasileiro, não há quem possa.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*