Vice-governadora destaca a força da agricultura do Paraná | Fábio Campana

Vice-governadora destaca a força da agricultura do Paraná

unnamed

A vice-governadora Cida Borghetti destacou a força da agricultura e do agronegócio paranaense na cerimônia de lançamento da 43ª edição da Expoingá – Exposição Feira Agropecuária, Industrial e Comercial de Maringá.

“O Paraná vai produzir nesse ano cerca de 37 milhões de toneladas de grãos, o equivalente a 18% da produção brasileira. E a Expoingá é uma das principais vitrines das riquezas e da grandeza do agronegócio paranaense”, disse. Cida Borghetti representou o governador Beto Richa no lançamento.

A vice-governadora afirmou também que “o Governo do Paraná não mede esforço para apoiar o setor que produz, investe, gera riquezas e oportunidades à população”.

O evento, realizado no Parque de Exposições Francisco Feio Ribeiro, contou com a participação de mais de mais de mil pessoas. A feira será realizada de 7 a 17 de maio.

De acordo com o prefeito Roberto Pupin, a expectativa é de que a Expoingá desse ano movimente mais negócios do que edição anterior. “A venda dos espaços teve um acréscimo de 22 %. Resultado que demonstra a importância e seriedade da nossa feira”.

A FEIRA – A Expoingá é organizada pela Sociedade Rural de Maringá e de acordo com o presidente da entidade, Wilson de Matos Silva Filho, será a exposição desse ano será audaciosa. “Demonstrará a importância da cadeia produtiva e visa despertar a reflexão do público em geral de que o agronegócio é o responsável por levar alimento de qualidade às nossas mesas”, afirmou.
Seguindo o tema “Agronegócio: Produzindo e alimentando com qualidade”, a proposta da Expoingá 2015 é apresentar, contextualizar e fundamentar o ciclo produtivo do agronegócio, em especial do alimento, considerando o caminho que ele percorre e as cadeias de produção envolvidas até chegar à mesa do consumidor final.


Um comentário

  1. Do Interior....
    sábado, 28 de março de 2015 – 19:26 hs

    É, só se for o pessoal da direita mesmo que apóia os trabalhadores, porque se fosse a Dilma,como boa bolivariana que é, agrada somente a esquerda fascista, o MST, CUT e UNE, assim como a companheirada do foro de ~São Paulo.

    Nunca se viu o PT apoiando a classe média e os trabalhadores.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*