Veneri recebeu dinheiro do Petrolão | Fábio Campana

Veneri recebeu dinheiro do Petrolão

unnamed
O deputado Tadeu Veneri (PT) já é um velho arauto do udenismo petista no Paraná. Mas consultas das suas prestações de contas no TRE mimam seu discurso moralista. Nesta campanha, em 2014, Veneri recebeu R$ 213.750,00 da Construtora Odebrecht, uma das empreiteiras investigadas no Petrolão e que pagou, só na ampliação da Repar em Araucária, R$ 85,9 milhões em propinas ao PT e ao PP, conforme a delação do ex-gerente da Petrobras, Pedro Barusco.

Da campanha de Gleisi Hoffmann (PT), Veneri recebeu mais R$ 54.106 e diz agora que Gleisi constrange o PT. “Nós somos como a mulher de César. Não basta ser honesta. É preciso parecer honesta. Temos de dar explicações. A mais plausível é se deixar à disposição – abrir o sigilo telefônico, bancário e fiscal que você tem, porque essas coisas não se evaporam, não desaparecem. Se há responsabilidades, paga-se por elas. Se não há, a sociedade isenta”.

Ainda em 2014, recebeu mais R$ 34 mil, em duas parcelas de R$ 17 mil, da JBS, a empresa denunciada por maltratar seus funcionários e desrespeitar as leis trabalhistas. E mais R$ 25 mil da Rocha Terminais Portuários e Logística S/A. As doações suspeitas, de R$ 334.856,00, representam 57,8% dos R$ 596,4 mil arrecadados por Veneri em 2014.

Na sua outra campanha, em 2010, Veneri recebeu R$ 20.834,67 do agora ex-petista e ex-deputado André Vargas. Do PT, veio outros R$ 72.672,36. Toda a imprensa já noticiou que todo dinheiro repassado pelo PT, 75% vieram das empreiteiras enrolados no Petrolão. Veneri tem que se explicar ainda sobre a ação, com parecer favorável do Ministério Público, que corre no Tribunal de Justiça, onde é acusado do uso de notas fiscais frias na Assembleia. A fraude vem sendo investigada desde 2011.

O escândalo explodiu a partir de denúncia do ex-deputado Stephanes Jr (PMDB) e desencadeou uma ação popular acolhida pela 8º Vara da Fazenda Pública de Curitiba. Veneri é acusado de “embolsar” R$ 275 mil em verbas de representação do legislativo. O dinheiro teria sido usado de forma não permitida pelo regimento, entre eles, o financiamento de campanhas de reeleição do próprio deputado.


8 comentários

  1. ine army cardoso da silva
    sábado, 28 de março de 2015 – 11:02 hs

    Esse Tadeu Veneri se tivesse vergonha renunciaria e nunca mais se manifestava publicamente. Trata-se de mais um ladrão do PT

  2. Sergio Silvestre
    sábado, 28 de março de 2015 – 14:23 hs

    Os outros 34 picaretas da assembléia que é base do governo nunca receberam nada né Campana.

  3. Carlos Antônio
    sábado, 28 de março de 2015 – 14:24 hs

    Moralista, rsss Farinha do mesmo saco. Se jogar rio perde o saco.

  4. Henry
    sábado, 28 de março de 2015 – 18:15 hs

    “ïsso” É UM dePUTAdo PETROLEIRO. ME PERGUNTO, QUEM SÃO OS IDIOTAS E ANALFABETOS POLÍTICOS, QUE DERAM OU VENDERAM SEUS VOTOS PRA UMA “coisa” DESTA SE ELEGER DEputaDO.

  5. LUIZ
    sábado, 28 de março de 2015 – 18:56 hs

    ME APONTEM UM SÓ PTRALHA,QUE NÃO SEJA,VAGABUNDO,CORRUPTO E LADRÃO.

  6. Mírian Waleska
    domingo, 29 de março de 2015 – 1:06 hs

    kkkk mais um?

  7. TAdeu rocha
    segunda-feira, 30 de março de 2015 – 9:46 hs

    TUDO FARINHA DO MESMO SACO

  8. Gringo
    segunda-feira, 30 de março de 2015 – 16:13 hs

    RESTABELECENDO A VERDADE
    Vamos por parte Campana, o Tadeu recebeu doações da campanha da Gleisi e não sabia a origem do dinheiro, isso não dizer que seja dinheiro do esquema do Petrolão. Tanto que aparece na prestação de contas da campanha
    Por outra parte quanto a denuncia do Stephanes Jr, já ficou explicado e o deputado não “embolsou” o dinheiro e não teve nota fria.
    Prova disso é que ele foi candidato em 2014 por ser considerado um candidato ficha limpa por não ter processos contra ele, muito menos condenações
    Mesmo porque foi uma noticia da Gazeta do Povo, a mesma que noticiou seu envolvimento no esquema da Alep, então se for levado pelo que você escreve, o sr já deveria estar preso também.
    Cuidado nem que aparece na internet e verdade, e julgamentos de quem tem muito para explicar beira a hipocrisia.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*