Stephanes no lugar de Nelson Meurer | Fábio Campana

Stephanes no lugar
de Nelson Meurer

unnamed

Em caso de renúncia ou cassação do deputado Nelson Meurer (PP-PR) assume o suplente Reinhold Stephanes (PSD), 78.064 votos, que hoje ocupa uma das diretorias da Copel. O primeiro suplente da coligação, Osmar Bertoldi (DEM) já está na vaga de Fernando Francischini (SD), atual secretário de Segurança Pública do Paraná.


5 comentários

  1. Olho Vivo
    sexta-feira, 6 de março de 2015 – 18:54 hs

    O senhor Reinhold Sthefanes foi presenteado pelo governador Beto Richa após perder sua eleição com um cargo de 50 mil reais na empresa Copel, a mesma onde também foi acomodado seu filho, o ex deputado Reinhold Sthefanes Junior. Será que vai abrir mão desta posição para ser deputado suplente em um congresso conturbado ?

  2. Juca
    sexta-feira, 6 de março de 2015 – 19:09 hs

    Esse Reinhold Stephanes é outro traste que serve a Deus e ao Diabo. Ajudou Lerner a doar o Banestado ao Itaú e ainda o Paraná ficar devendo os títulos podres. O cara de pau depois falou que não havia necessidade de vender o Banestado, pois estava fácil sua recuperação. O homem de três aposentadorias…

  3. mara
    sábado, 7 de março de 2015 – 9:08 hs

    O povo que não sabe nada, quem assume a vaga do Meurer e o Osmar pois e o primeiro suplente. O Stephanes assume a vaga do Delegado pois e somente um afastamento temporário.

  4. ayrton
    sábado, 7 de março de 2015 – 10:28 hs

    Ser ministro em três governos, não é para qualquer um .Um exemplo de honestidade e profissionalismo. Seria sem dúvidas nenhuma, muito bom que ele voltasse para exercer seu mandato e assim encerrar a carreira política em Brasília.São poucos os políticos que se salvam neste país, e o Reinhlod Stephanes é um deles.

  5. QUESTIONADOR
    segunda-feira, 9 de março de 2015 – 12:58 hs

    -Reinhold Stephanes realmente não quer largar o “osso”!!!
    -Sempre consegue estar em evidência apesar de não ter qualquer cargo de relevância. Seu momento na política já passou, por isso se apega com enorme força á todos os lados políticos, independente de partido.
    -Reinhold Stephanes foi presidente do Banestado quando o governado foi Jaime Lerner no momento da liquidação do Banco Banestado pelo Banco Central e até hoje a dívida persiste e nós paranaenses estamos pagando a conta pelos atos de políticos inescrupulosos!!!

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*