Professora volta à sala de aula e diz que a APP só faz comício para PT | Fábio Campana

Professora volta à sala de aula e diz que a APP só faz comício para PT

assembleia- app

“Sou professora do estado do Paraná e fiquei triste com o que assisti na quarta-feira. No lugar da assembleia da categoria, o que aconteceu na Vila Capanema foi um comício de um partido político e entidades sindicais. No início já estava definida a continuação da paralisação e a possibilidade ou não de encerramento do movimento foi para votação apenas para cumprir protocolo. Pela primeira vez, concordei com a greve, devido à situação trabalhista daquele momento. Mas quando o governo retirou da pauta e abriu a negociação, não havia motivo para continuar com a paralisação. Voltei para a escola. Em primeiro lugar estão os meus alunos, não posso ficar parada enquanto a situação se resolve”de Joanita Aparecida dos Santos na coluna do leitor da Gazeta do Povo


40 comentários

  1. Indignação
    quinta-feira, 5 de março de 2015 – 18:05 hs

    Esse Beto Richa , os professores e funcionários que não aderiram a greve não estão nem aí com alunos,ficam usando como escudo para se justificarem, no ano que vem o Beto vai retirar as carteiras para caber mais alunos nas salas, aí quero ver professor se queixando que não tem condições de dar aulas em salas lotadas,convide o Beto para lhe ajudar na indisciplina duvido o professor que mantenha a ordem numa sala com 50 aluninhos. Aí pergunto com salas lotadas, professores estressados quantos alunos terão condições de passar de série.

  2. denisabel
    quinta-feira, 5 de março de 2015 – 18:11 hs

    Vergonha dessa mulher, certamente a escola dela não foi atingida por nada de ruim. Isto é impossível.

  3. Rosani
    quinta-feira, 5 de março de 2015 – 18:45 hs

    Esses comentários, é um tanto quanto sensacionalista, esta professora está voltando as salas, porque está com medo e não aguenta a pressão, direito dela, agora dizer que somos massa de manobra, quanta vergonha isso, quando o povo realmente luta por um direito é conquistado, porque não vão conferir como anda as escolas no momento atual?
    criticar é facinho, difícil é tirar os glúteos do sofá e correr atrás dos seus direitos, como os professores estão fazendo, o que vimos até agora são apenas promessas, e promessas já estamos cheios e saturados, seja do âmbito da ” nem que a vaca tussa, seja do do ” O melhor está por vir”. O senhor governador, o ano passado já não cumpriu com suas promessas, quais as garantias que agora irá cumprir? não temos como barrar que outras pessoas participem das passeatas, e acho que se alguém acredita realmente que é o Lula que está por trás, esses sim , são massa de manobra, com o novo porte das escolas, muitos professores estarão sem empregos, turmas fechadas e super lotadas, com salas fechadas, ok, não ser massa de manobra é dizer amém, a um governador, que é tanto servidor quanto nós. Senhor Fabio Campana, uma coisa é o senhor ter sua opinião, outra coisa é ser desrespeitoso com uma categoria que já é tão pisada, pense nos seus filhos, provavelmente não estudam na escola pública, porque acredito que nem o Senhor confia que as coisas por lá andam bem. Deixa quem quer trabalhar dignamente exercer seu papel de cidadão.
    Sei que nada vai mudar o seu pensamento, mas mentiras tem a perna curta Senhor.
    Respeite para ser respeitado.

  4. quinta-feira, 5 de março de 2015 – 18:46 hs

    Professora se a Sra for a algum shopping ou na Rua XV e até na Casa China vai encontrar um monte desses vagabas passeando e fazendo compras e ainda uniformizado de APP .

    UMA VERGONHA ESSA ENGANAÇÃO DA APP/PT

  5. fred
    quinta-feira, 5 de março de 2015 – 18:49 hs

    será que esses imbecis nao tem ideia q se nao fosse o romanelli nao teria nem negociação? se informem!

  6. Indignada I
    quinta-feira, 5 de março de 2015 – 19:06 hs

    O patrão te deve dinheiro desde O ANO PASSADO e te propõe pagar só a partir de junho de 2015 sem data específica. Vc aceitaria? Esse mesmo patrão ainda deve para seus companheiros de trabalho as bolsas de estudo do PDE 2013 e 2014, prorroga a turma 2015 para agosto de 2015 e ainda não readmite colegas que foram dispensados com a promessa de recontratá-los. Nega seu direito de licença especial, nega seu direito de progressão e promoção, não paga em dia seu terço de férias, deve 2 parcelas de cotas de serviços para o bom andamento do seu ambiente de trabalho e não nomeia colegas que passaram no concurso…Mas ainda assim tenho q estar satisfeita com o bom patrão que também pretende roubar 8 bilhões da minha aposentadoria e ouvir por aí q só os alunos estão sendo prejudicados. AQUI VAI O MEU RECADO: NENHUM DIREITO A MENOS!!! ‪#‎EuToNaLuta‬

  7. Cynthia
    quinta-feira, 5 de março de 2015 – 19:13 hs

    Essa professora está de parabéns, essa greve já passou todos os limites, virou politicagem, e qualquer um que se manifesta contra, os profissionais grevistas, caem em cima de vc, te acusando de burro, sem noção, que estão no direito deles. Mas onde está o direito dos alunos? Do povo, que paga pra esse povo ficar em greve, prejudicando nossos filhos? Quanto falei que meu filho no 3º ano atava sendo prejudicado, uma alienada dessas, mandou que ele estudasse em casa, então pra que pago imposto pro salário deles??? Eles não estão lutando pelos alunos, mas sim por birra e pq querem derrubar o governador, eles não aceitam acordo.

  8. Deise
    quinta-feira, 5 de março de 2015 – 20:05 hs

    Bem fácil para todos vocês que não estão em sala de aula. Atirar pedras nos outros é bom, né? Quero ver a hora que o seu patrão resolver que vcs tem que trabalhar sem nenhum apoio o que vão achar. Mas tenho esperança que sejam fakes pagos pelo governador que são contra os professores. São poucas as pessoas que querem se formar em licenciatura bem por isso. Pelo pouco caso do Governo e falta de apoio da população que acha que professor tem que trabalhar só por amor. Eu amo ensinar, mas como ensinar bem se não consigo nem pagar minhas contas, se o governo coloca 40, 50 alunos em sala de aula. Fora outras coisas que nem cabem aqui.

  9. Caroline
    quinta-feira, 5 de março de 2015 – 20:17 hs

    Essa Professora não deve trabalhar na rede de ensino público, se não que mundo ela vive?! Qualquer pessoa que pertence a comunidade escolar pública vê que o direito dos professores e funcionários não é valorizado. As condições de trabalho não é respeitado começando pelo mísero salário que um professor recebe,pela estrutura física da escola e pela falta de material.
    Nessa greve não estamos falando de partido, estamos falando do direito dos funcionários e as condições de trabalho. Quem provavelmente não apoia essa greve nunca deve ter pisado em uma escola pública e não tem noção o que acontece por lá.

  10. kelly
    quinta-feira, 5 de março de 2015 – 21:31 hs

    Olha, não generalizem!!! Estou na luta por um estado e país melhor, não votei no PT e nem concordo com as coisas erradas ou incoerentes, deste ou de qualquer outro partido, pra mim o certo é certo e o errado é errado em qualquer lugar, não é uma sigla que muda isso, e é por essas e por outras que apoio a greve! #Fora generalizações, #fora corrupção, #fora má administração e fim!!! Na nossa previdência o Beto Richa não há de “meter a mão”!!!

  11. Roberto
    quinta-feira, 5 de março de 2015 – 21:42 hs

    As falas descritas nos comentários demonstram que as pessoas sequer sabem a verdade dos fatos. O Estado do paraná está com as dificuldades economicas iguais ao Brasil. Fomos enganados pelos politicos estaduais e e Federal. Um engodo eleitoral. Porém, ao falarem mal dos professores as pessoas sequer sabem os descalabros, pois sequer se importam com tarifaço de ICMS, luz, agua e outros impostos e taxas. Na mesma sequencia, sequer sabem que os efeitos são em cascata, ou se sabem, se voltam aos servidores que querem preservar direitos já existentes. É trite ouvir que querem aulas, apenas por serem aulas, não importando como e onde, e de que forma. O que importa é estar na escola, de qualquer forma, mesmo que seja um depósito de pessoas, sem compromisso algum. Pior ainda é defender este governo tirano, auto-suficiente envolto em políticos e assessores que mais são apaniguados políticos nomeados, para pagamento de campanha. Pior ainda, é ver o povo submisso pela midia e pelo poder do Estado dizendo que os professores são vagabundos, mal intencionados. Quando a verdade é um país e um estado de governos medíocres e formatados em escolas pagas. E ainda podemos até dizer com clareza que muitos dos professores e servidores deste Estado, estudaram em escolas privadas e lutam por uma escola pública para que os filhos daqueles que criticam estejam na escola pública. Pergunte aos governantes em qual escola estudaram!!! Enfim, falar mal do outro é fácil, quero ver vc que critica olhar seu próprio “rabo” e se tocar que nada faz para este mundo de coisas absurdas mudem, fica na critica pela critica. Faça algo para mudar este país e pare da critica sem fundamento.

  12. Jacqueline
    quinta-feira, 5 de março de 2015 – 22:22 hs

    Ela está mesmo muito certa. Haja vista ser a única kkk… Me poupe né oh fessora…

  13. Denilson
    quinta-feira, 5 de março de 2015 – 22:55 hs

    Covardia, espero que tenha mesma atitude “corajosa” de renunciar os direitos preservados quando a categoria vencer essa batalha!!!

  14. Helder
    quinta-feira, 5 de março de 2015 – 23:40 hs

    Política, meu caro Watson.
    As crianças que se danem.

  15. ana
    sexta-feira, 6 de março de 2015 – 1:49 hs

    Quem está criticando é pura dor de cotovelo. Nunca viram uma classe tão forte e organizada. O maior movimento da América Latina dos últimos dez anos. É mole? O governador Beto Richa tem hoje 20% de aceitação. Este governo arruinou o Paraná, quer cobrar do funcionalismo, eliminando direitos adquiridos com muita luta. Pior: nem os deputados da sua bancada o apoiaram nesta pouca vergonha- derrubaram a comissão geral, que era uma reinvenção do AI-5, pelos requintes de crueldade. Coitada da professora, ficou assustada com 20.000 professores protestando contra um governo que é o pior da história do Paraná para a Educação. Pior até mesmo que Jaime Lerner. Se Requião está criticando o atual desgoverno, está fazendo sua obrigação de abrir os olhos de gente como a professora que fraquejou. Ele sabe pra que serve a oposição.. Vai pra casa, fraquinha, por que, no momento, não tem o que fazer em sala de aula. Os alunos estão na rua apoiando a luta pela educação, que o Beto arruinou. Fora, governo incompetente.

  16. MARIA
    sexta-feira, 6 de março de 2015 – 2:18 hs

    Sou professora, estou na luta, e não me conformo com um governo que mexe em direitos adquiridos, como planos de carreira, formação continuada; faz o pior desmanche da educação de que se tem notícia.
    Enfim, nunca vi uma classe ter que lutar, fazendo greve, para, simplesmente obrigá-lo a devolver o que nos roubou. Até mesmo na Previdência – que é dinheiro dos aposentados – ele quer passar a mão . É muito estressante. O QUE LEVA UM GOVERNO A PENSAR QUE PODE FAZER O QUE BEM ENTENDE COM A VIDA PROFISSIONAL DOS PROFESSORES? NEM PRECISA SER INTELIGENTE PARA ENTENDER QUE ESSA GREVE É UNÂNIME e que o motivo é um apenas: um Beto Richa da vida que, na mais cruel ousadia e cinismo, arranca tudo que se conquistou com anos de trabalho e estudos. CHORO TODOS OS DIAS, PORQUE INJUSTIÇAS SÃO COMETIDAS E QUEM ESTÁ NO PODER , USA ESSE PODER PARA PREJUDICAR. ESTOU NO MAGISTÉRIO HÁ MAIS DE TRINTA ANOS, E QUANDO VEJO UMA CRIATURA SAIR DO MOVIMENTO, PORQUE TEM PT E DIABO A QUATRO, ME DÁ MUITA RAIVA. QUANTAS VEZES SE TEM QUE REPETIR QUE ESTAMOS LUTANDO PELO QUE NOS FOI TIRADO. CABEÇA OCA, EU NÃO IRIA PRA RUA POR CAUSA DE PARTIDO. O QUE PEGA É O POUCO CASO COM A EDUCAÇÃO , DROGA!

  17. VILMA MARQUES
    sexta-feira, 6 de março de 2015 – 7:22 hs

    Realmente é uma greve partidária, afinal só o PT ( e não a ingerência e incompetência do governador) deve ser responsabilizado pela falta de pagamento das progressões e do 1/3 de férias, da demissão de funcionários, da falta de nomeação dos pedagogos e professores de Educação Física, das salas lotadas e que não seguem o número normatizado em lei e do sucateamento que vemos diariamente no ambiente escolar.

  18. Abel
    sexta-feira, 6 de março de 2015 – 8:42 hs

    O nobre governador conseguiu o que queria, dar um foco partidário para que os reacionários tivessem vez de bradar os horrores que sempre proferem. Essa luta é de uma classe e não de partidos. Quem diz que deputados do PT usam a davor deles, esquecem que a bancada do camburão poderia estar do lado dos professores, mas optaram pela ditadura do desGovernador Richa.

  19. valeria Coladello
    sexta-feira, 6 de março de 2015 – 8:49 hs

    Ela tem nome??? Fácil falar….

  20. sexta-feira, 6 de março de 2015 – 9:54 hs

    Sinto dizer mas quem esta por trás de toda essa palhaçada e Lula, Requião, Gleisi, e o PT dos derrotados. Se não houver ordens e respeito Lula ainda provocará uma guerra civil no Brasil, o exercito tem que ficar e prontidão..

  21. Miguel Ângelo
    sexta-feira, 6 de março de 2015 – 10:49 hs

    Educador é valorizado pelo que ele faz e representa. É certo que não haveriam profissionais sem antes passarem pelas escolas. O que a professora fez foi colocar em prática a sensatez que faz parte do DNA de um educador. O governo do Estado meteu os pés pelas mãos, isso é um fato, tentar aprovar a toque de caixa um arroxo desses e passar incólume? Não. Os professores mostraram que as coisas não poderão ser dessa forma. O problema é que em cada movimento justo, sempre aparecem oportunistas. Gleisi Hoffmann, candidata do PT derrotada no 1º turno e o PT – se encarregaram de criar um fato novo e assim desviar as atenções da presidente Dilma. Será sempre assim: eles perdem aqui no Paraná porque o nosso Estado tem vocação para o “TRABALHO” e o PT só tem “trabalho” na sigla, de resto, é só politicagem pra “cubano” ver.

  22. Ricardo Moresqui
    sexta-feira, 6 de março de 2015 – 10:54 hs

    Olá,

    Gostaria de saber, baseado em quais fatos, a professora afirma que APP faz campanha para o PT.
    Só pq tinha um professor com a camiseta do PT?
    Haviam bandeiras do PT?
    Deputados fazendo propaganda do PT?

    Ou pelo simples fato do governador ser do PSDB e o sindicato estar promovendo a greve, então, é PT?

    Foi pq tinha uma bandeira da CUT?

    Fatos, fatos, fatos… É isso que eu quero saber.

    Quando invadiram a ALEP, irresponsáveis hastearam bandeiras do MST, CUT, CONLUTAS, 3 bandeiras de movimentos feministas, uma de um movimento anarquista e NINGUÉM se manifestou a respeito disso no Face.
    Eu pesquisei bandeira por bandeira!

    Minha opinião é:

    Professores, funcionários públicos,

    Continuo indignado com o apelo político que estão fazendo em cima da causa dos professores e funcionários públicos, etc.

    A luta é de vcs e não de partidos ou de políticos.

    Se os políticos realmente fizessem seu trabalho por aqueles na qual representam, vcs NUNCA fariam greve! Muito pelo contrário!

    Mas é pela corrupção, pelas atitudes torpes desses mesmos politiquentos e partidos, que te abraçam que tomam medidas que nos revoltam e fazem com que entrem em greve.

    Contudo, mediante isso tudo, sempre uma minoria que se manifesta pró partido em meio a manifestações de vcs. E o que mais me assusta é o silêncio de todos os outros que, ou tem medo de repudiar isso tudo ou são agnósticos quanto a isso ou são coniventes silenciosos.

    Eu como cidadão e como pai de alunos da rede pública e como eleitor e como povo e como cabeça pensante, vejo que a greve de vcs é POVO contra arbitrariedades de PARTIDOS e POLÍTICOS com a conivência de SINDICATOS.
    Portanto, não deixando a minha característica mais intrínseca, sendo da melhor qualidade dos chatos, ainda acho que a manifestação dos professores e funcionários públicos deveria ter apenas bandeiras e camisetas e manifestações, só e somente só do sindicato que lhes representa, no caso APP.
    Os demais, chegam a ti, abraçam e fazem volume e estardalhaço, dizendo: “tamo junto”, sendo que, de fato, querem se promover.

    E isso vira material as avessas ao que vcs reivindicam.
    Falam que as manifestações da APP é, na verdade, comício político de partidos de esquerda…

    Por isso, me assusto com o silêncio daqueles que não concordam com isso tb!

  23. Celso Ribas
    sexta-feira, 6 de março de 2015 – 10:57 hs

    Essa professora está absolutamente equivocada. Eu e a maioria dos educadores não somos do PT e estamos na greve.
    Toda a mobilização dos educadores aconteceu por causa da insatisfação em relação ao governo, por causa do descaso deste governo descomprometido com a educação pública paranaense.

  24. Euripedes Jr.
    sexta-feira, 6 de março de 2015 – 11:25 hs

    Eu quero é mais férias

  25. Xicaum
    sexta-feira, 6 de março de 2015 – 11:34 hs

    Onde esse povo leu que o governo retrocedeu?
    O governo mais uma vez só fez promessas, coisa que ele já mostrou que não cumpre.
    Não se deve confiar nesse governo de jeito nenhum, a greve deve continuar sim.
    ROUBAR a paraná previdência é motivo suficiente para a greve continuar.
    Os alunos não serão prejudicados, pois terão os 200 dias letivos normalmente, só vai demorar um pouco para começar. É um custo muito baixo para que a justiça seja feita.

  26. sexta-feira, 6 de março de 2015 – 11:35 hs

    Sou agente educacional ll não sou a favor de partido nenhum, estou nesta greve pelo abuso de poder deste governador em querer retirar nossos direitos. Ele sempre promete mas não cumpre da datas para pagamentos e não paga. Porque confiar em alguém assim devemos nos manter unidos a classe precisa evitar que roubem a nossa previdência e as nossos direitos onde ficam? fiz cursos, pós graduação e profuncionario e faz mais de um dei entrada e não recebi minhas progressões. Luto pelos nossos direitos adquiridos. Beijos até e desculpem o desabafo. Atenciosamente Marta.

  27. Douglas Rezende
    sexta-feira, 6 de março de 2015 – 11:55 hs

    Então fazemos assim, façam uma visita nas escolas públicas mais próximas a vocês e comparem com o mínimo de estrutura da escola particular de seus filhos, procurem saber o quanto a escola pública tem de repasse atrasado, como não andam as manutenções de nada, como estão os laboratórios (?) de física, química, informática…há sim, escola de filho de trabalhador não precisa de nada disso não é mesmo ?

  28. Professora
    sexta-feira, 6 de março de 2015 – 12:34 hs

    Lastimável em meio ao caos que passa a Educação Pública ter ainda professores com a mente tão pequena! Nunca votei em PT mas apoio o Sindicato, na minha opinião pessoas medrosas e acomodadas ficam achando desculpa pelas suas fragilidades mentais! Estou na luta”! Estou em greve não sou Pt! Não tenho medo! Luto para um dia termos orgulho de sermos Professores!

  29. Jane Silva
    sexta-feira, 6 de março de 2015 – 12:49 hs

    Lamentavelmente o pt, mais uma vez, está jogando sujo, colocando suas artimanhas em prática. Está usando o movimento dos professores para promover a arruaça. Não encontrou numero suficiente de militante que se prestasse a passar vergonha em manifestações em São Paulo e teve que cancelar. Mandou a sobra para o Paraná na tentativa que insuflar a greve dos professores e assim tirar o foco da mobilização do dia 15, em todas as cidades do país. Esperamos que a PM do Paraná não caia nessa armadilha, não alimente as provocações e não entre em confronto com os marginais.

  30. Daniela
    sexta-feira, 6 de março de 2015 – 13:00 hs

    Beto Richa honestissimo????? em que mundo essas pessoas vivem???? escolas uma maravilha???? sem pagar as contas desde outubro… realmente são pessoas que não conhecem e nao querem ver a relidade… nao concordo com discurso da APP mas glorificar o governador é demais!!!!!

  31. Bruno Tadeu Stella
    sexta-feira, 6 de março de 2015 – 15:03 hs

    Desde que os “professores” invadiram a assembléia eu já tava percebendo o forte teor esquerdista do movimento. As criticas eram completamente unilaterais. O PT está há 12 anos no poder, ele é o principal responsável pela situação lamentável da educação pública do país (Aliás, isso vem do interesse do Foro de SP, mas, enfim.. outro assunto..). Mas onde estavam as críticas ao governo federal? Era só Beto pra cá, pra lá, e bandeiras vermelhas da CUT, PSOL, PSTU, balançando. Esses comunas, que eu me recuso a chamar de professores, não passam de doutrinadores de jovens para ideais socialistas, eles tomaram conta do movimento. Os verdadeiros professores perderam a oportunidade, deviam ter se unido para mostrar que o movimento não era unilateral, que havia critica ao governo federal e União também. Mas deixaram os comunas avermelharem o movimento. Estão deixando o PT usar essa manifestação para TENTAR aliviar um pouco sua barra… Agora aguentem! Parabéns pela coragem dessa professora!

  32. Rosalindo Crepaldi
    sexta-feira, 6 de março de 2015 – 18:05 hs

    Esta professora e corajosa, lutando contra estes socialismo fajuto, de ladroes, dividem com uma e tira com duas maos!

  33. Rodrigo
    sábado, 7 de março de 2015 – 1:38 hs

    Concordo plenamente com você Ricardo Moresqui, seu comentário foi excelente. Realmente, não considerei correto a utilização de bandeiras de outros sindicatos, como a da CUT por exemplo. Como cidadão consciente e como servidor público, não defendo partidos políticos, defendo sim uma educação pública de qualidade, e foi essa a minha intenção ao aderir a greve.

  34. Jaime Caetano
    sábado, 7 de março de 2015 – 10:55 hs

    Vejo com tristeza as manifestações contrárias à postura da professora, especialmente as ameaças proferidas no blog. A ira e a insatisfação de certas pessoas contra a professora denota nítida posição política contrária, própria dos partidos de esquerda que sempre agiram desta forma. Ora, se o projeto foi retirado de pauta, qual o motivo de continuar a greve? Está claro que a classe quer muito mais do que garantir seus direitos: quer sim desestabilizar o governo do Estado, o que na minha opinião é antidemocrático. Mas veja mais: mesmo que o projeto de lei fosse aprovado naquela ocasião, jamais poderia ter ‘mexido’ nos direitos adquiridos. Isto porque, DIREITO ADQUIRIDO é DIREITO ADQUIRIDO, portanto, não poderia afetar quem já está no quadro, mas somente aqueles que ingressariam a partir da aprovação da nova norma. Da mesma forma, seria impossível não garantir a remuneração na aposentadoria, independente de mexer ou não na previdência. Isto é direito adquirido minha gente. Chama a atenção porque esses mesmos professores não se manifestam contra o aumento do óleo diesel ou contra todas as medidas anunciadas pelo Governo Federal – que vão afetar diretamente a qualidade de vida e os custos de TODOS os professores -. Tenho notado a cada dia que passa que o povo paranaense se mostra cada vez mais contrário à manutenção da greve. Acho válido que as classes busquem e lutem por seus direitos, mas neste caso há extremo egoísmo por parte dos professores. Até onde sei, a rede estadual paga melhor que a rede municipal e que a rede privada. Mas eu sinceramente desconhecia que os professores tinham direito a auxílio transporte mesmo no período de férias. Sem contar que a invasão e a quebradeira da Assembléia Legislativa foi uma vergonha, atitude que não é digna de educadores. E os mesmos apoiadores políticos que vocês compartilham nas redes sociais estão sendo manchete de jornais acusados de corrupção na Petrobrás. A verdade é que a manutenção da greve começa a prejudicar o direito da maioria da população paranaense. Não se iludam professores, o povo está vendo.

  35. Pricila
    sábado, 7 de março de 2015 – 11:38 hs

    Olha, as pessoas são livres para fazer o que acharem certo.
    Nao estou nem um pouco feliz em estar fora da sala de aula, mas desculpem-me os que na maioria escrevem, parecem todos 100% governo.
    Entro no blog do Esmael e lá é 100% contra o governo…
    Está difícil encontrar um canal neutro… Está difícil ler alguma coisa que não seja tendenciosa…
    A verdade é que NAO CONFIO no atual governador… Do governador que cortou merenda, funcionários para limpar e cozinhar nas escolar (básico – creche) do nosso atual sistema… Sem comentar todas as atrocidades adicionais.
    Se o SINDICATO é quem pode ajudar, estou junto. Isso é estar preocupado com os alunos. Se eu concordo com tudo? Não! Mas a decisão é da maioria. Se não for assim, não temos força…
    Em nenhum momento vi o governo olhando pela educação, se estivesse, EU estaria bem tranquila dando minhas aulinhas.
    Muito funcionários votaram no Beto Richa, embora alguns nem tivessem recebido as bolsas do PDE e outros extras, acho que isso é dar um VOTO DE CONFIANÇA!
    Beto Richa foi eleito no 1o turno… E quem elegeu fomos todos nós…
    Esse pacotão foi jogo sujo sim!
    E embora discorde da APP em certos aspectos, não vejo nada abusivo sendo feito. Tenho minha cabeça formada, acredito que a maioria dos grevistas é madura e instruída o suficiente para não sofrer nenhuma lavagem cerebral.
    Uma andorinha só não faz nada… E se tivéssemos todos ficado quietos me conte como estaríamos???
    Agora, esperar o Chapolin Colorado não da!
    Acho que terça devemos voltar, pelo menos é o que a maioria dos funcionários que conheço pensa.
    Depois minha gente, quem estará com problemas para repor as aulas, seremos nós! E vamos repor, é obrigação. Não nos saiu barato. Isso é desgaste puro.
    Quanto aos funcionários que não fizeram greve, mas mesmo assim, os alunos não estavam presentes… Lamento, mas eles também terão que repor… Escola não é um lugar só pra bater ponto.
    E se os deixa felizes, penso que está faltando a nível federal o que estamos fazendo a nível estadual.

  36. Pricila
    sábado, 7 de março de 2015 – 11:45 hs

    E me perdoem os que acreditam em algum partido… Boa Sorte! A única coisa que percebo é quando um político levanta a mão pra jogar uma pedra,ele cai no apedrejamento. Vai falar grosso para acusar… E logo está sendo acusado… Todos com rabo preso!

  37. Mauro
    sábado, 7 de março de 2015 – 14:59 hs

    Isso é uma grande mentira
    A APP não faz política partidária.
    Infelizmente tem gente que é contra o PT de fora tão fanática que não consegue julgar mentiras nesses comentários.
    Eu repito a APP tem professores que militam em todos os partidos políticos do país, mas não faz política partidária.

  38. cida
    sábado, 7 de março de 2015 – 23:36 hs

    Interessante os comentários sobre o nosso grande movimento e me levam a refletir sobre o discurso da professora que com razao se sentiu massa de manobra politica. No entanto, a maioria dos comentários se reduziram a agressões politicas partidarias e pouco sobre a sua decisao profissional.

  39. JAPA
    segunda-feira, 9 de março de 2015 – 3:50 hs

    Acho engraçado, antes de revindicar eu tenho que mostrar minha competência, imaginem vcs a competência destes professores. 450 mil tirando ZERO no ENEM , fora os que tiraram um ponto a mais kkkkkkkkkk que redaçao.Ainda bem que vcs pensam nos alunos, imagine se não pensa.Sou a favor de greve luta pelo que merece, mas reflitam.Do jeito que esta o país esse não é o momento.Também sou contra a estabilidade de emprego, pois quem faz isso é a sua competência e capacidade.

  40. Camilo
    sexta-feira, 1 de maio de 2015 – 21:35 hs

    Esta deve ser daqueles professores que recebem 8 mil por mês, né Campana?!

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*