Lava Jato: Janot pede abertura de 28 inquéritos sobre 54 pessoas ao STF | Fábio Campana

Lava Jato: Janot pede abertura de 28 inquéritos sobre 54 pessoas ao STF

Janot

Da Carolina Brígido, O Globo:

BRASÍLIA – Chegaram nesta terça-feira ao Supremo Tribunal Federal (STF) 28 pedidos de abertura de inquérito contra 54 pessoas suspeitas de participar do esquema de desvios de dinheiro da Petrobras. No grupo, existem políticos e também pessoas que não ocupam cargo público. Também foi solicitado o arquivamento de sete petições que estavam no tribunal citando outras pessoas, porque os indícios não eram suficientes para embasar investigações. Os pedidos foram feitos pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot. Os documentos chegaram ao tribunal às 20h11, mas Janot não esteve pessoalmente no local.

Os procedimentos estão em segredo de justiça. Portanto, não é possível saber ainda quantas autoridades serão investigadas ou quais são os fatos imputados aos suspeitos. Mas conforme adiantou o GLOBO, os presidentes da Câmara, deputado Eduardo Cunha, e do Senado, senador Renan Calheiros, ambos do PMDB, foram informados que estarão na lista do procurador-geral da República. A informação foi confirmada por assessores do Planalto.

O relator do caso, ministro Teori Zavascki, deverá instaurar os inquéritos e derrubar o sigilo de todos eles nos próximos dias. Só então serão divulgados os detalhes dos procedimentos judiciais.

Com a abertura dos inquéritos, as investigações serão formalmente iniciadas. Janot teria pedido ao STF, junto com a instauração dos inquéritos, as primeiras diligências: quebras de sigilo bancário e fiscal, bem como a tomada de novos depoimentos e o compartilhamento de provas adquiridas na primeira instância do Judiciário.

Os pedidos foram feitos nas petições que estão no STF desde dezembro. Essas petições contêm indícios apresentados pelos principais delatores da Lava-Jato: o doleiro Alberto Youssef e o ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa. As petições estão protegidas pelo mais alto grau de sigilo e não são sequer mencionadas no andamento processual do tribunal na internet. As petições foram divididas de acordo com temas, para facilitar as investigações.

Zavascki quer que as apurações sejam públicas, conforme solicitação do procurador-geral. No entanto, poderá ser mantida em sigilo uma ou outra prova cuja divulgação prejudicaria o andamento das investigações. O sigilo também é previsto em lei para provas com conteúdo íntimo do investigado, como os sigilos bancário e fiscal.

Além das investigações que serão abertas no STF, existem três petições no Superior Tribunal de Justiça (STJ). Devem ser investigados pelos desvios da Petrobras os governadores Luiz Fernando Pezão, do Rio, e Tião Viana, do Acre, além do ex-deputado Mario Negromonte (PP-BA), hoje conselheiro do Tribunal de Contas dos Municípios da Bahia. Os três têm direito ao foro especial, pelos cargos que ocupam. Há também inquéritos abertos na primeira instância, em Curitiba, contra pessoas sem direito ao foro especial, entre eles pelo menos quatro ex-deputados federais: André Vargas (ex-PT-PR), Luiz Argôlo (SDD-BA), Pedro Corrêa (PP-PE) e Aline Corrêa (PP-SP).

Existe também na corte uma petição com documentos incriminando o deputado federal Nelson Meurer (PP-PR), que teria recebido dinheiro do doleiro Carlos Habib Chater. O caso também está em segredo de justiça, aguardando Janot se pronunciar pelo arquivamento ou pela abertura de inquérito.


11 comentários

  1. MARCO
    quarta-feira, 4 de março de 2015 – 1:04 hs

    ARTE
    Quatro museus de Curitiba fecham por falta de pagamento pela segurança
    Museus de Arte Contemporânea do Paraná, Alfredo Andersen, Paranaense e do Expedicionário não abrem por dívida de R$ 1,5 milhão do governo com empresa terceirizada de vigilância

    http://www.gazetadopovo.com.br/vida-e-cidadania/quatro-museus-de-curitiba-fecham-por-falta-de-pagamento-pela-seguranca-1xruhyq58mgvlq4yei2k0hj1t?ref=aba-mais-lidas

    DEUS SALVE O PARANÁ, DO BETO ESPONJA, O HOMEM QUE SUGOU O DINHEIRO DO PARANA

  2. FUI !!!
    quarta-feira, 4 de março de 2015 – 4:58 hs

    Os nomes dos políticos chegaram no STF. Vamos ver se estes caras
    que forem culpados vão responder judicialmente e ir para a cadeia.
    O que precisa acabar no Brasil é esta maracutaia do foro privilegiado.
    Alguma pessoa se torna inatingível só por causa de algum carguinho
    que ocupa !? Isto é o famoso “protege ladrão” !!!

  3. Zé Venancio
    quarta-feira, 4 de março de 2015 – 6:47 hs

    Não podemos esquecer que ontem, na mesma reportagem da Globo, o nome da senadora Gleisy Hoffman também foi citado.
    A paritr de agora, veremos a sanha da justiça vergastando o fundilho dos investigados, todos com boas doses de indícios de envolvimento com as falcatruas da Petrobras.
    Devido à este esquema, a empresa perdeu 80% de seu valor, grau de investimento e por fim, estuda-se a venda de ativos, ou seja, diminuir seu tamanho físico, atingindo assim, a maior empresa nacional, uma das maiores do mundo, em seu valor não só econômico, mas também social.
    Definitivamente, todos os envolvidos em qualquer nível neste golpe de lesa à pátria, devem pagar e bem caro por seus crimes.

  4. quarta-feira, 4 de março de 2015 – 7:28 hs

    E a DIUUUMA e o bebado canceroso quando será que vão pegar esses canalhas.

  5. jose carlos pinto
    quarta-feira, 4 de março de 2015 – 8:16 hs

    SERÁ QUE A PIZZA NÃO VAI QUEIMAR NAS MÃOS DO STF. SERÁ QUE O CARDOZO DA JUSTIÇA VAI LIVRAR ALGUNS CUPINXAS USANDO A BOA E VELHA CARTEIRADA. NO STF VAI DAR EMPATE E FICA TUDO COMO ESTÁ E O POVO COM NARIZ DE PALHAÇO COMO SEMPRE. OS MINISTROS DO SUPREMO QUEM ESCOLHEU HEIMMMM ??????

  6. Do Interior....
    quarta-feira, 4 de março de 2015 – 8:38 hs

    No STF a lava jato já cheira a pizza. Diante de abrir a ação nos casos comprovados, o engavetador geral da Dilma preferiu optar pelo inquérito.

    Isto quer dizer que o STF irá refazer TODO o trabalho de Sergio Moro.

    Pela demora, os crimes irão prescrever e então…..

  7. tadeu rocha
    quarta-feira, 4 de março de 2015 – 9:08 hs

    É SÓ PARA BOI DORMI,,,,,NÃO VAI DAR EM NADA ISSO,QUEM VIU JORNAL NACIONAL ONTEM….. DE SUA OPINIÃO. SOBRE A PETROBRAS…

  8. José Carlos
    quarta-feira, 4 de março de 2015 – 9:28 hs

    Como era de se esperar. Mesmo diante da robustez das provas, dos depoimentos, dos documentos existentes, nenhum deles foi denunciado. Pedir a instauração de Inquérito significa para nós brasileiros arrastar o processo por mais um ou dois anos. Nos Brasileiros vamos continuar pagando os salários desta corja de políticos corruptos. Esperamos sinceramente que pelo menos, os nomes não citados dos envolvidos, sejam afastados das comissões que apuraram os desvios da Petrobras.

  9. quarta-feira, 4 de março de 2015 – 11:22 hs

    Operação Lava-Jato
    Somente 54 pessoas envolvidas e dentro da política ???
    E o restante, quando serão investigados e processados ?

  10. FUI !!!
    quarta-feira, 4 de março de 2015 – 12:22 hs

    Os atalhos da nossa legislação é realmente de matar qualquer cristão.
    É mais fácil um cidadão ganhar dez vezes seguidos na megasena do
    que um político ir para a cadeia. Cadê o Lula !?

  11. Ivan Silva
    quarta-feira, 4 de março de 2015 – 13:52 hs

    Já saiu um comunicado oficial que o Pezão não será mais investigado nesse caso. E eu já achava isso bem provável.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*