Hélio Cury derruba liminar, faz eleição e mantém poder na FPF | Fábio Campana

Hélio Cury derruba liminar, faz eleição e mantém poder na FPF

helio-cury2
Os grandes clubes foram derrotados pelos votos dos clubes pequenos e periféricos que mantém Cury na presidência. Os grandes podem criar Liga independente. Via Banda B.

Tudo permanece como estava. Na calada da noite, a liminar conquistada pelos clubes da capital foi cassada e as eleições na FPF voltaram sob o comando de Hélio Cury, o presidente atual da FPF que lutava pela reeleição. Pois, pois, Hélio Cury derrotou Ricardo Gomyde por 33 votos a 25 e permanecerá no comando da Federação Paranaense de Futebol (FPF) por mais quatro anos.

A votação aconteceu logo após a assembleia de prestação de contas do ano passado e justamente os mesmos clubes que aprovaram a conta, votaram na reeleição de Cury. Batel e Boqueirão não votaram, o primeiro pelo representante não ter comparecido e o segundo porque o representante não levou o RG. Já o Cascavel CR não entrou na relação de clubes votantes da comissão eleitoral.

Após a confirmação da reeleição, houve uma tentativa de entrevista com o Hélio Cury, mas seguranças e até mesmo o próprio mandatário da FPF empurraram com truculência a reportagem da rádio Banda B.

Hélio Cury está na presidente da Federação Paranaense desde 2007, quando ganhou uma ação na Justiça e assumiu o cargo após a saída de Onaireves Moura. Em 2008, ficou decidido que Cury permaneceria até o atual momento somente pelo fato de Curitiba ter sediado a Copa do Mundo no ano passado.

Eleições quase não aconteceram

As eleições na FPF se tornaram uma grande novela após na tarde da última sexta-feira (20), o Trio de Ferro da capital obter uma liminar na qual a concorrência entre Cury e Gomyde fosse adiada pelo fato do edital de eleição da FPF ter sido publicado apenas uma das três vezes exigidas em um jornal de grande circulação no Estado. As outras duas vezes que este edital foi publicado aconteceram em um jornal de circulação regional e não estadual, como pede o estatuto.

Porém, a liminar foi cassada no plantão judiciário e os candidatos disputaram a vaga de presidente normalmente na manhã deste sábado (21). Pouco antes da assembleia, Ricardo Gomyde reafirmou que Cury não poderia estar concorrendo por estar suspenso por 120 dias pelo STJD.


14 comentários

  1. Sergio Silvestre
    sábado, 21 de março de 2015 – 13:31 hs

    Kury,Adib,Luis Abib,Richa é a republica do Líbano mandando no Paraná,aja orçamento para ser sumido.

  2. Carlos martins
    sábado, 21 de março de 2015 – 14:59 hs

    Gomide perdeu mais uma ele precisa é tesbslhar pois até hoje foi apenas playboi e nunca soube o e trabalho
    Preguiçoso quem conhece não vota nele
    A Fpf está melhor pois tudo cargo que Gomide assumiu só deu caca

  3. sábado, 21 de março de 2015 – 15:45 hs

    Mais um derrota do Beto Richa, será que este desgoverno chega a final de 2018, pois está caindo pelas tabelas.

  4. A CULPA É DO FHC
    sábado, 21 de março de 2015 – 15:53 hs

    GOMYDE MAIS UMA DERROTA NO SEU CURRICULUM.

    JÁ FICA CHANCELADO COMO PERDEDOR!!

    SERIA MELHOR NÃO TER DISPUTADO.

    EM MENOS DE 6 MESES DUAS DERROTAS NAS URNAS!

  5. BigPeter
    sábado, 21 de março de 2015 – 17:06 hs

    Quem nã poderia estar concorrendo é esse comunistazinho, capacho do petismo ordinário, que nunca trabalhou. Jamais fez nada na vida; apenas usufruiu das benesses que assistem a todo componente do bando que ora domina o pais. Fora Gomyde. Vá trabalhar cara. Fora petismo ordinário.

  6. BigPeter
    sábado, 21 de março de 2015 – 17:15 hs

    Parabéns ao Presidente Hélio Cury pela persistência e devoção ao futebol paranaense.
    Com certeza há, principalmente ali pelas redondezas da igreja do Perpétuo Socorro, muita gente com saudades de coisas como José Milani e outras tranqueiras que já passaram pela FPF, sempre prontas a arrumar a casa para os interesses do verdão esmaecido.
    Já Petraglia e o mandatário paranista, talvez quizessem, com o atual gesto, debitar a Hélio Cury, e ao seu campeonato que eles próprios desprezam, a péssima situação técnica, e o caos financeiro que ora seus respectivos clubes enfrentam.
    O meu Fuacão vai sair dessa. Com, ou sem Petraglia. Já os demais…

  7. Veredito do Dia..
    sábado, 21 de março de 2015 – 17:29 hs

    Eu falei outro dia que este Gomyde não tinha como vencer Hélio pelo simples fato que ele não tinha representação juridica e nem crédito politico para tanto. O resultado está aí…. Está dito!

  8. MANEL BOCUDO
    sábado, 21 de março de 2015 – 18:10 hs

    NÃO FALEI AQUI QUE ESSE GOMYDE NÃO GANHA UMA.
    O PÉ FRIO AI É RUIM DE VOTO E APOIO DELE É A MAIOR FRIAGEM DO MUNDO KKKK DISSE AQUI PODE CONFERIR.

  9. sábado, 21 de março de 2015 – 18:23 hs

    Este cominde nao ganha sem para porteiro

  10. celso
    sábado, 21 de março de 2015 – 18:41 hs

    Até acho impprtante auternancia do poder mais quando pessoas destintas c unem hum. Sei não cartório é só no dinheito .deixe como ta

  11. sábado, 21 de março de 2015 – 20:50 hs

    Não conheço o Hélio Cury, mas tão somente por derrotar o “trio de ferro ou de lata de Curitiba já é uma vitória. Parabéns! Porque iríamos eleger “comuna” na Presidência da FPF?

  12. luiz
    sábado, 21 de março de 2015 – 22:14 hs

    É hora, Coxa rumo a criar liga independente.

  13. ESPORTISTA
    sábado, 21 de março de 2015 – 22:48 hs

    GOMYDE VOCE DEVERIA DESISTIR DE SE ELEGER , NÃO GANHA UMA . SO CONSEGUE SER ASPONE ONDE O PCDOB PEGA UMA BOQUINHA E QUANDO CONSEGUE NUNCA AJUDOU O ESTADO DO PARANA. TUDO PELO SEU PESSOAL

  14. Verdade
    domingo, 22 de março de 2015 – 8:48 hs

    Agora resta ao Gomyde Ricardinho disputar a eleição do Atletico com o Petraglia.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*