Funcionários terão salários reduzidos para pagar rombo nos Correio | Fábio Campana

Funcionários terão salários reduzidos para pagar rombo nos Correio

correios1

O corte de 25,98% nos contracheques, definido num primeiro momento, será reavaliado a cada ano a partir do retorno dos investimentos e da expectativa de vida dos participantes.

Uma grande batalha foi travada na Justiça por funcionários da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (Correios) para tentar evitar que os participantes do Postalis, fundo de pensão da estatal, tenham redução de um quarto nos seus salários a partir de abril de 2015 pelo período de 15 anos e meio. A conta é resultado de um déficit atuarial de R$ 5,6 bilhões no Postalis, controlado pelo PT e PMDB, provocado por investimentos suspeitos, pouco rentáveis ou que não tiveram ainda rendimento repassado ao fundo. Também sob influência dos dois partidos políticos, o Funcef, dos empregados da Caixa Econômica Federal (CEF), e a Petros, da Petrobrás, contabilizam prejuízos bilionários. As informações são do Estadão.

O conselho deliberativo do Postalis impôs aos funcionários a contribuição extra que terá forte impacto sobre os salários. O corte de 25,98% nos contracheques, definido num primeiro momento, será reavaliado a cada ano a partir do retorno dos investimentos e da expectativa de vida dos participantes. Um funcionário que tem salário de R$ 10 mil, por exemplo, receberá R$ 2.598 a menos no final do mês apenas para cobrir o déficit, além o valor da contribuição definida.

A Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas de Correios, Telégrafos e Similares (Fentect) afirma que entrará, nesta segunda-feira (23/3), com duas ações na Justiça Federal. A alegação principal dos integrantes do fundo é que o déficit bilionário é resultado da má administração dos investimentos dos últimos anos. Também acusam os Correios de não terem pago a dívida que têm com o Postalis.

Na semana passada, carteiros de ao menos dez Estados brasileiros fizeram paralisação para protestar contra a contribuição extra definida pelo conselho deliberativo do Postalis. Em nota, os Correios informaram que contrataram consultoria especializada para avaliar se o Postalis ou o governo tem razão.


9 comentários

  1. MANOEL BOCUDO.
    terça-feira, 24 de março de 2015 – 15:21 hs

    PERGUNTA PARA O SIBÁ MACHADO SENÃO FOI A CIA QUE METEU A MÃO NO POSTALIS ( FUNDO DE PENSÃO DOS CORREIOS) QUE É CONTOLADO PELO PARTIDO DO SIBÁ, E O VELHO PMDB.

  2. terça-feira, 24 de março de 2015 – 15:21 hs

    Não foi os funcionário do Correio que transformam-se em verdadeiros comitês eleitorais para elegerem a DILMA 13!
    Pois. o castigo veio a cavalo, acabaram reelegendo os companheiros que acharcaram suas aposentadorias

    E isso ai mais uma do PT

  3. joao
    terça-feira, 24 de março de 2015 – 16:14 hs

    Alguem conhece algum sindicalista que trabalhe ???
    Vamos resolver a crise no mundo !!! Mandem o PT pra China !!!!

  4. Johan
    terça-feira, 24 de março de 2015 – 16:55 hs

    Caro FÁBIO, a sociedade brasileira já tinha conhecimento de que daria nisso, logo após o Sr Luis Gushiken – já falecido, ter assumido o setor dos FUNDOS de PENSÃO das empresas estatais, logo após o ex-presidente DUENDE LULLA ter assumido a presidência. A sorte dos funcionários dos Correios, CEF e da Petrobrás foi o falecimento do Sr. Luis, pois estagnou os desvios, caso contrário não teriam que contribuir com R$ 2.598,00, o difícil seria receber “algum”, pois eles teriam detonado tudo, não teriam o que receber. Esse grupo que assumiu os fundos de pensão é ainda composto pelo ministro Berzoini, pelo tesoureiro da ORGANIZAÇÃO CRIMINOSA PETISTA o Sr. JOÃO VACCARI NETO, onde foram presidente da BANCOOP – cooperativa dos bancários, que eles quebraram e deixaram de entregar mais de 1.000 apartamentos aos cooperados bancários, portanto são conhecidos do funcionalismo federal e dos membros da ORGANIZAÇÃO. Contudo isso ocorrendo os colaboradores dessas instituições ainda estão na expectativa de verem o projeto comunista-socialista deles sendo implantado no BRASIL. O projeto deles já está concluso, pois todos estão com os recursos no bolso. Até a próxima eleição. Defendo a liberdade de opinião, liberdade de imprensa e liberdade de investigação. Apoio a a mobilização dos CAMINHONEIROS e proponho o IMPEACHMENT JÁ da DILMA, antes que ela RENUNCIE, para evitar maiores VEXAMES e VERGONHAS a sociedade brasileira. Mais uma do grupo. Atenciosamente.

  5. Juca
    terça-feira, 24 de março de 2015 – 16:56 hs

    Quem sabe para onde foi o dinheiro do correio é o marido da Gleisi, o Bernardão…

  6. Parreiras Rodrigues
    terça-feira, 24 de março de 2015 – 20:00 hs

    O Brasil pergunta: Onde o lulodilmismo não enfiou a mão?

  7. zangado
    terça-feira, 24 de março de 2015 – 20:52 hs

    Mas não há lugar em que a rapinagem petista e correlata não tem atuado …

    É impressionante !!!

    Eles contam com a impunidade e parece que pensam que arrebentando todos os cofrinhos do país não vai ter polícia nem promotor que os peguem – deve ser isso.

    Alguns vão ser pegos mas a maioria se dará bem !!

  8. PÍTON
    terça-feira, 24 de março de 2015 – 22:29 hs

    FORAM GASTOS 30 MILHÕES DE REAIS PRA MUDAR O LOGOTIPO DOS CORREIOS, PARA QUÊ ?

  9. FUI !!!
    quarta-feira, 25 de março de 2015 – 4:59 hs

    O Postalis, Funcef, Petros e tantos outros Fundos foram saqueados
    pelo PT e comandados pelo Lula e curriola. Isto ficou mal explicado
    ao povão porque se camuflou muito bem durante todos estes anos.
    Com o escandalo do mensalão apareceu a ponta do iceberg e logo
    depois com o Petrolão a situação ficou insustentável devido ao mon-
    tante saqueado. Deus é brasileiro ainda… Imaginaram como estariam
    todos estes políticos e governantes saqueadores se nada tivessem
    sido descobertos !? Cada integrante teria no bolso o equivalente a
    pelo menos duzentas megasenas sozinhos enquanto os babacas dos
    trabalhadores honestos pagariam o imposto suado para o “sumidouro”
    do PT !!!

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*