Crescem protestos contra Dilma | Fábio Campana

Crescem protestos contra Dilma

protesto - rio1

da Reuters:

Começaram na manhã deste domingo, no Rio de Janeiro, em Brasília e em outras capitais, as manifestações contra o governo da presidente Dilma Rousseff (PT). As manifestações começaram na orla de Copacabana, no Rio de Janeiro, na Esplanada dos Ministérios, em Brasília, e em cidades como Belo Horizonte, Salvador, Recife e Fortaleza. Muitos manifestantes usam camisas amarelas e carregam faixas contra o governo e o PT.

unnamed5

unnamed9

As manifestações contrárias à Dilma, com previsão de protestos em pelo menos 50 cidades, foram convocadas pelas redes sociais. A maioria dos grupos organizadores defende o impeachment, usando como argumentos uma suposta corrupção no governo, o escândalo da Petrobras e os altos custos com impostos e tarifas, entre outras reclamações.

Além de cidades como São Paulo, que conta com mais de 100 mil pessoas confirmadas em evento no Facebook, e Rio de Janeiro e Brasília, também com milhares de participantes esperados, há manifestações agendadas para diversas outras capitais e locais no exterior, como Londres, Boston e Sidney.

Apesar de os organizadores afirmarem que os movimentos não estão ligados a partidos políticos, legendas de oposição declararam adesão aos protestos.

O governo de Dilma enfrenta um quadro de inflação cada vez mais alta, atividade econômica fraca, piora no mercado de trabalho e turbulência política com a base governista.

A esse quadro, soma-se o maior escândalo de corrupção envolvendo a Petrobras, ao qual estão ligados funcionários, políticos e partidos e as maiores empreiteiras do país.

Sempre que questionada sobre as manifestações populares, como o panelaço em várias capitais durante seu pronunciamento na TV no domingo passado, Dilma tem repetido que fazem parte da democracia. A presidente diz, no entanto, ser contra atos violentos e já declarou que para pedir impeachment é preciso haver razões.

Com as manifestações deste domingo, Dilma se junta a outros dois presidentes que enfrentaram protestos populares no período da redemocratização: Fernando Collor de Mello e Fernando Henrique Cardoso.

Collor acabou sofrendo o impeachment, enquanto Fernando Henrique reverteu em parte a baixa popularidade do início de seu segundo mandato, superando inclusive uma campanha com ampla participação de petistas que tinha o slogan “Fora FHC”.


8 comentários

  1. Do Interior....
    domingo, 15 de março de 2015 – 13:21 hs

    A imprensa global petista fala em dez, vinte mil pessoas. Se o protesto do PT teve 10 mil, hoje tivemos 100 mil.

    Vi nos protestos famílias inteiras. Pais, mães, filhos recém-nascidos, inclusive cachorros.

    A diferença entre a passeata de sexta com a de domingo é que na de sexta havia muito, mas muito dinheiro nosso para patrocinar carros de som, bandeiras, coletes e camisetas, balões, faixas e R$ 35,00 por pessoa no país inteiro. Alguém fez esta conta?

    Na de domingo havia somente o desejo de mudança. A preocupação com o futuro do País. E ninguém recebeu um centavo para participar, inclusive os cachorros!

  2. valdir izidoro silveira
    domingo, 15 de março de 2015 – 15:19 hs

    Como sempre, durante os golpes, a turma da TFP liderando.

  3. daniel rodrigues
    domingo, 15 de março de 2015 – 15:23 hs

    a dilma ta ruim para o brasil nao esta prestando

  4. daniel rodrigues
    domingo, 15 de março de 2015 – 15:25 hs

    so aumentou impostos..etc.ela esta uma merda… no comando do brasil..fora dilma fora dilma fora dilma

  5. daniel rodrigues
    domingo, 15 de março de 2015 – 15:30 hs

    a dilma ta ruim para o brasil nao esta prestando
    aumentando impostos..etc..vc ta uma merda… no comando do brasil dilma…fora dilma fora dilma fora dilma fora dilma…

  6. Olegario Bim
    domingo, 15 de março de 2015 – 16:00 hs

    Estas passeatas não terão resultado algum ainda que a Dilma sofra impeachment. Entendam: democracia radical, leiam, pensem sobre, e conjuguem com art. 1º, parágrafo único da Constituição Republicana. O PODER É DO POVO.

  7. QUESTIONADOR
    segunda-feira, 16 de março de 2015 – 12:01 hs

    -Até os maçons envolvidos nos protestos anti-Dilma!!!

  8. domingo, 16 de agosto de 2015 – 19:11 hs

    A todos brasileiros não podemos parar agora, temos que terminar o que começamos, parece que eles estão querendo deixar para segunda feira, isso e empurrar com a barriga eles estão tentando driblar os brasileiros não podemos aceitar isso, Dilma não tem escolha temos que paralisar o pais que na segunda feira em diante, nada funcione que todas as famílias brasileiras levante saia as ruas e comece a cantar o hino brasileiro tão alto que no Japão eles possam escutar que poderemos nos orgulhar de poder contar nossa própria historia do dia que o brasil parou, nada de ônibus ,camião nada de comercio nada e tudo que for de gastos iremos pendurar na conta da Dilma e do PT e se algo de ruim acontecer a responsabilidade será da presidenta. nos estamos sendo educados e pedindo para ela sair numa boa chega de abusos vamos mostrar que nos não somos uma cambada de burros como ela penca ou mendigos se ela chega de aceitar migalhas ou restos vamos parar se for preciso ate os canais de televisão afinal eles também são brasileiros chega de palhaçada estamos caçados de ser humilhados

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*