Serraglio fala em impeachment de Dilma | Fábio Campana

Serraglio fala em impeachment de Dilma

serraglio - pmdb

Relator da CPI dos Correios, o deputado Osmar Serraglio (PMDB-PR) aponta que os indícios de caixa 2 para beneficiar o PT no atual escândalo da Petrobras são o elo “mais perigoso” do caso com o mensalão. Segundo ele, uma comprovação de que recursos desviados da estatal foram usados na campanha eleitoral de Dilma Rousseff (PT) em 2014 podem abrir as portas de um processo de impeachment contra a presidente. As informações são de André Gonçalves/Gazeta do Povo.

O peemedebista faz ainda uma comparação entre o episódio e a discussão sobre o doping do lutador do UFC Anderson Silva. “Falar sobre impeachment, nessas circunstâncias, não é falar sobre terceiro turno”, afirma o parlamentar. “O fato é que, se ficar comprovado que houve caixa 2 com dinheiro da Petrobras, a disputa eleitoral foi ilegítima. É como o caso do doping do Anderson Silva, ninguém está querendo uma nova luta, quer saber se ele realmente teve uma vantagem indevida lutando dopado.”

Em 2005, durante a CPI dos Correios, uma das principais linhas de defesa dos petistas investigados pela comissão era de que o dinheiro do esquema era de caixa 2 de campanha, tentando manter o episódio na esfera do Direito Eleitoral. “Já era algo arriscado naquela época, agora ficou ainda mais.”

Segundo reportagem da revista Veja publicada no fim de semana, o dono da construtora UTC, Ricardo Pessoa, preso há três meses na sede da Polícia Federal em Curitiba, estaria negociando uma delação premiada na qual informaria detalhes sobre o repasse de R$ 30 milhões que teriam sido desviados da Petrobras para abastecer campanhas de candidatos do PT no ano passado. Também há relatos nas investigações da Operação Lava Jato de que empresas beneficiadas com o esquema teriam repassado recursos a partidos por meio de doações legais.

CPI da Petrobras
Na semana passada, o nome de Serraglio passou a ser cotado para assumir a relatoria da CPI da Petrobras, que será instalada na quinta-feira (26). A indicação do paranaense seria uma das bandeiras de Lúcio Vieira Lima (BA), deputado que disputou a liderança da bancada do PMDB na Câmara com Leonardo Picciani (RJ). Como Vieira Lima perdeu a eleição interna (por 33 votos a 34), Serraglio perdeu espaço.

A indicação era defendida principalmente por uma ala de deputados peemedebistas que prega o afastamento do PT – os dois partidos estão juntos na chapa presidencial desde 2010. Serraglio seria uma forma de mostrar que o PMDB levaria a fundo as investigações. Por uma manobra que passou pelo presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), a legenda acabou ficando apenas com a presidência da CPI, enquanto a relatoria coube ao PT.


10 comentários

  1. terça-feira, 24 de fevereiro de 2015 – 11:23 hs

    Se o Ricardo Pessoa fizer DELAÇÃO PREMIADA, determinadas pessoas que estão em seus “mocós” quietinhos e ilesos terão muita dor de cabeça para se livrar de uma punição.

  2. INTRUSO
    terça-feira, 24 de fevereiro de 2015 – 11:44 hs

    Serraglio é competente e honesto.
    PARA O BEM DO BRASIL EU APOIO A INDICAÇÃO DE SERRAGLIO PARA A CPI. SÓ OS DESONESTOS O TEMEM.

  3. Juca
    terça-feira, 24 de fevereiro de 2015 – 11:53 hs

    Ricardo Pessoa conte tudo, não tenha medo de ser feliz!

  4. Johan
    terça-feira, 24 de fevereiro de 2015 – 12:01 hs

    Caro FÁBIO, é lamentável que os políticos HONESTOS do Paraná, que é um estado de pouca ou nenhuma expressão política, tenham perdido essa oportunidade de auxiliar a melhoria na condução honesta e séria do BRASIL. Seria de bom alvitre para a consolidação do estado como membro ativo do segmento LIMPO da república e que o governador BETO, articulasse politicamente essa indicação. Atenciosamente.

  5. justino bonifacio martins
    terça-feira, 24 de fevereiro de 2015 – 12:17 hs

    Eu também sou competente e honesto; só não sou fascista e golpista como alguns aglios.

  6. Zé Venancio
    terça-feira, 24 de fevereiro de 2015 – 13:41 hs

    Éééé…
    Na sequência,ce por jurisprudência, vamos ter que defenestrar também, aquele governante que Aécio Neves disse que seria exemplo para ele, se eleito… Sabem de que, falo!

  7. Sandro
    terça-feira, 24 de fevereiro de 2015 – 13:54 hs

    bem…em meados de 2000, durante o governo do molusco,o TCU apontou irregularidades nas obras da Petrobras……superfaturamento e tal…….o molusco, bêbado, disse que aquilo era mentira, que as obras precisavam continuar e tal……agora sabemos porquê disso né……então me parece claro que o PT, desde aquele ato, sabia de tudo que acontecia….pois na remota hipótese de ser de desconhecimento ( alguém acredita nisso) foi omisso em apurar as denuncias……..não tá tão difícil chegar nessa turminha não….basta apurar….

  8. Wendel Stutz
    terça-feira, 24 de fevereiro de 2015 – 14:29 hs

    Sr. Justino: ser competente de fato é uma virtude. Ser honesto é uma obrigação. Mas ser político, honesto e competente, isso de fato chama a atenção, mesmo que também não seja mais que obrigação, mas pela raridade de encontrar gente assim.Por isso também parabenizo o deputado Osmar Serraglio.
    Agora, insinuar que ele é fascista porque fez seu trabalho com lisura? Chamá-lo de golpista porque não defendeu corruptos mais tarde condenados pela mais alta corte deste país? Em que país o sr, vive? Porque no país que eu vivo, políticos que atuam contra vagabundos que promovem mensalão, petrolão e afins, são raros e devem ter sim seu trabalho exaltado.

  9. Carlos Henrique
    terça-feira, 24 de fevereiro de 2015 – 14:40 hs

    É uma comédia esse Serraglio, perdeu feio pro Zeca Dirceu em votos, e agora tenta de novo holofotes, outra porque ele não fala do esquema q ele armou pra beneficiar seu chegado da AVERAMA ? Sem falar no esquema relatório das demarcações de terras indígenas ? E o funcionário FANTASMA q ele tinha no GABINETE?
    Serraglio ja era , adeus ……………………

  10. Do Interior.....
    terça-feira, 24 de fevereiro de 2015 – 16:49 hs

    Carlos enrique, e a Dilma é boa? O Osmar, perto do PT de LuLLa e DiLLma é um santo!

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*