PF cumpre mandado para ouvir Vaccari | Fábio Campana

PF cumpre mandado para ouvir Vaccari

joão vaccari --

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta quinta­-feira, 5, a nona fase da Operação Lava Jato, que investiga um esquema de corrupção envolvendo a Petrobrás. Estão sendo cumpridos 62 mandados judiciais: um de prisão preventiva, três de temporária, 40 de busca e apreensão e 18 de condução coercitiva (quando a pessoa é liberada após prestar depoimento). Um dos mandatos de condução é contra o tesoureiro do PT, João Vaccari Neto. As informações são do Estadão.

Os mandados são cumpridos nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Bahia e Santa Catarina. Os nomes dos alvos não forma divulgados. Em comunicado à imprensa, a Polícia Federal afirma que a nova etapa é resultado da análise de documentos e contratos já apreendidos pela PF, além de informações repassadas por um dos investigados e de denúncias de uma ex-­funcionária de uma das empresas alvo da Lava jato.

Os três mandados de prisão temporária são cumpridos em Itajái (SC) e Balneário Camboriú (SC). O mandato de prisão preventiva será cumprido no Rio de Janeiro. De acordo com a PF, os envolvidos podem responder por crimes de fraude a licitação, corrupção ativa, lavagem de dinheiro e associação criminosa.

A oitava etapa, realizada em 14 de janeiro, marcou a prisão preventiva do ex­-diretor da área Internacional da Petrobrás Nestor Cerveró, que continua preso na sede da Polícia Federal em Curitiba. Na fase anterior, deflagrada em novembro do ano passado, o foco das investigações foram . Na ocasião, quatro presidentes de grandes empreiteiras, 15 executivos e um ex-­diretor da Petrobrás ligado ao PT tiveram prisões decretadas.

A força­-tarefa da Lava Jato suspeita que as empresas organizaram um cartel que, por meio de fraudes e pagamento de propinas, firmou seguidos contratos com a Petrobrás. O esquema envolve, segundo as apurações, ex­dirigentes da estatal e políticos de ao menos sete partidos. Atualmente, onze executivos e funcionários continuam presos preventivamente. Ao menos 24 empresas são investigadas e 25 pessoas já foram denunciadas, ligadas a Camargo Corrêa, Galvão Engenharia, Engevix, Mendes Júnior, UTC e OAS.


7 comentários

  1. toninho
    quinta-feira, 5 de fevereiro de 2015 – 10:57 hs

    A coluna pode e deve ter linha de conduta. Todavia a manchete da notícia deve ser o retrato do que realmente aconteceu. Condução coercitiva não é prisão. Pode ser que aconteça, e provavelmente vai acontecer, mas no momento os fatos não são esses.

  2. RR
    quinta-feira, 5 de fevereiro de 2015 – 10:59 hs

    E A PRISÃO DO CHEFE DA QUADRILHA,O LULEPROSO,QUANDO VAI OCORRER.

  3. quinta-feira, 5 de fevereiro de 2015 – 12:57 hs

    A Lava Jato até parece ser filme de SUSPENSE, somente no final veremos o nome de todos os quadrilheiros sendo condenados e presos, inclusive do CHEFÃO. O cerco está se fechando a cada dia que passa. O Tesoureiro do PT já está preso, como ele próprio pressentiu tal acontecimento. De agora em diante virão os nomes dos chefes das diversas áreas da organização, para finalmente chegarem no CHEFÃO. Até lá a VACA já tossiu diversas vezes e o DIABO foi pros QUINTO DO INFERNO.

  4. Parreiras Rodrigues
    quinta-feira, 5 de fevereiro de 2015 – 13:07 hs

    Calma, RR. D tesoureiro do partido, o PT, para o seu fundador, é um pulinho.
    Sei não, mas pelo andar das investigações, tudo indica que o rei do harém, aliás, da suite presidencial do aerolula51, já passa as festas juninas na Papuda.

  5. RR
    quinta-feira, 5 de fevereiro de 2015 – 13:38 hs

    TOMARA PARREIRAS,TOMARA,PELO BEM DAS PESSOAS DECENTES.

  6. Sergio Silvestre
    quinta-feira, 5 de fevereiro de 2015 – 14:10 hs

    Qua,quero ver quem fica mais que 3 meses na cadeia,mesmo que o Brasil pare,tem juiz e grandes empresarios que morrem de medo de perder a teta.A proposito,onde está o dinheiro do Parana,sumiu?????????

  7. Do Interior....
    quinta-feira, 5 de fevereiro de 2015 – 14:41 hs

    Pode prender também. Esse é de alto coturno dentro da quadrilha petista!

    Imagina um escândalo como esse do PT no Japão? Toda a cúpula petista já teria se suicidado.

    Talvez seja melhor substituir o Sergio Moro por um juiz da Indonésia. Afinal de contas, não trouxeram médicos de Cuba?

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*