O PT caiu na vala comum, diz Olivio Dutra | Fábio Campana

O PT caiu na vala comum, diz Olivio Dutra

olivio_dutra
Uma das raras vozes dissonantes ao discurso oficial da direção do PT de defesa do tesoureiro João Vaccari Neto das acusações de corrupção, o ex-governador Olívio Dutra afirmou nesta sexta-feira que o partido “já deveria” ter expulsado Vaccari da sigla e decretou: “O PT caiu na vala comum dos outros partidos”. Olívio faz parte da oposição interna da legenda ao grupo político que comanda o diretório nacional e já se manifestou publicamente reiteradas vezes contra a proteção do PT aos envolvidos no escândalo do mensalão.

Em entrevista ao jornal Zero Hora, o ex-governador lembrou que o PT não aprendeu com as lições do episódio do mensalão e disse que o afastamento de suspeitos de envolvimento na Operação Lava-Jato “já vem tarde”.

“Tem uma ferrugem contaminando as engrenagens do partido. As punições já vêm tarde. Medidas têm de ser tomadas e já vêm tarde, porque não foram tomadas atitudes com outras coisas (mensalão) e a ferrugem foi se alastrando. É evidente que o PT, primeiro, tem de reconhecer que houve figuras importantes do partido e do governo que cometeram atos totalmente contrários aos princípios que fundamentaram a criação do PT e fundamentam a sua existência”.

Olívio afirmou também que o PT precisa “retomar a sua conduta” original. Segundo o ex-governador, o partido precisa parar de tentar transferir as responsabilidades pelas atitudes dos supostos envolvidos no esquema de corrupção na Petrobras. O petista diz que o PT “precisa dar exemplo”:

“O partido tem de demonstrar claramente isso e não ficar tergiversando, desconversando e às vezes até alisando os pelos de quem está, se não envolvido de imediato, com elementos seríssimos de que participou ou participa de esquemas que privatizam o Estado por dentro. Caímos na vala comum por essas atitudes de figuras não só como essa como de outros. Então não é uma coisa isolada. Infelizmente, estamos imitando outros partidos. Não temos que estar achando: “Ah, os outros fizeram pior, os outros fizeram igual”. Não tem que ficar querendo justificar essas atitudes. Tem de assumir que elas foram erradas, criminosas e o partido tem de retomar a sua conduta”.

Nesta sexta-feira, a direção nacional do PT está reunida em Belo Horizonte para discutir o futuro e comemorar os 35 anos de fundação do partido. Antes mesmo da conclusão da investigação sobre os desvios em contratos da Petrobras para o PT, que teriam sido mediados por João Vaccari Neto, o presidente da sigla, Rui Falcão, garante que o tesoureiro é inocente. (Zero Hora)


8 comentários

  1. tadeu rocha
    domingo, 8 de fevereiro de 2015 – 13:10 hs

    Poucos tem juizo no PT.

  2. Beatrix Kiddo
    domingo, 8 de fevereiro de 2015 – 13:32 hs

    A sobrevivência deste partido está na sua dissolução. É mais fácil o camelo passar pelo buraco da agulha, do que o pestismo ver-se cada dia mais fraco. O partido só não acaba de vez porque a camarada Dilma ainda tem a caneta na mão, mas do jeito que a coisa vai, ela deixa de ser dona da caneta, aí a vaca vai pro brejo de vez.

  3. domingo, 8 de fevereiro de 2015 – 13:57 hs

    Olívio fico contente pelo seu comportamento até que enfim alguém racional nesse partido além da Marta Suplici certo? Lamentavelmente o PT é uma vergonha para o nosso país.

  4. domingo, 8 de fevereiro de 2015 – 14:13 hs

    Um dos únicos Petista que tem senso de moral, de ética e de responsabilidade. Muitas outras figuras importantes saíram dos quadros do PT por este não cumprir os estatutos do partido. O PT está podre e não tem Cristo que o salve.

  5. valdecir trindade
    domingo, 8 de fevereiro de 2015 – 15:26 hs

    O Olívio Dutra não tem nenhuma diferença dos demais dirigentes do PT. Se efetivamente se distinguisse, teria sido mais direto nas criticas, o que não foi. E mais, teria manifestado um posicionamento de claro confronto, o que não fez. E, ao contrário do que afirma Olívio, o PT não está seguindo a cartilha “dos outros partidos”, pois os roubos e a desfaçatez do PT não tem parâmetro em qualquer partido. Ele, PT, na verdade, goza da originalidade por ser o partido mais corrupto, cínico e mafioso de todos os tempos. Já passou da hora do Ministério Público ingressar com uma ação de dissolução dessa organização criminosa.

  6. Do Interior....
    domingo, 8 de fevereiro de 2015 – 16:10 hs

    O PT sempre foi o que é hoje. Ocorre que, antes, o PT não tinha o poder nas mãos e quando o teve se lambuzou, surfando nas ondas favoráveis da economia e da herança bendita deixada por FHC, com o plano real.

    O PT nunca deixou de ter aquilo que sempre teve: quadrilheiros e guerrilheiros. Os marginais do poder!

  7. Marcos
    domingo, 8 de fevereiro de 2015 – 19:51 hs

    Na vala comum o PT já está há muito tempo!!

  8. strapasson
    domingo, 8 de fevereiro de 2015 – 21:06 hs

    Vala comum! Pare com isso! Vocês levaram a corrupção ao patamar da perfeição. Nao a inventaram, é certo, então assumam, sem querer se misturar!

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*