Nada muda na ParanaPrevidência | Fábio Campana

Nada muda na ParanaPrevidência

A proposta de reestruturação dos fundos públicos da ParanaPrevidência não altera em nada o pagamento de benefícios para os atuais servidores ativos, aposentados e pensionistas. A Secretaria Estadual de Administração fez cinco perguntas/respostas que esclarecem a proposta.

Veja a seguir.

1 – Qual alteração foi proposta?
Pelo projeto de lei, o atual Fundo Previdenciário será extinto e seu patrimônio transferido para o Fundo Financeiro. O Fundo Militar, que remunera os militares da reserva e reformados, continua sem qualquer alteração.

2 – Há critérios para a utilização desse patrimônio?
Sim. Os recursos só podem ser utilizados no pagamento de benefícios previdenciários dos servidores civis, em obediência à Constituição Federal e à Lei Federal n.º 9717/98. OS RECURSOS NÃO PODERÃO SER INCORPORADOS AO TESOURO DO ESTADO.

3 – Haverá aumento de contribuição para o servidor?
Não. O servidor permanece contribuindo com 11%, que é o mínimo exigido pela Constituição Federal.

4 – E o Estado continua com a mesma contribuição?
Não. O Estado vai aportar mais recursos para a previdência. A proposta de projeto de lei prevê que, em 2015, a contrapartida de contribuição previdenciária do Estado sobe de 11% para 16,5%. A partir de 2016, a alíquota será reajustada para 22%.

5 – Há alguma mudança na ParanáPrevidência?
Não. Ela continuará exercendo a função de gestora da previdência social dos servidores no Estado do Paraná, como tem feito até agora.


3 comentários

  1. ANTONIO BENEDITO DA CUNHA
    terça-feira, 10 de fevereiro de 2015 – 14:13 hs

    Creio que faltou análise de quem deva contribuir, explico: é justo aposentados e pensionistas com mais idade com doenças graves pagarem pelo teto? Aposentados e pensionistas com cancer e que não descontam o IR (com aval médico do Pr. Previdencia) devem pagar?
    Então é o seguinte: nem tanto a terra e nem tanto ao mar, o governo tem que analisar melhor estes casos. A familia destes aposentados e pensionistas também votam.

  2. terça-feira, 10 de fevereiro de 2015 – 14:15 hs

    Só faltou perguntar e responder o seguinte:
    6 – Como ficarão os futuros aposentados?
    Resposta: Sem dinheiro, pois em 3,5 anos vão torrar todo este dinheiro capitalizado na PARANÁPREVIDÊNCIA. Ainda dentro do Governo do exterminador do futuro.

  3. Hamilton Luiz Nassif
    terça-feira, 10 de fevereiro de 2015 – 16:50 hs

    Mexer na PARANÁPREVIDÊNCIA , é um risco incalculável.

    Pensem muito bem, o resultado será um verdadeiro “Tsunami”,
    Afetará profundamente as futuras aposentadorias. Essa quantia nunca mais retornará aos Previdenciários. Aí , é que mora o perigo !!!!

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*