MST no comando | Fábio Campana

MST no comando

mst

mst 2

O movimento de professores contra as medidas de ajuste fiscal do governo Beto Richa está contaminado e subordinado aos partidos e movimentos da esquerda, derrotados nas últimas eleições, que procuram recuperar espaço e protagonismo com esse levante contra a contenção de gastos do governo. Nas fotos, o coordenador estadual do MST, Roberto Baggio, refestelado na barraca do comando da manifestação. E na de baixo, militantes do MST em ação.

Dizer que o movimento acontece porque não houve comunicação eficiente para clarear o entendimento dos manifestantes é de uma estultícia digna de cabo de esquadra ou jumento do regimento. Todos os manifestantes sabem o que lhes interessa: 1) manter tudo como está no que diz respeito aos seus interesses; 2) desgastar ao máximo o governo tucano de Beto Richa, que os derrotou nas eleições gerais de outubro. 3) Deslocar a atenção do foco verdadeiro, a falácia da politica econômica do governo Dilma Rousseff, atribuindo aos Estados e municípios as mazelas que o lulopetismo criou e que a esquerda funcionária ama.


29 comentários

  1. Antonio Alvaro Rosar
    segunda-feira, 16 de fevereiro de 2015 – 18:24 hs

    E alguém tem duvida que são os perdedores os lideres?

  2. CORINGA
    segunda-feira, 16 de fevereiro de 2015 – 18:46 hs

    AO DEIXAR UM GRUPO COM MST , VIA CAMPESINA,ETC SE INFILTRAR NUMA GREVE JUSTA COMO ESTA QUE A APP VEM COORDENANDO ELE PERDERÁ TODA A RAZAO E AINDA A ANTIPATIA DO POVO QUE NO PARANA ODEIA ESTES GRUPOS SEM SENTIDO E QUE SÃO OS MAIORES EXPLORADORES DO POVÃO.

  3. ATENTO
    segunda-feira, 16 de fevereiro de 2015 – 18:53 hs

    A APP DECEPCIONOU MUITO AO DEIXAR ESTES ARRUACEIROS SE INFILTRAR NO MOVIMENTO . O QUE O MST TEM HAVER COM PROFESSORES E SUAS CARREIRAS. O MAIOR TRUNFO ATÉ AGORA ERA DE QUE OS PROFESSORES NÃO DEIXARAM QUE OS SEM NOÇÃO SE INFILTRASSEM NO MOVIMENTO PARA NÃO TUMULTUAR AGORA O MST , QUE VERGONHA SENHORES PROFESSORES.O MST, QUAL SERÁ P PROXIMO VIA CAMPESINA???? VÃO PERDER A RAZÃO E O APOIO DO POVO PARANAENSE QUE SEMPRE DETESTOU ESTE GRUPO DE DESOCUPADOS QUE MAMAM NOS RECURSOS DO GOVERNO FEDERAL SERVIDO DE MASSA DE MANOBRA DO LULA ETC…O PARANA

  4. heitor
    segunda-feira, 16 de fevereiro de 2015 – 19:10 hs

    O fato concreto é que o governo do Beto Richa esta com as finanças arrebentadas. E não foi porque os professores acamparam na assembléia. Foi por incompetência para não dizer corrupção pura.
    vamos tirar a máscara, o Beto deixou o estado sem dinheiro para conseguir a sua reeleição e de muitos deputados se não de todos que estavam no camburão.
    Não dá para acreditar que um deputado estadual se sujeite a entrar num camburão ou blindado para ir votar um pacote de medidas impopulares a toque de caixa, se não tiver muito interesse econômico em jogo.

  5. LUIZ
    segunda-feira, 16 de fevereiro de 2015 – 20:06 hs

    TUDO MARGINAL FFAA,FAÇAM UMA LIMPA NO PAÍS ENQUANTO PODEM.

  6. juca
    segunda-feira, 16 de fevereiro de 2015 – 21:31 hs

    Opaaaa
    Esse não é o Baggio. Passou longe. Favor corrigir.

  7. LEAD
    segunda-feira, 16 de fevereiro de 2015 – 22:17 hs

    Desculpe, mas o próprio Governo Estadual mantém professores estaduais dentro do Movimento dos Sem Terra, pregando ideologia marxista. Logo eles não participariam da greve e manifestação? Claro que os FDP de petistas e outros esquerdistas vão aproveitar o movimento para aparecer, mas, onde estavam os tucanos? Poderiam também somar junto, seriam aceitos se estivessem ao lado do professorado.

  8. Sandro
    terça-feira, 17 de fevereiro de 2015 – 3:56 hs

    Fábio, triste ver que pra você o Beto não geriu mal os recursos do Estado a ponto de quebrá-lo no seu primeiro mandato. A tentativa de usar o Paraná como modelo do que a gestão Tucana pode fazer já naufragou. Como pode o estado que melhor arrecada chegar a esse caos dando o calote em todo canto? E os Tucanos Paulistas que operaram a corrupção no metrô? Você acha que isso tudo é culpa do governo federal? Penso que há tempos esquerda e direita dever aprender novos caminhos pra se fazer política.

  9. NA CORDA BAMBA
    terça-feira, 17 de fevereiro de 2015 – 8:44 hs

    O MST é patrocinado amplamente pelo governo federal e o PT in-
    sufla as grandes invasões e greves a título de oposição. Oposição
    para estes caras é sinônimo de baderna e quebradeira. Alguem tem
    dúvida disso ? De onde vem a grana para manter todos alimentados
    e deslocando para todo os cantos do país !?

  10. Johan
    terça-feira, 17 de fevereiro de 2015 – 11:17 hs

    Caro FÁBIO, a sociedade JÁ SABIA da presença desses arruaçeiros, malfeitores e perdedores, que estão sem espaços, pois não podem participar e promover desordem em Brasília, pois são pagos pelos membros da ORGANIZAÇÃO CRIMINOSA PETISTA, e terão de engolir o sapo do insucesso pretendido. Com eles perderam os PROFESSORES do PARANÁ, pois pelo que percebemos são todos CABEÇAS VAZIAS, cabresteados pelos membros do MST, justamente aqueles analfabetos e desordeiros que eles tanto desejam alfabetizar. Perderam os dirigentes da APP o apoio da sociedade, pois tumultuaram o processo. Perderam os deputados, pois se desvalorizaram, perderam, pois hoje fazem parte do CLUBE DO CAMBURÃO. Perderam para deputados da ORGANIZAÇÃO CRIMINOSA PETISTA, justamente aqueles que criaram o caso VIZIVALE, que foi regularizado pelo governador BETO. Perdeu em muito o GOVERNADOR BETO, que PISCOU e está fragilizado, pois possui um lado muito frágil e está assessorado por pessoas que estão pensando na próxima eleição. Enfim, perdemos todos nós paranaenses, pois o governo estadual ficou fraco e menor. Defendo a liberdade de opinião, liberdade de imprensa e liberdade de investigação. Apoio a proposta de ” o sul é o meu país”, e proponho o IMPEACHMENT JÁ da DILMA, agora no poder, para evitar maiores constrangimentos e VERGONHAS a sociedade brasileira. Atenciosamente.

  11. ana
    terça-feira, 17 de fevereiro de 2015 – 11:25 hs

    O movimento é democrático, plural e diverso. Se isso espanta setores atrasados da sociedade paranaense, está na hora deste segmento mudar os seus conceitos.

  12. Antonio Alvaro Rosar
    terça-feira, 17 de fevereiro de 2015 – 11:41 hs

    O que não entendo é que quantas e quantas vezes passamos por dificuldades imensuráveis e ficou tudo na boa. Claro que o Beto jamais deveria tirar os direitos adquiridos, porém a greve deve ser uma demonstração de insatisfação da classe e não de arruaceiros infiltrados, os chamados profissionais de greve, vive onde tem uma delas. Torno a dizer que o problema não é só no Paraná é em nível de Brasil. O problema é que no Paraná o PT perdeu e dai tem que tumultuar para tentar conquistar o povo, coisa que não souberam durante 12 anos, e sendo assim não analisam os velhos tempos e além disto estão sendo egoísta por não trazer para o debate a situação geral. A APP que se cuide para que a revolta contra o sindicato não surja lenta e gradativa por parte do povo.

  13. Cesar
    terça-feira, 17 de fevereiro de 2015 – 11:54 hs

    FABIO, PORQUE VOCÊ NÃO AJUDA NA DIVULGAÇÃO DO IMPEACHMANT DO BETO? OU SERÁ QUE VOCÊ TAMBÉM TEM O RABO PRESO COM ELE?

  14. Luiz Eduardo
    terça-feira, 17 de fevereiro de 2015 – 11:59 hs

    Você parece que deseja dizer que nos poderes públicos não há agremiações políticas ou de movimentos dos mais diversos envolvidos e dando as cartas? Deseja dizer que nos poderes públicos não existe os depredadores da ética e da moral? Você quer dizer que o pacotaço de Richa respeitada as condições da moralidade? Que meter a mão nos recursos acumulados na previdência é uma decisão ética? Ficar escondido e olhando de longe o constrangimento imposto aos professores e servidores públicos não é canalhice? Dar privilégios aos comissionados em detrimento dos concursados representa ser justo?
    Esta tal política suja dos mensalões, dos petrolões e dos ajustes nas costas dos servidores não contem injustiças? Os servidores públicos, todos, tem direito de aceitar a ajuda e reforço de quem quer que seja contra as atitudes de ditador do canalha Richa.

  15. terça-feira, 17 de fevereiro de 2015 – 12:01 hs

    Esses vagabundos do MST que só querem mamar nas tetas do governo e adquirir terras – para depois vendê-la – , em outros tempos seriam processados e presos por “VADIAGEM”. Os professores deveriam dar um chega pra lá nesses vadios, caso contrário, estão senso usados por esses meliantes, a maioria do PT e partidos de esquerda. O Presidente da APP nada mais é do que um comunistasinho a mando do PT. Professores livrem de seus quadros essa turba, que de professor só leva o nome, caso contrário todas suas reivindicações, por mais justas que as sejam, perderão o apoio de pais de alunos e da sociedade,

  16. Marcio
    terça-feira, 17 de fevereiro de 2015 – 12:07 hs

    Estou acompanhando os acontecimentos de quando se iniciou até o momento, e mesmo como eleitor de Beto Richa, vejo que o mesmo deu um tiro no pé quando quis implantar as medidas de austeridade, tenho por mim que não analisou os prejuízo que poderiam lhe causar. Falo isto porque ao contrario de que o senhor comenta em seu blog. Os professores não são alienados políticos ou seguidores de um partido ou outro, e a prova disto é que o governo se reelegeu, mas pude observar que o inicio desta greve não teve nenhuma movimentação do sindicato “APT”, que estava quietinho prevendo a greve somente para depois do carnaval, mas quando os professores ficaram sabendo do que poderia acontecer com a nossa carreira conquistada com tanto suor nos longos tempos, então resolveram por conta própria sair em greve, para se defender, (como poderemos defender ou falar algo, seria como falar mal de nos mesmos). E lógico que a “APT” e aproveitou e armou o circo, pensando principalmente em tirar o foco nacional. Uma pena, pois tudo estava se encaminhando bem para podermos cortar o mal pela raiz e derrubarmos nossa presidenta. Mas não vamos esmorecer continuaremos tentando.

  17. lombrusco
    terça-feira, 17 de fevereiro de 2015 – 12:26 hs

    Eles tem dinheiro, estao com a grana da petrobras, podem ficar o resto da vida jogando baralho na praca, nos pagamos com o nosso dinheiro essEs caras

  18. Luis Indignado
    terça-feira, 17 de fevereiro de 2015 – 12:49 hs

    Por favor nem, nem que o nosso sindicato queira entrar em greve, com esses salafrários jamais, acho até ser oportuna e necessária essa manifestação, mas, vendo essas fotos, nunca, mais nunca que entrarei em greve.

  19. Jose (Santo Antonio do Sudoest
    terça-feira, 17 de fevereiro de 2015 – 12:54 hs

    E por que a “militância” do PSDB não se agrupa aos professores? O que o MST deve estar fazendo, além do apoio, é preparar a alimentação dos que estão acampados. Há entendi, “militantes” do psdb não sabem nem cozinhar pra si, imaginem cozinhar pra 50 mil pessoas.

  20. Professor decepcionado
    terça-feira, 17 de fevereiro de 2015 – 14:31 hs

    A APP nossa grande representante e que tanto defende nossa categoria, não pode deixar que estes arruaceiros e marginais do MST se infiltrem em nossas carreiras, aqui no interior eles invandem terras produtivas roubam os pequenos agricultores violentam as familias em nome de uma falsa busca por trabalho e terra. Por favor não nos envergonhem e tirem este povo do nosso justo movimento.

  21. Professor decepcionado
    terça-feira, 17 de fevereiro de 2015 – 14:47 hs

    A APP sindicato nossa grande defensora e garantidora das nossas conquistas e que tão bem nos representa não pode deixar que um grupo desordeiros como o MST que sempre serviu de massa de manobra do PT para ameaçar as pessoas e de até pequenos proprietarios rurais e que nos aqui já passamos alguns maus pocados com este povo que invade terras violenta e tomam de assalto até os pequenos produtores se infiltrem no nosso grupo que jã conseguiu algumas conquistas e que estamos próximos de conquistar o resto de nossas reivindicações para agora no final ponham tudo a perder porque onde este povo do mst e via campesina poe a mão não sai coisa boa. Por favor tirem este povo do grupo.

  22. ANA
    quarta-feira, 18 de fevereiro de 2015 – 0:13 hs

    Concordo com LEAD! Nossa luta é supra partidária. Queremos nossos direitos e não abriremos mão da previdência também. Existe oportunista sim e de todos os lados! Não me venham agora dizer que o partido X ou o Y não tem ladrões, usurpadores… Queremos respeito, não apenas conosco profissionais da educação mas com todos os trabalhadores honestos e dignos que realmente mantêm este estado e este país. Se ajustes forem necessário, que comecem com os salários e super benefícios do 1º escalão dos poderes do executivo e judiciário. Historicamente os trabalhadores sempre arcam com o ônus, porquê?
    Senhor Fábio Campana, pare de defender elite…

  23. Silvana Souza
    quarta-feira, 18 de fevereiro de 2015 – 15:32 hs

    Isso é mentira. O cara sentado na foto é um professor da rede em uma escola urbana em Curitiba. Ele sequer faz parte do MST. Apenas está com a camiste do MST.

  24. Silvana Souza
    quarta-feira, 18 de fevereiro de 2015 – 15:39 hs

    Caro Fabio Campana, nao force a barra! Que coisa feia. O moço sentado na foto é professor da rede estadual em Curitiba, e de uma escola urbaníssima. Ele nao faz parte do MST. Apenas está usando a camiseta do MST.

  25. Silvio Benitez
    quarta-feira, 18 de fevereiro de 2015 – 16:14 hs

    A sua opinião é muito superficial Sr. Fábio Campana, a questão é como se chegou a essa situação? a quanto tempo o governador vem escondendo que o Paraná está quebrado? pegando o dinheiro da previdencia dos professores ele não estará gerando outro problema futuro? concordamos com um choque de gestão desde que todos deem a sua cota de sacrifício e não só a Educação, sugiro o senhor pesquisar sobre auxilio moradia concedido aos juízes no valor de R$ 4.600,00 reajuste de 26% aos deputados estaduais, aposentadoria imoral do Sr. Alvaro Dias por 4 anos trabalhado naquele desastre de governo marcado na história assim como o de seu correligionário, fora o custo de manter as regalias de um governador e, por fim, os movimentos sociais como o MST ou APP existem porque as injustiças deste país chegaram num limite do insuportável, só quando o povo tá cansado de apanhar que ele se organiza e vai a luta….e tem que ir mesmo porque a reivindicação é mais do que justa!

  26. Silvana Souza
    quarta-feira, 18 de fevereiro de 2015 – 16:30 hs

    Fabio Campana, o tal Roberto Baggio deve ter uns 50 anos. O moço da foto tem 25.

  27. LUIZ
    quarta-feira, 18 de fevereiro de 2015 – 21:13 hs

    SE se juntou com esses marginais do mst é malaco também.

  28. Mauro
    quarta-feira, 18 de fevereiro de 2015 – 22:48 hs

    Quer dizer que quem perde as eleições fica proibido de militar politicamente? Tem que se recolher e encerrar as atividades? Ou isso só vale pra esquerda? Porque nas eleições presidenciais os derrotados não só nao se recolheram como tentam, ainda hoje, reverter o resultado das eleições. É mais que legítimo e necessário os partidos políticos e movimentos sociais apoiarem e participarem da greve. São os partidos que estão mostrando do lado de quem estão. Não é oportunismo porque, é militância em favor daqueles com quem se identifica, tanto que não há bandeiras do PSDB, do PSC ou coisa do tipo.

  29. Helena
    sexta-feira, 20 de fevereiro de 2015 – 19:46 hs

    Como vivem às custa de nossos impostos , sobra tempo para se prestarem a esse tipo de trabalho INDIRETO para a turma da esquerdopata.
    Vão trabalhar, e comer com seus suores…

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*