Escolas estaduais têm estoques de merenda para começar ano letivo | Fábio Campana

Escolas estaduais têm estoques de merenda para começar ano letivo

Merenda escolar.Foto: ANPr

Todas as escolas da rede estadual vão começar o ano letivo na segunda-feira, 9, com estoque de alimentos não perecíveis da merenda escolar. Para evitar a falta de alimentos, a Secretaria de Educação prevê que os primeiros 15 dias de aula sejam supridos com produtos entregues na última remessa de 2014, feita em novembro. Já o primeiro lote da merenda de 2015 começará a ser entregue a partir da metade do mês de fevereiro. Em 2015 deverão ser investidos R$ 154 milhões na compra da merenda escolar.

A compra de alimentos para a refeição dos estudantes movimentou R$ 421 milhões nos últimos quatro anos. O investimento saltou de R$ 60 milhões e de 9 mil toneladas de alimentos em 2011, para R$ 169 milhões e 31 mil toneladas de alimentos, em 2014. Um aumento de quase 300%.


9 comentários

  1. quarta-feira, 4 de fevereiro de 2015 – 15:54 hs

    Esta nota foi feito pela assessoria de impressa do Estado? Por que parece mais uma defesa do fatos que estamos vendo. Escolas sem merenda, Escola sem dinheiro para papel e material de limpeza. S.O.S nos livrem do Beto Richa.

  2. Educador
    quarta-feira, 4 de fevereiro de 2015 – 15:56 hs

    Só não tem pagamento dos professores

  3. FISCAL DE REALEZA
    quarta-feira, 4 de fevereiro de 2015 – 16:27 hs

    merenda vencida esse foi o discurso do serra em sao paulo depois foram ver as comidas estavam podres e isso que o richa tem é do ano pasado estao fedendo concerteza

  4. quarta-feira, 4 de fevereiro de 2015 – 16:50 hs

    Chora bananeira, bananeira chora, larilai ááá e a petezada vai morrer de tanto invejar, lari lari laiáá

  5. Ricardo
    quarta-feira, 4 de fevereiro de 2015 – 17:00 hs

    Mentira!!

  6. Mírian Waleska
    quarta-feira, 4 de fevereiro de 2015 – 17:59 hs

    Chóóóóóóóóóóóóóóóra PTzada!
    Deve doer nos cornos ver a estrela maldita atolada na lama. E a Barbie, já arrumou as malas para morar na Papuda?
    1 escova de dente
    1 sabonete Francis
    1 creme dental
    1 pacote de absorvente SEMPRE LIVRE (kkkkkkkkkkkkkkkkkk)
    1 lata de goiabada

    e assim vai…

  7. MANOEL BOCUDO.
    quinta-feira, 5 de fevereiro de 2015 – 9:13 hs

    VAMOS VALORIZAR OS PROFESSORES PARA NOSSO ESTADO SER VISTO PELA MÍDIA COMO UM ESTADO SÉRIO, E QUE RESPEITA SEUS EDUCADORES. MAS NÃO ENTENDO, TODO GESTOR QUE ENTRA ESQUECE DA CLASSE. AOS ASSESSORES E DEPUTADOS DEFENDAM ESTA CATEGORIA QUE NA ÉPOCA DAS ELEIÇÕES TODOS VCS LEVANTAM A BANDEIRA DA EDUCAÇÃO MAS. EDUCAM OS PROPRIOS FILHOS DOS GOVERNANTES. MAS NUNCA VEM O RECONHECIMENTO. CLASSE ESQUECIDA DO BOM E VELHO PROFESSOR.

  8. jose carlos pinto.
    quinta-feira, 5 de fevereiro de 2015 – 9:18 hs

    e no começo de todo ano, uma guerra nos leilões de aulas, os pss ficam na sobra, uma verdadeira batalha para pegar aulas.

  9. João
    sexta-feira, 6 de fevereiro de 2015 – 0:39 hs

    O investimento saltou de R$ 60 milhões e de 9 mil toneladas de alimentos em 2011, para R$ 169 milhões e 31 mil toneladas de alimentos, em 2014. Um aumento de quase 300%”

    Quem é que está mentindo? Caso seja verdade, onde foi parar esses recursos? Pelo que sei o número de matriculas não aumentou 300% nesse período, alias, nem 100%, e como todos sabemos, faltou e está faltando merenda em várias escolas. A conta não fecha, ou seja, alguém tá metendo a mão no dinheiro da merenda das crianças.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*