Dilma pede desculpas? | Fábio Campana

Dilma pede desculpas?

images
Ainda no recente encontro entre Dilma Rousseff e Lula, antes do carnaval, o ex-presidente arriscou-se – e o verbo não poderia ser outro – a sugerir que ela ocupasse rede nacional de rádio e TV e se desculpasse, incluindo erros do final do mandato passado até promessas de campanha. Usou como argumento pedido de desculpas que ele mesmo fez, em 2005, quando explodiu o mensalão, admitindo a existência do caixa dois. A Chefe do Governo só ouviu – e não esticou essa parte da conversa.


11 comentários

  1. TROLL
    quarta-feira, 18 de fevereiro de 2015 – 18:57 hs

    Como se fosse adiantar!
    È o fim cambada. Não tem mais conserto o que vocês fizeram.
    Desejo-lhes um “cair de cortina” melancólico.

  2. Marcos
    quarta-feira, 18 de fevereiro de 2015 – 19:02 hs

    Vai se desculpar também pela roubalheira e pelo fato do PT ser o partido mais corrupto do planeta ?

  3. Mírian Waleska
    quarta-feira, 18 de fevereiro de 2015 – 19:11 hs

    Ela que vá se desculpar com o diabo!

  4. Strapasson
    quarta-feira, 18 de fevereiro de 2015 – 20:26 hs

    Pedir desculpas?

    A arrogância, prepotência, a dificuldade em fazer auto-crítica não possibilita espaço nessa “pessoinha” para um lapso de virtude que é reconhecer que errou, que fez trapaça, que foi LEVIANA, que mentiu etc, etc, etc.

    Se, se acontecer, com tranquilidade vou reconhecer que meu juízo de valor foi exagerado. Mas, sinceramente, não acredito.

  5. Luiz Eduardo
    quarta-feira, 18 de fevereiro de 2015 – 21:55 hs

    Como? Simplesmente pedir desculpas? Quando um pobre rouba uma galinha para matar a fome, é tratado na forma da lei. O caso da Petrobrás causou um rombo enorme, não apenas na Petrobrás, mas para todo o país. E existe outras falcatruas. A gastança com a Copa do Mundo. O dinheiro aplicado em Cuba, Bolívia e sabe-se mais onde.
    O pacotaço que prejudica o povo brasileiro, principalmente no caso do seguro-desemprego e da pensão por morte. O que é isso companheira! O cidadão brasileiro não pode pagar pelos rombos e roubos desta gente. O povo está cheio de arrochos. O bolsa família, que deveria diminuir, cada vez aumenta mais, e tem objetivos eleitoreiros. O povo não aceitará nenhum pedido de desculpas. A questão deverá ser tratada na forma da lei, custe o que custar, doa a quem doer.

  6. NA CORDA BAMBA
    quinta-feira, 19 de fevereiro de 2015 – 5:59 hs

    A situação da Dilma é complicadíssima porque mesmo os “acéfalos”
    que a elegeram não entendendo nada das tramitações legais do Men-
    salão e do Petrolão já estão sentindo que a alta dos preços começou
    a comer pelo pé. O sonho acabou para eles…

  7. Juca
    quinta-feira, 19 de fevereiro de 2015 – 7:31 hs

    O cachaceiro deve confessar e aconselhar seus pares a confessarem em público o mal feito e se desculparem. Mas o pedido de desculpa não os livra das barras da Lei.

  8. Luigi
    quinta-feira, 19 de fevereiro de 2015 – 12:13 hs

    No mundo moderno, onde tudo é alta competição, não tem lugar para pudibundas (tímida, acanhada, envergonhada, penitente) . é como diz o verso da canção: Ajoelhou, tem que rezar!

  9. Freddy Kruger
    quinta-feira, 19 de fevereiro de 2015 – 13:18 hs

    A Dilma deveria sim, ir em rede nacional pedir desculpas e renunciar ao cargo de Presidente, antes do Impeachment. Aí sim, eu começaria a acreditar que bandidos possam se regenerar.

  10. tarzan
    quinta-feira, 19 de fevereiro de 2015 – 17:36 hs

    Dilma, aproveite esse lápis e dê uma mexidinha nesse seu cérebro para ver se sai alguma coisa boa, porque só tem saído caca.

  11. Helena
    sexta-feira, 20 de fevereiro de 2015 – 19:05 hs

    Esse pessoal que viveu a Ditadura Militar, foi treinado pelos governos de países de esquerda, e como foram treinados! Mentem, não assumem seus atos atrozes de toda espécies, e ainda jogam culpam em outros menos pecadores!
    Quanta desfaçatez, Senhor Deus!!!
    Ajude-nos a livrar dessa cambada de ladrões, o povo brasileiro não merece isso!!!

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*