Corruptor e corrupto são igualmente culpados, diz Sérgio Moro | Fábio Campana

Corruptor e corrupto são igualmente culpados, diz Sérgio Moro

unnamed

O juiz federal Sérgio Moro, à frente dos processos da Operação Lava Jato, ressaltou em despacho publicado na última semana que “na corrupção, há uma simbiose ilícita entre corrupto e corruptor”. No mesmo documento, Moro reforçou que neste tipo de crime “não há como transferir a culpa de um para o outro”. As informações são da Folha de Londrina.

A argumentação de Moro derruba a tese da maioria das defesas dos executivos envolvidos nas ações penais das investigações do megaesquema de desvios de recursos da Petrobras. Durante as oitivas de testemunhas de acusação arroladas pelo MPF, e que terminaram na última sexta-feira, advogados alinharam o discurso ao alegar que os empresários teriam pago propina porque foram extorquidos pelo ex-diretor Paulo Roberto Costa e pelo doleiro Alberto Youssef.

Segundo os defensores dos empresários, caso eles deixassem de efetuar o pagamento ilícito, correriam o risco de perder todos os contratos em andamento e também não participariam de futuras chamadas para disputarem novas obras na estatal.

A “estratégia” adotada por parte das defesas já havia sido usada antes mesmo do oferecimento da denúncia do MPF contra os acusados. Em depoimentos prestados aos delegados da PF nos dias seguintes às suas prisões, em novembro do ano passado, alguns executivos se declararam vítimas de extorsão. Na última semana os advogados dos réus da Engevix, Mendes Jr., Galvão Engenharia e UTC Engenharia utilizaram deste argumento ao final das audiências.

“Não se trata de demonizar o setor privado ou o setor público. Em ambos os lados, há responsáveis”, apontou o magistrado. “A argumentação de parte das defesas de que os empresários teriam sido extorquidos e que, portanto, não seriam corruptores, só pode ser examinada após a instrução, quando do julgamento. A tese da denúncia é que se trata de crime de corrupção, no qual ambos, corruptor e corrupto, são igualmente culpados”, reforça.

As observações de Moro constam de despacho em que ele refuta as alegações apresentadas pelas defesas questionando o magistrado sobre falta de provas e outras ilegalidades no processo que investiga os executivos da empreiteira Mendes Jr. Além de insistirem na tese de extorsão, os advogados também destacaram nas argumentações prévias anexadas ao processo que não teria ocorrido a formação de cartel.

“A imputação penal recai sobre fatos e pessoas específicas, servindo o processo para elucidar os fatos e propiciar o julgamento. Reconheci, quando do recebimento da denúncia, a presença de justa causa para esta imputação (corrupção). Inviável, nesta fase preliminar, reconhecer que teria havido extorsão como pretende parte das defesas. O mesmo é válido para a alegação de que não teria havido cartel ou fraude às licitações”, conclui Moro.


9 comentários

  1. Jose Rosa
    segunda-feira, 16 de fevereiro de 2015 – 14:23 hs

    LOGO O PRESIDENTE LULA, VAI DIZER QUE O PETROLAO NAO EXISTIU É POLITICO O JULGAMENTO, COMO FEZ COM O MENSALAO.

    É MUITO CARA DE PAU DO PT E DO EX PRESIDENTE.

  2. Strapasson
    segunda-feira, 16 de fevereiro de 2015 – 14:46 hs

    É um orgulho termos um juiz como Sergio Moro.

    Ele e sua equipe colocam as coisas no seu devido lugar e dão o nome que elas realmente tem, sem subterfúgios.

    Parabéns, juiz Sergio Moro e equipe.

  3. VERDADE
    segunda-feira, 16 de fevereiro de 2015 – 16:01 hs

    Esse juiz descobriu a pólvora!

  4. NA CORDA BAMBA
    segunda-feira, 16 de fevereiro de 2015 – 16:29 hs

    Com certeza quem recebe e quem paga tem o mesmo peso perante a lei.
    O juiz Sergio Moro está corretíssimo e portanto a defesa partiu para a linha
    errada.

  5. JOÃOZINHO DO SUDOESTE
    segunda-feira, 16 de fevereiro de 2015 – 16:30 hs

    O que será,que pensam o nobre Ministro da Justiça,o fanfarrão,defensor das empresas e a nobre Presidenta,que disse que deveriam ser condenadas as pessoas e não as empresas….Querendo,se sobrepor as leis,ao Ministério Público,falando e achando que o julgamento é politico…….

  6. Paolo
    segunda-feira, 16 de fevereiro de 2015 – 17:01 hs

    Só na cabeça dos corruptos petistas poderia nascer uma tese absurda de que os coitadinhos do PT e asseclas foram corrompidos pelos malvados empreiteiros! Por outro lado, só idiotas para crer que as empreiteiras não tiveram outro jeito que não fosse sucumbir às exigências dos corruptos do PT e asseclas, para continuarem a operar com as empresas públicas!!! Como bem diz o Dr. Moro, ambos, petistas e asseclas e os empreiteiros, são igualmente corruptos!!!!!!!

  7. Diogo Almeida
    segunda-feira, 16 de fevereiro de 2015 – 17:30 hs

    Interpretando a fala do juiz, nota se que: saiu se muito bem com a explicação que não é possível separar corrupto e corruptores, porém soa muito estranho um simples dado fato… Independente se os empresários ofereceram propina para ganhar licitações, ou foram achincalhados para não perderem contratos, colocar como os maiores criminosos da nação, além dos empresários, os srs Alberto Youssef ( doleiro e intermediador), Paulo Roberto, Pedro Barusco, e outros desse nível, é uma afronta… Todos, irremediavelmente, são peixes pequenos, bagrinhos, obedientes à poderes superiores! A tese do MPF e do juiz Sergio Moro, se prevalecer, punirá (merecidamente e duramente) empresários, intermediários, e só isso! O esquema criminoso vai continuar mudando apenas alguns personagens! A quem interessa esta situação? Bom, ai os novos capítulos vão mostrar….mas que faltam alguns princípios para jornalistas, para o pessoal do MPF, para advogados….basta lembrar que nossa OAB que vive criticando a corrupção, tem no seu comando advogados dos empreiteiros!

  8. FUI !!!
    terça-feira, 17 de fevereiro de 2015 – 6:35 hs

    Lula e companhia devem estar pensando:- o meu rabo começou a
    esquentar… vou passear pelo Alasca…

  9. ELSA
    terça-feira, 17 de fevereiro de 2015 – 9:44 hs

    PELO QUE ENTENDI NESSA CONFUSÃO TODA…AS EMPREITEIRAS, NÃO FORAM SAQUEADAS..QUEM PAGOU A CONTA E FOI SAQUEADA FOI A PETROBRAS, OS ACIONISTA E O POVO BRASILEIRO….ELES SUPER FATURAVAM E ADIANTAVAM O DINHEIRO PARA OS CORRUPTOS DO GOVERNO, AS EMPREITEIRAS NÃO SOFRIAM NENHUM PREJUÍZO, SÓ LUCROS,…. ELES FAZIAM PARTE DO ESQUEMA MONTADO PELO GOVERNO….. ESQUEMA: GOVERNO + EMPREITEIRAS + LAVAGEM DE DINHEIRO ( DOLEIROS + LARANJAS) PORTANTO… NÃO TEM O MAIS CULPADO OU O MENOS CULPADO,…. TODOS ASSUMIRAM O RISCO, PENSANDO NAS VANTAGENS MONETÁRIAS, QUE OBTERIAM….CONCLUSÃO: TODOS SÃO CULPADOS PERANTE À LEI….QUE SE CUMPRA A LEI!!!

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*