Como o impeachment pode tornar Cunha presidente da República | Fábio Campana

Como o impeachment pode tornar Cunha presidente da República

Eduardo-Cunha

de André Gonçalves, Conexão Brasília – Gazeta do Povo:

A revista britânica The Economist já pescou o burburinho causado no Congresso Nacional pelo novo presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ). Na semana passada, comparou Cunha a Frank Underwood, protagonista da série americana House of Cards. A produção trata de um deputado que manobra (e consegue) chegar à presidência dos EUA sem participar de eleições diretas.

A publicação não chegou a uma comparação detalhada, mas é possível Cunha assumir o Palácio do Planalto em um curto espaço de tempo, beneficiado por brechas similares. Tudo depende de um impeachment duplo de Dilma Rousseff (PT) e Michel Temer (PMDB) depois da primeira metade do atual mandato (2015-2018).

Pela Constituição, seria realizada uma eleição indireta entre os 594 deputados federais e senadores. Na prática, Cunha precisaria de 298 votos para se tornar presidente – o que equivale a 0,0002% dos 142.822.046 eleitores brasileiros aptos a votar em 2014.

Na ponta do lápis, Cunha precisaria mesmo de 31 votos, partindo do número de 267 deputados que já votaram nele para presidir a Câmara.


14 comentários

  1. Doutor Prolegômeno
    quinta-feira, 19 de fevereiro de 2015 – 13:12 hs

    A realidade é sempre mais criativa e surpreendente que o besteirol da mídia.

  2. OTIMISTA
    quinta-feira, 19 de fevereiro de 2015 – 13:46 hs

    Na situação atual do país qualquer um poderá ocupar o lugar da
    Dilma porque nunca fez nada que preste para o país.

  3. quinta-feira, 19 de fevereiro de 2015 – 14:03 hs

    Tipo de postagem que é só pra deixar a gente feliz. No final, vc vê que tudo não passou de um sonho. Já imaginou um impeachment da Dilma e do Temer? Seria muito felicidade num dia só

  4. LUIZ
    quinta-feira, 19 de fevereiro de 2015 – 15:12 hs

    NÃO SERIA O IDEAL,MAS…É UM PALIATIVO,PELO MENOS TIRA ESSA QUADRILHA DE VAGABUNDOS petistas DA JOGADA,TALVEZ COM UM GOLPE FORTE DESSES O SAPO MORIBUNDO ACABE INDO PARA AS PROFUNDEZAS.

  5. Ana
    quinta-feira, 19 de fevereiro de 2015 – 15:42 hs

    É isso ai Carlinhos Paraná, esmola demais o santo desconfia.
    Mas podemos ainda
    contar com a nossa fé e empenho
    Para matar dois coelhos com uma só paulada. 🐰🐰🔨🔨🔨🔨

  6. quinta-feira, 19 de fevereiro de 2015 – 16:00 hs

    A alegria dos COXINHAS dura pouco, pois segundo os corredores da lava jato o mesmo aparece na lista do Youssef.

  7. Sergio Silvestre
    quinta-feira, 19 de fevereiro de 2015 – 16:17 hs

    A oposição está tão desesperada que se o Fidel fosse vir a ser presidente pelo PSDB eles o aceitariam de braços abertos

  8. Mírian Waleska
    quinta-feira, 19 de fevereiro de 2015 – 17:10 hs

    Errado Sergio Silvestre, quem tem fama de apoiar bandido não é a oposição, são vocês!
    Vocês sim colocaram o país nessa situação de tanto apoiar bandidos no governo!

  9. TICO
    quinta-feira, 19 de fevereiro de 2015 – 18:18 hs

    É MESMO E TEM MAIS O BETO RICHA TAMBÉM VAI SER CASSADO JUNTO COM TRAIANO.

  10. Strapasson
    quinta-feira, 19 de fevereiro de 2015 – 18:38 hs

    A oposição desesperada? Contra outra, Sergio.

    Desesperada estaria se tivesse ganho e ter, então, de dar conta das besterias, sacanagens, burrices etc,etc e etc.realizadas nesses 13 anos de PT!

    Nunca foi tão “confortável” ser oposição. Munição não falta!

    Mas não estou festejando, não. O que o PT e seus asseclas fizeram ao Brasil é lastimável, triste.

    “INTOLERÁVEL” (Juiz Sergio Moro, um Brasileiro)!

  11. sexta-feira, 20 de fevereiro de 2015 – 13:07 hs

    Nadica é impossível nesse Brasil,o COLLOR DE MELLO Foi por muito menos,Aguardemos porque na realidade o Problema não é do povo agora?… Esim do STJ e do congresso nacional. Abraços…

  12. sexta-feira, 20 de fevereiro de 2015 – 14:07 hs

    Façamos uma breve análise para ver se a oposição está no caminho certo: Impedimento de Dilma e Michel Temer é objetivo. Só o povo na rua não basta. Não vamos ficar alegres ainda porque podemos ser enganados pelo próprio PSDB. Tem duas coisas a se pensar: Líderes do PSDB estão criando problemas nos Estados e tem uma multidão de categorias organizadas não pelo PT, mas pelos movimentos Sociais, que tem mais credibilidade que PT e PSDB juntos. Essa estratégia para impedimento não funciona, ou se afasta do PSDB ou nunca vão conseguir o que pretendem. Lembram quando Aécio incitou seu companheiros a criticar Cuba e o Porto, passou a eleição e o EUA mais o Papa aprovaram um processo de revisão do bloqueio economico. Essa oposição precisa ser mais responsável e não colocar seus eleitores em barco furado.

  13. rafa
    sábado, 21 de fevereiro de 2015 – 3:50 hs

    impitiman meuzovo

  14. sábado, 21 de fevereiro de 2015 – 20:00 hs

    Seria excelente ele assumir, apesar do PMDB ter uma grande parte podre tem também políticos decentes e que podem dar outro rumo ao Brasil.

    Com relação ao Impeachment do Beto Richa penso que neste momento será IMPOSSÍVEL afinal o presidente da Assembleia é aliado político e não dará andamento ao processo ou seja o engavetará e mesmo que fosse a plenário o mesmo seria derrotado pois o governador tem em torno de 80% da bancada como alaidos a seu governo.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*