Câmara bancará passagens para esposas e maridos de parlamentares | Fábio Campana

Câmara bancará passagens para
esposas e maridos
de parlamentares

cunha_-_mesa_diretora

“O pacote de bondades do presidente da Câmara, Eduardo Cunha, que será bancado com o nosso dinheirinho, terá um impacto anual de R$ 150,3 milhões, nas contas da Casa”

Isabel Braga

No momento em que o governo se esforça para fazer aprovar um ajuste fiscal no Congresso, com redução de benefícios sociais, o novo presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), cumpriu uma promessa de sua campanha: a aprovação de um pacote de bondade para os 513 deputados com reajustes de verbas parlamentares e a possibilidade de usar dinheiro da cota para pagar passagens para mulheres e maridos de deputados e deputadas. O aumento valerá a partir de primeiro de abril e provocará um impacto anual extra nas contas da Casa de R$ 150,3 milhões.

Em reunião da Mesa Diretora ontem, foram aprovados reajustes de 18,02% na verba para contratação de funcionários não concursados, de 8,72% na verba de custeio do mandato, e de 11,92% no auxílio moradia, Como o aumento só vigora a partir de abril, o impacto é menor, de R$ 112, 7 milhões.

Além dos reajustes nas verbas, Cunha também anunciou a decisão de permitir o pagamento, dentro da cota de custeio do mandato, de passagens para os cônjuges dos deputados. Neste caso, só será permitido a emissão de passagens do estado de origem do deputado até Brasília. Depois da chamada farra das passagens aéreas, em 2009, a Câmara tinha proibido o pagamento de passagens para familiares, permitindo apenas o uso pelo próprio deputado e um assessor, desde que autorizado pela Mesa.

Cunha disse que para cobrir o aumento serão cortadas outras despesas do orçamento da Câmara e não demonstrou constrangimento.

— Eu não acho corporativista. Ninguém está dando aumento, nós só aceitamos a correção inflacionária. Eu não estou aumentando verba, estou corrigindo principalmente o salário dos funcionários de gabinete. As esposas terão direito a passagem, mas dentro da própria cota do deputado — alegou Cunha.


18 comentários

  1. sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015 – 7:18 hs

    Sera que estao incluídas as viagens das amantes,dai o dinheiro nao vai dar????

  2. COMANDO
    sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015 – 8:02 hs

    Dinheiro do povão é boommmmm…

  3. ex-funcionário
    sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015 – 8:32 hs

    Pra isso estar correto, faltou as passagens das amantes…

  4. Kátia Flávia
    sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015 – 8:37 hs

    Auxilio visita íntima ?

  5. RR
    sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015 – 9:09 hs

    ESTOU SEMPRE DIZENDO QUE AS FFAA TEM QUE ASSUMIR AS RÉDEAS DESSE PAÍS E BOTAR ESSES MALACOS PRA CORRER.

  6. Francisco Carlos
    sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015 – 9:14 hs

    CHEGAAAAAAAAAA…. Até quando vamos aturar este bando de abutres?

  7. Carlão
    sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015 – 9:47 hs

    era só o que faltava: auxilio moradia para quem mora em mansões e luxuosos apartamentos, além de possuir chacaras e casas de veraneio hiper luxuosas; auxilio saude para quem recebe fortunas, no caso do Senado por exemplo, por um dia só que tenha sido senador, tem ajuda saude perpetua para si e todos os seus familiares pelo resto da vida e no Sirio Libanes ou Albert Eisntein; auxilio livro para quem nao precisa – é o caso dos magistrados – os professores NAO TEM ESTE AUXILIO -auxilio alimentação em valores exorbitantes; auxilio motorista e carro com gasolina e motorista….. Santa Mãe de Deus, os professores sofrem 30 a 35 anos na dificil atividade de ensinar e seus minguados salarios não comportam pagar plano de saude,comprar livros ou pagar escola….E os deputados querem viajar com suas esposas? Não está certo! Delenda Cartago!

  8. VILMAR KURZLOP
    sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015 – 10:04 hs

    Minha dindinha (vó madrinha) já me dizia: “siga os exemplos dos mais velhos e de quem está acima de você”.
    Creio ter ido mais longe: “com base nos exemplos morais e éticos de meus pais, sigo os bons exemplos dos mais velhos e dos mais novos, dos que estão acima e abaixo de mim”.
    O que o nosso povo precisa é reaprender a viver em sociedade. Nela não podemos tirar proveito de nada, pois estaremos prejudicando outros.
    Devemos pensar no nosso bem estar, cumprindo integralmente nossas obrigações, sem prejuízo a terceiros.
    Rui Barbosa já dizia que chegaria um tempo em que o brasileiro teria vergonha de dizer que é honesto.
    Acho que esses tempos estão chegando.
    Em alguns comentários postados, aqui e em reportagens de outros meios da mídia, dizem-me para deixar de pensar como “madre Tereza de Calcutá”; para cair na “real”, e outros do gênero.
    É definitivamente acho que os tempos preconizados por Rui Barbosa estão chegando.
    Que tem a obrigação, pelo cargo que ocupa, de dar bom exemplo, está preocupado, única e exclusivamente a atender os seus interesses.
    As criticas são, quase sempre, para querer estar da situação do criticado e não para corrigir os erros por eles praticados.
    É assim caminha nosso País.
    Todo dia mais e mais noticias sobre benesses para um segmento ou uma classe, em prejuízo da coletividade.
    Aonde vamos chegar deste jeito?

  9. Carlos Tramontin
    sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015 – 10:13 hs

    Acredito que não foi uma boa coisa para os próprios deputados,pois com aquele mar de mulheres lindas e gostosas que enlouquecem os homens e agora tendo perto as esposas acho que não foi uma coisa boa para eles.

  10. Peregrino
    sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015 – 10:20 hs

    A palavra é: ” INDIGNAÇÃO” – estão deslocados do momento histórico que o País está vivendo…Pena, vão receber a indignação do povo e o Juizo de DEUS!!!

  11. luiz indignado
    sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015 – 10:24 hs

    Eta Brasil véio. E nós é que pagamos a conta é triste abrir o holerite e ver que foi descontado 27% do salário em imposto de renda.

  12. Ilario Caglioni
    sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015 – 10:44 hs

    Cenário de redução de despesas na câmara………………

  13. Antonio Alvaro Rosar
    sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015 – 10:52 hs

    O Lula já tinha bolsa Rosy.

  14. indignado
    sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015 – 11:10 hs

    LUIZ ENTENDA! SE NÃO DESCONTAREM SEU IMPOSTO COMO VÃO BANCAR AS PASSAGEM PARA AS ESPOSAS, AS SECRETÁRIAS AMANTES, PARA AS GAROTAS DE PROGRAMA.

  15. Do Interior.....
    sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015 – 11:14 hs

    Isso aqui tá pior que o Paraguai. Virou casa da mãe joana mesmo.
    Culpa do PT.

  16. Sergio João Cantelli
    sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015 – 11:19 hs

    Eles são do mesmo bando do PT, enquanto estão no poder sempre vai ser assim

  17. geraldo
    sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015 – 12:53 hs

    AI CORJA DE SAFADOS, GASTAR DINHEIRO ALHEIO É BOM… ENQUANTO ISSO O PACOTE DE AJUSTE D ECONOMIA É SÓ FUMO NO RAB…. DOS TRABALHADORES, APOSENTADOS E PENSIONISTAS… PORQUE NÃO INCLUI AÍ A PASSAGEM DO RICARDÃO TAMBÉM.

  18. Antonio Alvaro Rosar
    sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015 – 14:32 hs

    Nunca ninguém falou em dividir os lucros com o povo de modo geral, se bem que agora estão dividindo, pois está no vermelho.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*