Banco do Brasil dá a Bendine, o da Val, 'superaposentadoria' de R$ 62 mil | Fábio Campana

Banco do Brasil dá a Bendine, o da Val, ‘superaposentadoria’
de R$ 62 mil

unnamed

O novo presidente da Petrobras, Aldemir Bendine, deixa o comando do Banco do Brasil (BB) com aposentadoria calculada com base no salário mensal de 62,4 mil reais, embora as associações de funcionários e aposentados do maior banco do país sejam contrárias ao que chamam de “aposentadoria cheia” – na qual se somam aos vencimentos benefícios como férias e vale-alimentação. Bendine ficou famoso por ter dado empréstimo de R$ 2,7 milhões para a socialite brega Val Marchiori, que ofereceu como garantia a pensão alimenticia dos filhos.

A prerrogativa de se aposentar por essas regras não é exclusiva de Bendine, mas foi adotada em sua gestão. Outros 20 executivos recebem dessa forma. Ivan de Souza Monteiro, novo diretor da petroleira, também reúne idade e tempo de contribuição suficientes para se aposentar com base no salário cheio de 55,8 mil reais mensais que recebia como vice-presidente.

A Superintendência Nacional de Previdência Complementar (Previc), xerife do setor, considerou que caberia ao BB assumir a diferença dessas aposentadorias maiores.

Para a Associação Nacional dos Funcionários do Banco do Brasil (ANABB), as “superaposentadorias” são indevidas. “Eles não poderiam fazer a contribuição sobre seus honorários brutos porque contêm o empilhamento de verbas de benefícios que o plano não admite. Esses valores são considerados no cálculo das aposentadorias, o que não é permitido para os demais funcionários”,disse Fernando Amaral, vice-presidente da associação.

A origem do problema remonta a 2008, quando, para cumprir exigências da Comissão de Valores Mobiliários (CVM), o BB decidiu que os executivos passariam a receber honorários em vez de salários. Para calculá-los, o banco somou tudo que qualquer funcionário recebe durante o ano (salários, comissões, 13.º, férias, abonos, licença-prêmio, auxílio-alimentação, etc.) e dividiu

Limite – Para manter a isonomia entre a cúpula e os servidores, o conselho deliberativo da Previ aprovou, em abril de 2008, que os executivos poderiam contribuir sobre o mais alto salário de empregado do banco (37 mil reais mensais em valores de hoje). Essa medida, referendada pela diretoria executiva do BB, foi retirada em 2010, sob a gestão de Bendine. Com isso, os executivos puderam contribuir com base nos honorários brutos e, dessa forma, incrementar as aposentadorias.

Para a Previc, a direção do BB não poderia voltar atrás. A autarquia exigiu, em junho de 2013, que o banco colocasse limite nas aposentadorias da alta cúpula, sob pena de intervir no fundo de pensão. A exigência gerou uma disputa no governo que opôs os Ministérios da Fazenda e do Planejamento ao da Previdência.

Procurado, Bendine disse que o BB responderia em seu nome. Em nota, o banco informou que “as normas vigentes nunca estabeleceram um teto”. “O posicionamento do Banco do Brasil tem por base o Estatuto da Previ, que estabelece a equivalência entre as contribuições realizadas e os benefícios a serem pagos aos aposentados.” Previ e Previc não responderam até esta edição ser concluída.


12 comentários

  1. Luis Antonio de Sá Barreto
    terça-feira, 10 de fevereiro de 2015 – 13:42 hs

    Pelo menos ele trabalhou, e a mãe do Beto que recebe aposentadoria sem nunca ter trabalhado.

  2. Sidnei Belizário de Melo
    terça-feira, 10 de fevereiro de 2015 – 13:53 hs

    Este teto e uma vergonha e além de sua gorda aposentadoria receberá mais R$ 158,3 mil mensais da Petrobras…O Povo sem saúde e Educação e os marajas engordam seus salarios com apoio de quem deveria fiscalizar, Como podem viver tirando de quem mais precisa? Esses homens envergonham o Brasi, deixam as Leis frouxas para este aproveitadores do dinheiro publico.

  3. Cesar
    terça-feira, 10 de fevereiro de 2015 – 14:01 hs

    Verdadeira orgia com o dinheiro suado pago pelo contribuinte brasileiro.
    Esse partido canceroso chamado PT vai levar o País ao descalabro.
    Caminhamos a passos certeiros rumo à venezuilização.Ou o povo acorda e vai às ruas ou eles acabam de vez com o País.

  4. terça-feira, 10 de fevereiro de 2015 – 14:08 hs

    Só faltou, antes de sair do Banco do Brasil, PERDOAR o empréstimo à sua amiguinha VAL. Daí a farra “do boi” seria completa.

  5. Antonio Alvaro Rosar
    terça-feira, 10 de fevereiro de 2015 – 14:21 hs

    Luis Antonio, acho tudo uma absurdo, porém será que foi o Beto que assinou a pensão para mãe dele e você já ouviu falar em pensão por morte.

  6. tadeu rocha
    terça-feira, 10 de fevereiro de 2015 – 14:21 hs

    ISSO É UMA VERGONHA 62 MIL E MAIS 165MIL SALÁRIO DA PETROBRAS, OS BRASILEIRO PERDERAM O CONTROLE…. ISSO NUNCA PODIA ACONTECER NESSE BRASIL …. E OS SALÁRIOS DOS POBRES …..800 REAIS QUE DIFERENÇA ….

  7. terça-feira, 10 de fevereiro de 2015 – 14:29 hs

    Uns com aposentadorias astronômicas e o trabalhador, pelo INSS, tem que ralar e assim mesmo quando se aposenta nunca lhe pagam o que estava recebendo em serviço, e sim uma “merreca”. E, ainda a Constituição diz: TODOS SÃO IGUAIS PERANTE A LEI. Lei que Lei que a uns beneficiam e a outros os atrofiam.

  8. Doutor Prolegômeno
    terça-feira, 10 de fevereiro de 2015 – 14:40 hs

    Os marajás das estatais brasileiras se aposentam com soldadas régias, para as quais as estatais arcaram com a imensa maior parte da contribuição e vão jantar em restaurantes do Leblon, com socialites e outros vips, rindo-se à larga do povo e sua miséria. Enquanto isso, trabalhadores que investiram suas aposentadorias em ações das estatais veem seu patrimônio espatifar-se e minguar. A dolce vita da nomenklatura lulopetista.

  9. Dosel Jr.
    terça-feira, 10 de fevereiro de 2015 – 15:16 hs

    A cada dia que passa mais concordo com meu filho que pretende deixar o Brasil daqui no máximo 2 anos e, se possível, se naturalizar em qualquer outro lugar.Está dando vergonha se dizer que é brasileiro.

  10. PASMO
    terça-feira, 10 de fevereiro de 2015 – 15:40 hs

    AGORA ESTOU ENTENDENDO PORQUE O BB COBRA JUROS SOBRE JUROS (ANATOCISMO). ALÉM DE APLICAR TABELA “PRICE” E OUTRAS ARTIMANHAS NEFASTAS E SUGADORAS DOS CORRENTISTAS.
    É PARA MANTER A BOEMIA DE SUES EX- DIRIGENTES.
    ATÉ O PIZZOLATO DEVE ESTAR GOZANDO DESSAS BENESSES.
    SACRAMENTO. DURMAM COM UM BARULHO DESSES..

  11. terça-feira, 10 de fevereiro de 2015 – 15:57 hs

    FABIO APOSTO COM VC SE ALGUM COMPANHEIRO VAI LER OU CRITICAR!!!!

  12. Falido e mau pago
    terça-feira, 10 de fevereiro de 2015 – 18:21 hs

    Quem mandou votar na dilma? Todos vamos pagara conta!

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*