Ameaça de cartel | Fábio Campana

Ameaça de cartel

charge-do-clayton-hoje-no-o-povo-ce
A maior ameaça que paira sobre as empreiteiras envolvidas no escândalo da Petrobras é a comprovação do cartel, pratica considerada crime com pena de 2 a 5 anos de prisão. No ano passado, a Cade aplicou a maior penalidade no Cartel do Cimento: R$ 3,1 bilhões (seis empresas, seis pessoas físicas e seis associações). Entre 2003 e 2010, outros cinco cartéis acumularam multas de R$ 7,1 bilhões. Em 2010, no setor de gases industriais, mais seis companhias foram multadas em R$ 2,9 bilhões (só a White Martins em R$ 2,2 bilhões). E também a AmBev já foi multada em R$ 352,6 milhões. Detalhe: as empresas ficam fora do mercado durante determinado tempo.


3 comentários

  1. paulo
    quarta-feira, 18 de fevereiro de 2015 – 18:41 hs

    No processo do CADE contra o cartel do cimento, o mais antigo existente no Brasil, até o momento nada foi efetivado. Ninguém foi multado até o momento e nenhum dos envolvidos está cumprindo pena de prisão. Todos estão entrando com recursos para se livrar da penalidade imposta. Como estamos no Brasil, muito provavelmente isso tudo vai virar em ” pizza”. O povo brasileiro foi lesado com sobrepreços do cimento por muitas décadas, e os nossos homens públicos são coniventes com estes tipos de crime.

  2. Palpiteiro
    quarta-feira, 18 de fevereiro de 2015 – 18:44 hs

    Cartel é justamente o que os lulopetistas querem que resulte da investigação. Isso provaria que foram as empreiteiras e não as estatais que criaram o sistema de corrupção. Seria ouro sobre azul para o lulopetismo essa confortável simplificação deste monumental sistema de ladravagem e safadeza.

  3. JÁ ERA...
    quinta-feira, 19 de fevereiro de 2015 – 6:02 hs

    A formação de cartel no caso da Petrobras está mais do que compro-
    vada e portanto as empresas envolvidas que se preparem porque vem
    fumo de rolo por aí.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*