Servidores da Saúde de Curitiba ameaçam greve para fevereiro | Fábio Campana

Servidores da Saúde de Curitiba ameaçam greve para fevereiro

unnamed

Servidores municipais da saúde de Curitiba ameaçam paralisar as atividades a partir de 2 de fevereiro. A categoria reivindica a contratação de mais profissionais, pagamento de horas – extras e melhores condições de trabalho. Uma assembleia para decidir sobre uma possível greve está marcada para o dia 27 deste mês. As informações são da CBN.
No sábado centenas de manifestantes fizeram uma passeata na Boca Maldita, pedindo o pagamento de horas-extras, contratação de mais profissionais via concurso público, além de melhores condições de trabalho.

Irene Rodrigues, uma das coordenadoras do sindicato que representa a categoria, o Sismuc, afirma que muitos estão sobrecarregados pela falta de servidores, e não estariam recebendo pela jornada estendida. Ela classificou a situação como um calote do poder público.

O sindicato também reclama do acúmulo de funções e do não pagamento dos novos pisos salariais na área da saúde. Uma assembleia está marcada para o dia 27 deste mês onde será decidida uma possível greve dos servidores da saúde. Em nota, a prefeitura informou que não revogou por decreto o reajuste salarial, garantindo assim o pagamento no mês de março de forma retroativa a partir de janeiro, inclusive com correção monetária.

As horas extras serão pagas no fim deste mês, o que já pode inclusive ser conferido pelos servidores nos contracheques on-line. A nota diz ainda que a Prefeitura lançou na última quinta-feira o edital do processo seletivo para os serviços de urgência e emergência da saúde.

A prova está marcada para o próximo dia 31, e há perspectiva da realização de concurso público para completar o quadro de servidores da Saúde ainda no primeiro semestre deste ano.

O texto diz ainda que tendo esses fatores em vista, a Prefeitura de Curitiba frisa que mantém, por meio das secretarias municipais de Recursos Humanos e da Saúde, diálogo aberto com o Sindicato dos Servidores Municipais e com os trabalhadores.


3 comentários

  1. mae joana
    terça-feira, 20 de janeiro de 2015 – 9:18 hs

    Agora o governo federal estadual e municipal não tem dinheiro
    para pagar os SERVIDORES porem para a grande obra de uso do dinheiro PUBLICO que foi a copa do fiasco (roubo) foi gasto alem do estimado e o mais interessante nenhum partido POLITICO tocou no assunto na epoca das eleições porque?
    O BRASIL VIROU CARNAVAL REGADO A FUTEBOL E DE SOBREMESA A CORRUPÇÃO LICITA E ILICITA SERVIDO
    A TCE,EXECUTIVO, LEGISLATIVO E JUDICIARIO ONDE
    TODOS FICARAM MUITO BEM SERVIDOS ….

  2. mae joana
    terça-feira, 20 de janeiro de 2015 – 9:33 hs

    Agora o governo federal estadual e municipal não tem dinheiro
    para pagar os SERVIDORES porem para a grande obra de uso do dinheiro PUBLICO que foi a copa do fiasco tem .

  3. Beatrix Kiddo
    terça-feira, 20 de janeiro de 2015 – 21:02 hs

    Vou dar uma ajuda ao Não-faz-nada, para fazer caixa dispense este bando de cuecas de seda que você insiste em manter na folha de pagamento. Garanto que além de poupar uma boa grana, em termos de serviço a Prefeitura não perde nada.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*