PMDB não deve punir Pessuti e Doático | Fábio Campana

PMDB não deve punir Pessuti e Doático

doático e pessuti

No que depender dos deputados do PMDB, o processo interno contra Orlando Pessuti e Doático Santos, hoje desafetos do senador Roberto Requião, caminha para o esquecimento. Ligado a Requião, o deputado Nereu Moura defendeu na coluna Informe, da Folha de Londrina, que os processos, abertos no calor da campanha eleitoral, convirjam para o “entendimento” e enalteceu a importância de Pessuti para os quadros do partido, que precisa retomar a união. “Embora a briga de Requião e Pessuti seja pública, não temos mais espaço para isso dentro do PMDB”, disse.

A mesma opinião é do deputado Luiz Cláudio Romanelli, novo líder do Governo na Assembleia. Romanelli diz esperar que o processo na comissão de ética do partido não se torne um “tribunal de exceção”. “O Requião é uma grande liderança, mas nós peemedebistas não somos condenados a apoiá-lo. O partido precisa de novas lideranças e novos projetos e ninguém expulsa um membro do diretório assim”, afirma.

Romanelli defende a união dentro da legenda que tem “por natureza, tendências e divisões”, e segue favorável ao apoio ao governo estadual. “Entendo que o governo possibilita nossa participação nas decisões e temos que nos preocupar com a situação do Estado, que é muito complexa.”


5 comentários

  1. Fragonard
    quinta-feira, 22 de janeiro de 2015 – 17:04 hs

    Até aí, tudo bem. Mas o PMDB não vai punir o Romanelli por se tornar o queridinho líder do governo do PSDB? Partido bonzinho esse, né?

  2. toninho
    quinta-feira, 22 de janeiro de 2015 – 17:21 hs

    Então tá. O Pessuti vai para o Governo do Beto (BRDE). O Romanelli já está no Governo de uma certa forma. E daí, como é que fica?
    Que partidinho de m… é esse do qual sou filiado. Só serve prá isso mesmo, para atender o interesse pessoal de certas pessoas. Ideologia, que ideologia? Cada vez pior, não temos expectativas de melhoras futuras. Para os mesmos do jeito que está bom.

  3. Vigilante do Portão
    quinta-feira, 22 de janeiro de 2015 – 17:50 hs

    Lembrei, sem pensar muito, da música, imortalizada na voz do Tim Maia:

    “Me dê MOTIVO…”
    Trocando a letra:

    “Me dê CORAGEM, para te mandar embora…”

    E se o Pessutão Contar TUDO?

    E se o Doático resolver abrir a caixa de ferramentas?

    Aliás, as mídias estão devedo:

    Como ficou o caso dos documentos encontrados no Cofre do Palácio, envolvendo um Inventário e contas no exterior?

    Como ficou o caso da Denúncia de Jornais APÓCRIFOS, supostamente encontrados no barracão de campanha do Beto Richa?

  4. justino bonifacio martins
    quinta-feira, 22 de janeiro de 2015 – 20:56 hs

    Um partido que não pune quem feriu o código de ética, que traiu a legenda. esse partido está fadado a extinção. Vejam que o PMDB tem como líder do PSDB o traíra do Romanelli. Pode?!

  5. TROLL
    quinta-feira, 22 de janeiro de 2015 – 23:50 hs

    Que pena! Pune sim, por favor. O quebra pau de cortiço está fantástico.
    E que ao final todos percam.
    Não farão nenhuma falta

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*