Marcha contra terror reúne mais de 1,5 milhões em Paris | Fábio Campana

Marcha contra terror reúne mais de 1,5 milhões em Paris

unnamed

A manifestação contra o terrorismo e em defesa da liberdade de expressão que ocorre neste domingo (11) no centro de Paris reúne mais de 1,5 milhão de pessoas, segundo a agência de notícias France-Presse. Ainda segundo a France-Presse, outras 600 mil pessoas se manifestam em outras cidades do país.

A marcha parisiense, classificada como história pela imprensa francesa, é liderada por familiares das vítimas dos atentados desta semana e por dirigentes políticos de todo o mundo. Em Paris, às 15h30 (12h30 de Brasília), com um atraso de meia hora, eles começaram a passeata, seguidos por centenas de milhares de pessoas que foram para as ruas da capital francesa.

Sobreviventes da equipe da revista “Charlie Hebdo”, onde 12 pessoas morreram, também participaram ao lado dos familiares.

Logo atrás, com os braços entrelaçados, desfilaram os líderes mundiais, liderados pelo presidente francês, François Hollande, junto com a chanceler alemã, Angela Merkel; o chefe do governo espanhol, Mariano Rajoy, e os primeiros-ministros britânico, David Cameron, e italiano, Matteo Renzi.

Separados por apenas cinco metros estavam o chefe do governo israelense, Benjamin Netanyahu, e o presidente palestino, Mahmoud Abbas.

Embora a saída estivesse prevista da praça da República, a grande afluência de gente fez com que os dirigentes e as vítimas abrissem a manifestação centenas de metros adiante, no bulevar Voltaire.

Pouco depois, foi guardado um respeitoso minuto de silêncio e Hollande cumprimentou um a um aos líderes presentes.

Hollande se aproximou, junto com o primeiro-ministro, Manuel Valls, e saudou os familiares das vítimas dos ataques.


5 comentários

  1. Vigilante do Portão
    domingo, 11 de janeiro de 2015 – 18:00 hs

    Sabem quem NÃO FOI?

    DILMA!

    Não teve coragem.

  2. Sergio Silvestre
    domingo, 11 de janeiro de 2015 – 18:15 hs

    Garanto que em Curitiba nesse final de semana vai morrer mais gente assassinada.
    Essa guerra de muçulmanos e graciosos cartunistas e piadistas de mau gosto.
    Eu não vou sair por ai vestindo camiseta escrita je sui Charlie,ou davi,ou Hebbo etc.
    Eu quero ver essa turma bem longe,deles só algum vinho bourbon.

  3. ELEITOR CONSCIENTE
    domingo, 11 de janeiro de 2015 – 22:37 hs

    NÃO CONSEGUI ENTENDER O GOVERNO FEDERAL FAZ QUESTÃO DE MANTER RELAÇÕES DIPLOMÁTICAS E UM RELACIONAMENTO MUITO ESTREITO COM GRUPOS TERRORISTAS DE ONDE ATÉ ALGUNS QUE HOJE FAZEM PARTE DA QUADRILHA, COMO AFIRMA O EX MINISTRO GILBERTO CARVALHO FORAM MEMBROS E/OU FILIADOS RESOLVE MANDAR REPRESENTANTE PARA FAZER PARTE DE UMA PASSEATA CONTRA ATOS TERRORISTAS.

  4. segunda-feira, 12 de janeiro de 2015 – 14:22 hs

    sergio isso agente sabe vc. e um cag’ao mesmo !

  5. VERDADE
    segunda-feira, 12 de janeiro de 2015 – 17:11 hs

    Quem diz o que quer…ouve o que não quer! Totalmente agressivas as ridículas críticas daquele semanário. Liberdade de expressão eh uma coisa, falta de respeito eh outra! Tudo tem um limite…

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*