Ex-presidiário é baleado ao assaltar delegado no Centro de Curitiba | Fábio Campana

Ex-presidiário é baleado ao assaltar delegado no Centro de Curitiba

unnamed

Um homem que estava com uma tornozeleira eletrônica foi baleado por um agente federal depois de tentar assaltar um delegado na tarde desta quinta-feira, na esquina da Rua Marechal Deodoro com a Rua Mariano Torres, no Centro de Curitiba. O suspeito foi encaminhado ao hospital em estado grave. As informações são da BandNews FM.

Segundo a Polícia Militar, o delegado de Londrina, no Norte do Paraná, chegou a entregar um relógio e uma aliança quando o agente que estava com ele disparou dois tiros contra o peito do assaltante. O delegado da Polícia Federal estava em Curitiba para uma reunião de trabalho. Os policiais revistaram o suspeito e chamaram a Polícia Militar. A tentativa de assalto ocorreu a uma quadra da sede do Ministério Público Federal em Curitiba.

A foto é do servidor público Carlos Luiz Driessen que estava com o carro estacionado a poucos metros do incidente.


16 comentários

  1. Juca
    quinta-feira, 29 de janeiro de 2015 – 18:57 hs

    É isso aí, a rapaziada não respeita ninguém. vai levando de roldão, enquanto o Secretário da Segurança Pública já está apagado, nem se fala mais dele.

  2. Beatrix Kiddo
    quinta-feira, 29 de janeiro de 2015 – 21:01 hs

    Para quê servem mesmo estas tornozeleiras eletrônicas? Elas monitoram o quê mesmo? E porque tantos “liberados” portando as tais tornozeleiras voltaram logo a delinquir? Quais são os critérios, se é que os há, para soltar tantos bandidos? É soltar o vagabundo e ele volta logo aos hábitos antigos. Os fatos estão comprovando isto. Esvaziar cadeia é uma coisa, por vagabundo na rua é outra.

  3. Carlos
    sexta-feira, 30 de janeiro de 2015 – 0:19 hs

    A policia confirmou que este vagabundo matou um homem na sete de setembro
    dias atrás com dois tiros no peito.
    A sociedade curitibana agradece se ele morrer no hospital. De preferência vá para o inferno. Se não morrer seja colocado na praça Rui Barbosa às 6 da tarde para a população conversar com ele.

  4. PIMENTA PURA
    sexta-feira, 30 de janeiro de 2015 – 6:52 hs

    Bandido bom é a sete palmos do chão… Parabens ao agente.

  5. Drika
    sexta-feira, 30 de janeiro de 2015 – 8:30 hs

    Perdeu, malaco !!

  6. CLAUDECIR CAMPOS DE SOUZA
    sexta-feira, 30 de janeiro de 2015 – 8:35 hs

    ESSE É UM VERDADEIRO CASO DE BALA PERDIDA, BALA QUE NÃO MATOU ESSE MELIANTE. A DEFINIÇÃO DE BALA PERDIDA É ESSA. “A BALA PENETROU NO CORPO DO MELIANTE PORÉM O MESMO NÃO FOI A ÓBITO”

  7. MANSALEIRO JUNIOR
    sexta-feira, 30 de janeiro de 2015 – 8:36 hs

    BANDIDO BOM É BANDIDO MORTO,INFELIZMENTE ESSE NÃO MORREU.

  8. LUIZ
    sexta-feira, 30 de janeiro de 2015 – 8:36 hs

    A POPULAÇÃO TERIA A OBRIGAÇÃO DE FAZER O MESMO,EXTERMINAR O LIXO,PORÉM O SAPO BÊBADO MORIBUNDO,TIROU ESSE DIREITO DO POVO COM ESSA ” LEI ” DO DESARMAMENTO DO POVO DE BEM E O ARMAMENTO DA BANDIDAGEM.

  9. Allan
    sexta-feira, 30 de janeiro de 2015 – 8:36 hs

    Parabens ao delegado e ao agente da PF…belo trabalho, fizeram o certo e tem todo o apoio de nos cidadãos de BEM que sofremos na mão dessa laia…bandido bom é bandido morto, esse nao incomoda mais!

  10. Johan
    sexta-feira, 30 de janeiro de 2015 – 9:10 hs

    Caro FÁBIO, a sociedade e do meu ponto de vista estamos agradecidos pela ação desse delegado, e desejo congratular-me com ele pela coragem demonstrada na reação ao bandido e na defesa da sociedade. Os bandidos, assaltantes e traficantes acolitados pela estrutura do aparato de insegurança do governo federal que é leniente e desarmou toda a sociedade, porém não eliminou o armamento dos bandidos, deixando todos desarmados e a mercê das quadrilhas. Há necessidade de reavaliar o quadro atual e permitir o rearmamento da sociedade para que quem desejar possuir arma e armamento em suas residências e propriedades para própria segurança, pois com o aparato de insegurança do estado não podemos contar. Atenciosamente.

  11. Euriko
    sexta-feira, 30 de janeiro de 2015 – 9:12 hs

    MARAVILHA !!! Conforme dizia o “CADEIA”: Bandido bom é bandido morto!

  12. ELEITOR
    sexta-feira, 30 de janeiro de 2015 – 12:42 hs

    E O GOVERNO VAI REVER CONCESSÃO DAS TORNEZELEIRAS

  13. Juca
    sexta-feira, 30 de janeiro de 2015 – 16:09 hs

    Alguém pode informar se o assaltante ainda está vivo?

  14. Willielson A Galvão
    sexta-feira, 30 de janeiro de 2015 – 17:00 hs

    Pensem bem se todas as pessoas de bem que paga seus impostos e aptas para ter uma arma, podendo carregar na cinta, bolsa, coldre, bolso eu duvido que estes covardes entraria numa Lotérica, Loja, Banco, Onibus, Circular ou numa Residência; pensariam 1000 vezes pois teriam varias armas apontada para eles. Como no velho Oeste Americano e cada cidadão portar arma que responda pelos seus atos do uso da arma de forma indevida.

  15. amanda
    segunda-feira, 2 de fevereiro de 2015 – 15:20 hs

    gostaria de saber se esse vagabundo ja morreu,pessoas como essas nao merecem estar vivos.bandido bom e bandido morto.

  16. Neydher Fernandes
    terça-feira, 3 de fevereiro de 2015 – 10:24 hs

    É por isso que, ao votarmos, temos que apoiar candidatos ao legislativo (deputados e senadores) que defendam políticas de repressão a esses marginais. De nada adianta declararmos revolta contra esses bandidos se votamos em pessoas que vão defendê-los. Aqui no Paraná, por exemplo, quase que o Sargento PM Fahur (aquele de bigode que está no vídeo que bombou nas redes sociais, ao apreender drogas) foi eleito. Pessoas como Bolsonaro, Francischini, que defendem a redução da maioridade penal, que o preso trabalhe para ter direito a progressão de regime, enfim, precisamos nos unir e não apenas falar.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*