Dilma veta MP sobre refinanciamento de dívidas de clubes | Fábio Campana

Dilma veta MP sobre
refinanciamento de
dívidas de clubes

dilma -veto

da ESPN, UOL:

Já no final da noite desta segunda-feira, a presidenta da República, Dilma Rousseff, vetou o artigo 141 da Medida Provisória 656, que dizia que os clubes de futebol poderiam parcelar suas dívidas com o governo federal em 240 vezes, com descontos de 70% em multas e 50% em juros, sem, no entanto, terem de cumprir nenhum medida de responsabilidade financeira e de gestão, previstas na discussão da Lei de Responsabilidade Fiscal do Esporte.

“Falei há algumas horas com representantes da Casa Civil, e eles confirmaram que a presidente vetou a Medida Provisória. Estamos satisfeitos porque poderemos voltar a negociar as contrapartidas em relação à aprovação da Lei de Responsabilidade Fiscal dos clubes”, afirmou ao ESPN.com.br Ricardo Borges, diretor executivo do Bom Senso FC, grupo que reúne mais de mil jogadores de futebol do país e que era contra a MP.

“Sabemos o quanto essa lei é importante para os clubes, não somos contra ela, mas sabemos o quanto que devemos avançar no estabelecimento das contrapartidas, e é isso que vamos fazer agora para tentar fazer tudo o mais rápido possível”, continuou.

No fim do ano passado, Câmara e Senado aprovaram a MP 656, que trata de isenção de imposto a importação de aerogeradores, equipamento usado na agropecuária. O parcelamento das dívidas dos clubes foi incluído em emenda do deputado Jovair Arantes (PTB-GO), membro da chamada “bancada da bola”.

A aprovação da possível medida provisória dividiu opiniões. Flamengo, Coritiba, Internacional e Vitória, por exemplo, enviaram uma carta conjunta à Presidência da República pedindo que a lei fosse complementada com a inclusão das medidas de responsabilidade, podendo um clube ser alvo de multas.

Já a Federação Nacional dos Atletas Profissionais de Futebol (Fenapaf) enviou ofício à Casa Civil, na última sexta-feira, pedindo a aprovação do texto como estava.


3 comentários

  1. tadeu rocha
    terça-feira, 20 de janeiro de 2015 – 17:19 hs

    SALVE O CORINTHIAS DO PRESIDENTE LULA E DA DILMA , AGORA TOMARAM NO…… VOTEM NELES…. COMO OS APOSENTADOS O AÉCIO IA FAZER UMA VIRA VOLTA NOS APOSENTADOS NO SALÁRIO O QUE DEU , VOLTARAM NELA…. ESTOU DANDO RISADA COM ESSES 53 MILHOES DE BRASILEIROS…….

  2. VISIONÁRIO
    quarta-feira, 21 de janeiro de 2015 – 10:17 hs

    Pelo menos esta a anta acertou. Porque só os clubes teriam o perdão
    de 70 % das multas e ainda o parcelamento da dívida a perder de vista !?
    Pau neles.

  3. Freddy Kruger
    quarta-feira, 21 de janeiro de 2015 – 12:55 hs

    Eu estou errado ou o próprio governo do PT, proclamou para toda a nação em tom festivo, que teríamos um grande retorno nos investimentos da Copa do Mundo. Não sei ainda quem embolsou estes retornos, pelo jeito não foram os clubes !!! Qual a situação dos grandes estádios feitos para a copa. Muitos abandonados, sem recursos de manutenção, e outros que nem sediam partidas de futebol. Bilhões jogados fora ? Não. Alguém embolsou….. Será que as empresas brasileiras em dificuldades irão receber o mesmo tratamento tributário. Que vergonha em Deputado Jovair Arantes, colocar uma emenda destas para ser aprovada juntamente com medidas de incentivo a agropecuária. Aos poucos, estamos vendo como trabalha aquela casa legislativa, por debaixo dos panos. Que vergonha !!!
    A Dilma só vetou, por falta de recursos financeiros da união, senão teria aprovado, como no caso da Refinaria de Passadena. ‘Se baseou no relatório da diretoria”. Quanta IMCOMPETÊNCIA ! ou safadeza.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*