Beto Richa repassa R$ 5,8 milhões aos hospitais de Clínicas e Erasto Gaertner | Fábio Campana

Beto Richa repassa
R$ 5,8 milhões aos
hospitais de Clínicas
e Erasto Gaertner

copel - foto kissner

O governador Beto Richa entregou nesta quarta-feira (14), no Palácio Iguaçu, dois cheques simbólicos referentes ao repasse de R$ 5,82 milhões aos hospitais de Clínicas e Erasto Gaertner, em Curitiba. Os recursos, que são da Copel, via leis de incentivo, serão distribuídos entre as duas instituições e aplicados no tratamento do câncer. “É uma contribuição significativa para que esses importantes hospitais continuem prestando o serviço de excelência no atendimento à saúde dos paranaenses”, disse. A foto é de Orlando Kissner.

Beto Richa citou os avanços conquistados pelo governo na saúde, com destaque a redução da mortalidade materna e infantil. “O Ministério da Saúde reconhece que o Paraná, ao lado de Santa Catarina, desenvolveu as melhores ações na saúde pública. Isso é reflexo dos investimentos que fizemos no setor”, afirmou. “Nosso compromisso é promover um atendimento à saúde mais ágil, humano e de qualidade”, disse ele.

O governador destacou o papel da Copel e garantiu que a empresa continuará crescendo sob o controle do Estado. “A Copel tem um importante papel social. É uma empresa fundamental para o desenvolvimento do Paraná. No nosso governo, será mantida pública e fortalecida”, afirmou.

O presidente da Copel, Luiz Fernando Vianna, também esteve presente no encontro. Ele defendeu o papel social da empresa e disse que a Copel está de portas abertas para ajudar parceiros como o HC e o Erasto Gaertner. “Entre suas ações de responsabilidade social, a Copel destina recursos via Leis de Incentivo no apoio a iniciativas importantes para a população do Estado”, explicou Vianna.

APLICAÇÃO – O Hospital Erasto Gaertner, que realiza 90% do atendimento pelo SUS, recebeu R$ 4,04 milhões. Os recursos serão aplicados em dois projetos – um de ampliação da oferta de serviços de endoscopia e outro para atenção aos idosos. Parte dos recursos, no valor de R$ 1,66 milhão, é proveniente da Usina Elétrica a Gás de Araucária, pertencente à Copel.

O superintendente do hospital, Adriano Lago, explica que o atendimento de idosos tem aumentado muito nos últimos anos, chegando a cerca de 50% do total.

“Vamos modernizar nossos equipamentos e garantir aos idosos melhores condições e suporte médico de maior qualidade”, afirmou. Ele explica que o Erasto Gaertner realiza atualmente 300 mil atendimentos por ano e mais de 1,4 milhões de procedimentos.

O Hospital de Clínicas teve dois projetos beneficiados, com repasse de R$ 1,78 milhão da Copel. São projetos de pesquisa, um deles de investigação de mutações nos genes da anemia de Fanconi, e outro de investigação de polimorfismos de genes e seu impacto nos transplantes de células-tronco.

A diretora-superintendente da Associação dos Amigos do Hospital de Clínicas, Maria Paciornik, agradeceu os recursos e disse que o governo estadual é um grande parceiro do hospital. “Esse dinheiro vai ajudar na pesquisa do transplante de célula-tronco. Sem esses recursos teríamos dificuldade para conseguir avançar nesses projetos”, disse ela.

Os projetos foram aprovados no Programa Nacional de Apoio à Atenção Oncológica (Pronon) e na Lei do Idoso, que permitem às empresas doar até 1% do Imposto de Renda a Pagar, sobre a alíquota de 15%, para financiar ações de prevenção e de combate ao câncer.

Além desses projetos do HC e do Erasto Gaertner, a Copel também repassou R$ 156 mil para o Hospital de Câncer da União Oeste Paranaense de Estudos e Combate ao Câncer, de Cascavel, para aquisição de equipamento Acelerador Linear.

Outra entidade beneficiada com recursos da Copel foi o Pequeno Cotolengo, de Curitiba, que recebeu R$ 300 mil para ampliação de atendimentos na área de saúde, em projeto aprovado pelo Programa Nacional de Apoio à Atenção da Saúde da Pessoa com Deficiência (Pronas).


3 comentários

  1. VERDADE
    quarta-feira, 14 de janeiro de 2015 – 20:56 hs

    Meu Deus! O Beto apenas entregou porque esta eh uma prática de anos da Copel…Por favor, que ve pensa…que o homem desembolsou alguma grana. Palhaçada.

  2. mae joana
    quinta-feira, 15 de janeiro de 2015 – 10:22 hs

    A obrigacao da Federaçao,Estado e Municipio é educaçao, saude segurança ,moradia pois nao entendo fazem um alarde
    quando essesindividuos que se dizem representante do povo fazem media com o dinheiro publico o mesmo que é utilizado
    para campanha e ai a gojeta vai para as instituicao

  3. marcio
    quinta-feira, 15 de janeiro de 2015 – 18:04 hs

    Prática de anos? O Pronon foi criado em outubro de 2012.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*