Richa participa da homenagem a João Elísio Ferraz de Campos | Fábio Campana

Richa participa da homenagem a João Elísio Ferraz de Campos

0212 homenagem acp joao elisio

O governador Beto Richa participou na noite desta segunda-feira (01), em Curitiba, da cerimônia de entrega da Comenda Barão do Serro Azul para o empresário e ex-governador do Paraná João Elísio Ferraz de Campos. A homenagem é prestada pela Associação Comercial do Paraná (ACP) a paranaenses ilustres, com destaque na vida social, econômica e política do Paraná.

Richa destacou a trajetória do homenageado e sua atuação no governo e na área empresarial. “João Elísio foi um ótimo gestor para o Paraná. É mais que justa esta homenagem a uma pessoa que fez muito pelo Estado, tanto na área da política como no setor empresarial”, afirmou.

João Elísio agradeceu a homenagem da ACP e a definiu como uma generosidade da entidade. “Quando trabalhamos por ideias sempre a favor do Paraná e do Brasil, somos recompensados”, afirmou ele.

João Elísio foi vice-governador na gestão de José Richa. Em 1986 assumiu o Governo do Estado em virtude da renúncia de José Richa, que naquele mesmo ano foi eleito senador. “Um grande amigo de meu pai. Esta homenagem reconhece suas realizações em nosso Estado”, ressaltou Beto Richa.

O presidente da ACP, Antônio Spolador, lembrou que João Elísio é o primeiro homenageado de sua gestão. “Fico feliz por isso, pois é uma pessoa que todos admiram pela idoneidade e empreendedorismo”, disse ele.

João Elísio é empresário no setor de seguros e presidiu por mais de 20 anos a Federação Nacional de Empresas de Seguros Privados e de Capitalização (Fenaseg). Hoje mantém o Instituto João Ferraz, que presta apoio na área educacional a crianças em situação de vulnerabilidade social de Pinhais e do Rio Janeiro.

Em 1978 foi eleito deputado federal e, quatro anos depois, elege-se vice-governador na chapa de José Richa. Neste governo, acumulou sucessivamente a presidência do Banco de Desenvolvimento do Paraná (BADEP) e a Secretaria de Finanças. Assumiu o Governo do Estado em 1986 e permaneceu até o ano seguinte.


4 comentários

  1. Ricardo
    terça-feira, 2 de dezembro de 2014 – 17:49 hs

    Fábio:
    E o corte na educação, não vai falar?
    E nas universidades sem dinheiro pra pagar conta de água, não vai falar?
    E a não nomeação dos servidores da Defensoria, mesmo após o brado de que foi ele que inventou o órgão, não vai falar?
    E as centenas de cargos comissionados que não perdem o a teta pra mamar, apesar da crise do governo do Estado, não vai falar?

    Fico no aguardo de algum compromisso jornalístico, com a publicação de alguma coisa relevante do Estado do Paraná, que não seja em propaganda positiva do governador.

  2. terça-feira, 2 de dezembro de 2014 – 19:01 hs

    João Elisio,eu estava como secretario de uma prefeitura,no norte do PARANA,e acompanhwiotrabalho deste competentente GOVERNADOR!!!,o plano e projeto MARINGA LONDRINA,encurtando em quarenta kilometros,via duplicada foi dele.Fui duas vezes,com pessoas mde bairros em audiência com ele,deixou todos admirados pela competência.PENA. NAO TER SIDO MAIS VEZES GOVERNADOR!?PENA O PARANA TER ELEGIDO POR MAIS GESTÕES!!

  3. Carlos Armando
    quarta-feira, 3 de dezembro de 2014 – 11:38 hs

    Fábio, vamos ser coerentes, pelo menos um pouco, cara, fale sobre o tarifaço do Richa, mas não use os argumentos do Traia

  4. PT
    quarta-feira, 3 de dezembro de 2014 – 12:10 hs

    PRECISAM ARRUMAR UM SERVIÇO PARA OS DOIS, COMO PARA O SENADOR DIABÓLICO, POIS O QUE ELES FAZEM E FIZERAM NA VIDA É “REFRESCO”!

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*