No divã, PT tenta recriar sua identidade com novas lideranças | Fábio Campana

No divã, PT tenta recriar sua identidade com novas lideranças

lula
Perto de completar 35 anos, o partido quer passar por uma reforma para ampliar o apoio a Dilma e rejuvenescer diante do eleitor

Afonso Benites, El País

Nas vésperas de completar 35 anos de idade, o partido que há quase 12 anos governa o Brasil acaba de se deitar no divã. As principais lideranças do Partido dos Trabalhadores querem entender o que aconteceu com o utópico e idealista agrupamento de esquerda desde que chegou ao Palácio do Planalto em 2003 com o sindicalista e ex-metalúrgico Luiz Inácio Lula da Silva.

O PT virou à direita? Tornou-se corrupto? Perdeu a militância? Não consegue mais dialogar com a sociedade e os movimentos sociais? Faz uma política puramente assistencialista? Essas são apenas algumas das diversas perguntas que os dirigentes partidários tentam responder durante o segundo mandato de Dilma Rousseff, o quarto consecutivo da legenda.

Passados os dias turbulentos da campanha presidencial e os de festividades pela vitória de Rousseff e de outros cinco governadores petistas, os líderes do partido voltaram a se reunir para debater qual será a função da sigla, que nos últimos meses frequentou mais as páginas policiais do que as políticas nos jornais.


4 comentários

  1. Luiz
    domingo, 28 de dezembro de 2014 – 21:19 hs

    ESSE LIXO DA FOTO,AINDA RESPIRA,ESPERO QUE NÃO POR MUITO TEMPO

  2. FORAPT
    domingo, 28 de dezembro de 2014 – 23:49 hs

    Mentira , esta tudo combinado.

    Esse mimimi e bravata do 9dedos,todo mundo ja sabe

  3. Johan
    segunda-feira, 29 de dezembro de 2014 – 12:45 hs

    Caro FÁBIO, nunca imaginei antes na história desse país, que concordaria em algo com o ex-presidente “DUENDE LULLA”, e me penitencio por tal ato, porém ele tinha RAZÃO, ele detinha a informação quando comunicou que no CONGRESSO haviam 300 PICARETAS. Agora falta ao DUENDE LULLA, nominar os parceiros. Caso não informe os nomes mencionados, realmente ele se coloca dentro do grupo como membro da quadrilha, e pode ser excluído junto aos demais, por confirmar total desqualificação para tal. Defendo a liberdade de imprensa, liberdade de opinião, e liberdade de investigação. Apoio a proposta de ” o sul é o meu país”, e proponho o IMPEACHMENT JÁ da DILMA, antes da posse, para evitar maiores constrangimentos e VERGONHAS a sociedade brasileira. Atenciosamente.

  4. segunda-feira, 29 de dezembro de 2014 – 17:42 hs

    uma lula de 9 tentáculos !

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*