MPF denuncia Cerveró, Baiano, Youssef e empresário da Setal | Fábio Campana

MPF denuncia Cerveró, Baiano, Youssef e empresário da Setal

cervero, baiano, youssef

Denúncia foi feita domingo à noite, mas Justiça ainda não decidiu se aceita ou não.

Do Globo:

O Ministério Público Federal do Paraná (MPF) denunciou neste domingo à noite, pela primeira vez, o ex-diretor da área Internacional da Petrobras, Nestor Cerveró. Ele foi denunciado por lavagem de dinheiro e corrupção ativa. Além dele, foram denunciados Fernando Antonio Falcão Soares, conhecido por Fernando Baiano, o doleiro Alberto Youssef e o empresário Julio Gerin de Almeida Carmargo, da Setal Engenharia. Os detalhes da denúncia ainda não foram apresentados pelo MPF. O juiz Sérgio Moro, da 13ª Vara Federal Criminal do Paraná, ainda não despachou se aceita a denúncia.

Cerveró é suspeito de participar de um grande esquema de corrupção na Petrobras, desviando recursos de contratos da área Internacional para abastecer políticos do PMDB, que o indicaram para o cargo. O operador do esquema na área seria Fernando Baiano e o doleiro Youssef, que lavavam até 3% de todos os contratos do setor, repassando o dinheiro para campanhas políticas do PMDB.

Já Julio Camargo é diretor da Toyo Setal e optou por fazer delação premiada, colaborando com a Justiça para desvendar o escândalo da corrupção na estatal. A Toyo Setal também pode se transformar na primeira empresa a assinar acordo de delação premiada com o Ministério Público Federal nas investigações da Operação Lava-Jato.

Além da delação de Julio Camargo, a empresa já se colocou à disposição da Justiça e o acordo pode envolver vários executivos do primeiro escalão. A Toyo tem contrato de R$ 1,1 bilhão com a Petrobras no projeto Comperj, e de R$ 2,09 bilhões na montagem de uma unidade de fertilizantes em Uberaba, no Triângulo Mineiro. Outra empresa do grupo, a EBR Estaleiros do Brasil, participa da obra da plataforma P-74 e seu estaleiro deve ser feito no Rio Grande do Sul com recursos do Fundo da Marinha Mercante.


3 comentários

  1. tadeu rocha
    segunda-feira, 15 de dezembro de 2014 – 15:14 hs

    VOCÊS BRASILEIROS ESTÃO VENDO ESTÃO LENDO ESSA REPORTAGEM, OU ESTÃO DANDO UMA DE MANÉ ….PORQUE NÓS 51 MILHOES DE BRASILEIROS QUERIA MUDAR, PARA ACABAR COM ISSO , COLOCAR NA CADEIA, E AGORA JOSÉ , TUDO SOLTO , NINGUEM VAI SER PRESO, É SÓ PARA BOI DORMI, E VOCES 53 MILHOES DE TRAIDORES QUERIA ESSA VERGONHA…, AGORA DURMA COM UM BARULHO DESSE, ESSA VERGONHA…. AINDA SALTA MUITA COISA NA PETROBRAS, QUANDO DILMA TOMAR POSSE VÃO PASSAR UMA RÉGUA .. TUDO VOLTA NORMAL…VERGONHA 53 MILHOES DE TRAIDORES..

  2. EREMILDO DO IDIOTA
    segunda-feira, 15 de dezembro de 2014 – 16:31 hs

    OPERA BUFA OU PETROLÃO?

    No começo era a calma. Todos negavam. Aos poucos uns foram sendo pegos e confessaram. Sabendo que seriam condenados, começaram as tratativas da redução da pena, para não serem “marcosvalerios” a findarem a vida na cadeia.

    As CPIS – onde a maioria lulista comandou atos da OPERA – foram encenados cenas ilarias e surrealistas em que a NEGATIVA DE AUTORIA, ou a incrível versão, da não existência do crime, prevaleceu.

    Mas eis que a ponta do iceberg foi descoberta e dai personagens grotescos tomaram o palco. A catedral do petróleo dos dias atuais, como Notre Dame, também tem seu corcunda que se dizia ser do bem e que salvaria a Princesa que se deixou enganar(????????) pela bruxa cheia graça, mas foster de feitiços.

    Mas agora Cerveró é desmascarado e a denuncia, como uma guilhotina, esta sendo armada.

    Cabeças vão rolar.

    A inquisição promete mostrar “as feitiçarias” os “malfeitos” e o MP com seus Cavalheiros armados de idealismo, fazem a cruzada em busca aqui e lá fora, para recuperar o produto da gatunagem.

    Novos personagens querem participar e serão protagonistas que o público irá aplaudir quando tomar conhecimento das revelações em depoimentos de viva voz ao MORO INTRÉPIDO, que com sua caneta e coragem, como um bisturi de ouro com ponta de diamante, começa a furar e espremer o tumor podre e fétido da corrupção.

    Ninguem ainda sabe como serão os próximos atos, mas todos torcem pelos mocinhos contra a bandidagem.

  3. SOLANGE LOPES
    terça-feira, 16 de dezembro de 2014 – 8:23 hs

    Quando Deus marca uma pessoa é para que o diabo não o perca de vista.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*