Jaques Wagner disse não | Fábio Campana

Jaques Wagner disse não

jaques-wagner-300x168

Do Lauro Jardim:

O Ministério da Justiça foi oferecido a Jaques Wagner. Foi recusado. Quer outro.


9 comentários

  1. mauro
    quarta-feira, 17 de dezembro de 2014 – 9:47 hs

    Ministério da Justiça é um órgão que se tem que trabalhar muito! Melhor outro não Governador?

  2. CORINGA
    quarta-feira, 17 de dezembro de 2014 – 9:47 hs

    PELO MENOS FOI COERENTE, JUSTIÇA NÃO TEM NADA A HAVER COM ELE, PURA INCOERÊNCIA

  3. CORINGA
    quarta-feira, 17 de dezembro de 2014 – 10:19 hs

    ESTA NA HORA DA DILMA TIRAR O PCdoB DO MINISTÉRIO DO ESPORTE, AFINAL JA PROVARAM MATEMATICAMENTE DURANTE 12 ANOS QUE NÃO SABEM ADMINISTRAR O ESPORTE E QUE O ESPORTE NACIONAL CAIU VIOLENTAMENTE. ACABARAM COM TODOS OS PROGRAMAS SOCIAIS QUE ERAM MANTIDOS PELA PASTA E SE RESUMIU SIMPLESMENTE A VIAGENS INTERNACIONAIS AOS “EXECUTIVOS” DO MINISTÉRIO SUPERFATURAMENTO EM OBRAS E ATE PAGAMENTO DE TAPIOCA COM CARTÃO CORPORATIVO. CHEGA DE BANDALHA . MUDA TIRA O PC do B DO ESPORTE .E DOS ATUAIS ALIADOS DO GOVERNO FEDERAL SÓ VEJO UM NOME PARA ASSUMIR A PASTA .SERIA O AGNELO QUEIROZ QUE DURANTE SUA GESTÃO NO MINISTÉRIO OS PROGRAMAS SOCIAIS FORAM INCREMENTADOS

  4. justino bonifacio martins
    quarta-feira, 17 de dezembro de 2014 – 10:37 hs

    Já que é para defender a economia de mercado e outras plataformas neoliberais; convidem o Gilmar Mendes, amiguinho do Daniel Dantas que comanda toda a rede da CEF e BB.

  5. Doutor Prolegômeno
    quarta-feira, 17 de dezembro de 2014 – 10:54 hs

    Ele é bacharel no que mesmo? Bacharel em ciências ocultas e letras apagadas? Parece que nem curso superior tem,pois, como Lula, viveu como líder sindical a maior parte de sua vida. Bom, raciocinam os lulopetistas, já que um coronel do exército já foi ministro da Justiça, vamos nos vingar e nomear um líder sindical.

  6. zangado
    quarta-feira, 17 de dezembro de 2014 – 12:46 hs

    Pelamordedeus !! – já tivemos Tarso “Battisti” Genro e José Eduardo “Pizzolatto” Cardozo …

  7. Cajucy Cajuman
    quarta-feira, 17 de dezembro de 2014 – 13:42 hs

    Wagner não aceitou porque sabe que o rolo compressor em decorrência do escândalo da Petrobras será pesado e o custo político maior ainda.

    Para quem está saindo da última eleição como um vitorioso, pra que se envolver em fritura de alto grau?

    Ele vai optar por um ministério mais flexível, mais moldado ao verbo e porque não às verbas para alimentar a periferia política que gravita na base aliada, alugada, consorciada e outros que tais. É do jogo.

  8. Helena
    quarta-feira, 17 de dezembro de 2014 – 14:26 hs

    Este está envolvido em um grande escândalo de desvio de dinheiro do Minha casa Minha Vida na Bahia, e é por isso que foi premiado pela presidenta para assumir um cargo tão importante, ainda bem que não aceitou, no mínimo foi sensato, ele sabe quem ele é.
    Isso é o PT minha gente! Eita Brasil, ACORDEM!!! PINTEMOS A NOSSA CARA E SAIAMOS ÀS RUAS, VAMOS GRITAR: “ORDEM E PROGRESSO”!!!

  9. Strapasson
    quarta-feira, 17 de dezembro de 2014 – 16:43 hs

    Não é que o Justino teve uma ótima ideia!

    Em tempo: para ser Ministro da Justiça não precisa pelo menos ser graduado em Direito?

    E este ‘CUMPANHEIRU” tem formação em que?

    Esse Brasil é uma comédia pronta e o PT no governo é uma tragédia. Pobre Brasil.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*