Fruet culpa Richa e Ducci pela alta do IPTU | Fábio Campana

Fruet culpa Richa e Ducci pela alta do IPTU

Fruet

A prefeitura apresentou em novembro um projeto que altera a planta genérica de valores imobiliários do município – uma medida impopular que implica no aumento do IPTU. O prefeito Gustavo Fruet, autor do projeto, procura repassar a responsabilidade aos prefeitos anteriores, ao dizer que foram irresponsáveis e que lhe deixaram uma situação de quase falência. Ora, os prefeitos anteriores são Beto Richa e seu vice, Luciano Ducci, que assumiu por dois anos.

Perguntado sobre os reflexos políticos da alta do IPTU, Fruet disse: “Mas por que ninguém fez isso em dez anos? Nesse período, Curitiba passou dos 1.400 equipamentos urbanos. Por exemplo: Hospital do Idoso é um projeto maravilhoso, mas não deixaram dinheiro para o custeio. Havia Centros Municipais de Educação Infantil (CMEIs) inaugurados sem janela, como o CMEI do Parolin. Estava lá a placa do prefeito anterior. Eu pedi para deixarem: é a “placa da vergonha”; inauguraram sem concluir, sem contratar ninguém. Um CMEI custa R$ 2 milhões para construir e R$ 2 milhões por ano para manter. Uma UPA [Unidade de Pronto-Atendimento] custa R$ 1,5 milhão por mês. Em dez anos, aumentou o número de equipamentos e reduziu a receita. O IPTU já foi a principal fonte de receitas de Curitiba. Hoje é a quarta.”

“Curitiba abriu mão de uma receita de R$ 2 bilhões [ao não revisar a planta genérica ao longo da última década]. Nunca mais vai recuperar esse valor. Tudo é reajustado acima da inflação no setor público. Mesmo se Curitiba não contratar mais ninguém, não construir mais nada, o custeio aumenta 12% ao ano. Como faz para resolver isso? Estamos trabalhando para reduzir custos e reequilibrar as finanças para o curto, o médio e o longo prazo. Não quero deixar para o próximo prefeito a situação que assumi: no primeiro mês ter ameaça de não ter remédio comprado, de não ter dinheiro para pagar a folha, para pagar hospital. Para mostrar como a proposta é moderada: se aprovada, isso deve representar de R$ 20 milhões a R$ 25 milhões a mais. Não é isso que vai salvar o caixa da prefeitura. O que estamos fazendo é uma recomposição a médio prazo.”, disse Fruet à Gazeta do Povo.


4 comentários

  1. ATENTO
    domingo, 7 de dezembro de 2014 – 17:06 hs

    PARA COM ISTO SENHOR PREFEITO, ASSUMA QUE SUA ADMINISTRAÇÃO NA PREFEITURA É UM CAOS

  2. Renato Britto Barros
    segunda-feira, 8 de dezembro de 2014 – 0:33 hs

    Como dizia o ” GURU das Araucárias ”
    A vitória do prefeito Gustavo Fruet é a vitória de Pirro.

  3. tadeu rocha
    segunda-feira, 8 de dezembro de 2014 – 10:09 hs

    O NOSSO PREFEITO PEGOU A PREFEITURA MAIS QUEBRADA DO QUE ARROZ DE FORNO….. PREFEITO NO SABADO ESTOURARÃO UMA CAIXA NA REGIONAL DO PORTÃO DO LADO DA GUARDA CIVIL… O QUE ESTA HAVENDO COM ESSE PESSOA DA GUARDA CIVIL… A DOIS MESES ATRAS PICHARAM A QUARDA CIVIL E NINGUEM VIU. ALGUMA COISA ESTA VENDO…

  4. Roberto santos
    segunda-feira, 8 de dezembro de 2014 – 10:38 hs

    Virou bebê chorão. A velha prática, por culpa nos outros. Quando estava no PSDB e foi candidato ao Senado o Beto e o Ducci eram os melhores do mundo.Vá trabalhar Gustavo, tire a Vice do teu pé, tire o PT do teu Governo.Hoje vc só tem 12% de intenção de votos.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*